Valdir Aguilera
 Físico e pesquisador

 

 

Almanaque - Edição 10 - outubro 2008

Físicos, matemáticos, engenheiros e quejandos

Um engenheiro e um matemático, de nacionalidades diferentes, encontraram-se num congresso internacional sobre ciência e tecnologia na Antiguidade. Disse o engenheiro:

– Os arqueólogos do meu país descobriram um túmulo da era pré-cristã com rolos de fio de cobre. Isso mostra que nossos antepassados já conheciam o telégrafo com fio.

– No meu país, comentou o matemático, descobriram um túmulo da mesma era e não encontraram nenhum fio. Logicamente, portanto, os meus antepassados já conheciam o telégrafo sem fio.

Problemas de lógica

    Três amigos foram a um restaurante para celebrar algum acontecimento, que não vem ao caso (não somos xeretas, somos?). Gastaram R$30,00 e cada um deles entregou ao garçom uma nota de R$10,00.

O dono do restaurante, notando que aquelas pessoas eram fregueses novos, decidiu conceder-lhes um desconto e instruiu o caixa para cobrar apenas R$25,00. Este devolveu ao garçom R$5,00. Ao retornar, o garçom embolsou R$2,00 e devolveu R$1,00 para cada freguês.

Uma continha elementar mostra o seguinte: cada freguês deu uma nota de R$10,00 e recebeu R$1,00 de volta. Cada um gastou, portanto, R$9,00. Agora, R$9,00 vezes 3 dá R$27,00; mais os R$2,00 que o garçom embolsou perfazem R$29,00. Onde está o outro R$1,00?

Resposta na próxima edição.

Resposta da edição anterior:  O assassino foi Jordão.

Não se confunda

Algumas palavras em inglês podem confundir-nos por sua semelhança com outras do vernáculo. Não se deixe enganar. Iremos mostrar algumas delas para prevenir os leitores interessados em inglês.

balance (bélens) s. Como "balanço", não é aquele em que as crianças brincam. Significa "equilíbrio". Exemplos: to keep ones balance, manter o equilíbrio; to be thrown off balance, perder o juízo, a sanidade mental. No jargão comercial significa "saldo bancário".

dance (dênci) s. É dança mesmo. Entretanto, em algumas situações, ao traduzir, é preferível usar a palavra baile: John took Mary to a dance last night, João levou Maria para um baile ontem à noite.

discount (descáunt) v. desmerecer, desacreditar, atenuar: I discount the story that a ghost appeared in the castle, não creio na história de que um fantasma apareceu no castelo. The value of his criticism was discounted by his ignorance of the subject, o valor de sua crítica foi atenuado pela sua ignorância do assunto.

plain (plén) s. e a. Como substantivo é planície, como adjetivo é simples, modesto, direto, sem rodeios. Mary was plain with John telling him that she did not like his work, Maria foi franca com João, dizendo-lhe que não gostava do trabalho dele.

Pérolas dos vestibulares

Coleção de respostas colhidas dos exames vestibulares para ingresso em universidades
(Os comentários jocosos, em itálico, são dos professores que corrigiram as provas.)

Esta seção, embora bem-humorada, serve, também, para denunciar a baixa qualidade de ensino em nosso país. Esses candidatos foram aprovados em todos os níveis pré-universitários em nossas escolas. Estariam, portanto, qualificados para inscrever-se em cursos superiores. Não são diretamente responsáveis pelas condições de instrução em que se encontram. Merecem, por isto, nosso respeito.

91. Os Estados Unidos tem mais de 100.000 Km de estradas de ferro asfaltadas. (NÃO... Eu não li isso...)

92. As estrelas servem para esclarecer a noite e não existem estrelas de dia porque o calor do sol queimaria elas. (A noite deve ter ficado muito esclarecida com essa idéia luminosa...)

93. Republica do Minicana e Aiti são países da ilha América Central. (Procura-se urgente um Atlas Geográfico que venha com um Aurélio junto ...)

94. As autoridades estão preocupadas com a ploleferação da pornofonografia na Internet. (Pornofonografia??? Tá... Então um CD dos Raimundos é pornofonografia...)

95. A ciência progrediu tanto que inventou ciclones como a ovelha Dolly. (E deve ter inventado também a Operação Furacão, que colocou alguns juízes no olho do clone ...)

96. O Papa veio instalar o Vaticano em Vitória mas a Marinha não deixou para construir a Capitania dos Portos no mesmo lugar. (Tadinho do Papa...)

97. A devassa da Inconfidência Mineira foi Marília de Dirceu, a amante de Tiradentes. (rsrsrs... Misturou tudo...)

98. Hormônios são células sexuais dos homens masculinos. (Isso!!! E nos homens femininos, essa célula chama-se frescurormônios...)

99. Os primeiros emegrantes no ES construiram suas casas de talba. (Ao mesmo tempo que praticavam tiro ao Álvaro...)

Regrinhas simples para bem escrever

Como participante do grupo "Racionalismo" da Yahoo, temos oportunidade de receber muitos emails (o grupo tem hoje mais de mil inscritos). Entre os emails há alguns que poderiam ter sido mais bem escritos. Ocorreu-nos, então, sugerir algumas regrinhas que podem ajudar os interessados a melhorar sua redação.

Em edições anteriores, mostramos algumas regras simples de acentuação gráfica. Hoje vamos falar do pleonasmo.

O pleonasmo é uma figura de linguagem, e consiste no emprego redundante de palavras, ou por um vício ou para enfatizar a expressão. Deve ser evitado exceto se for usado para reforçar o que se pretende dizer.

Exemplos que devem ser evitados:

acabamento final (se é acabamente, é final);
amanhecer o dia (você já viu amanhecer a noite?);
elo de ligação (elo só pode ser de ligação);
encarar de frente (como encarar de costa?);
entrar para dentro (como seria entrar para fora?);
descer para baixo (poderia ser para cima?);
comparecer pessoalmente (você já viu alguém comparecer por correspondência?);
conviver junto (se estiver convivendo com alguém, somente pode ser junto);
copo mais cheio do que outro (ou está cheio ou não está);
fato real (se é fato, é real);
gritar alto (gritar baixinho deve ser difícil);
metades iguais (se é metade, tem de ser igual);
monocultura exclusiva de ... (se é monocultura, tem de ser exclusiva);
multidão de pessoas (você já viu uma multidão de gatos?);
subir para cima (poderia ser para baixo?);
surpresa inesperada (se for esperada, não será surpresa);
vereador da cidade (vereador tem de ser de uma cidade).

É hora do recreio

Misterioso vazamento de água
O casal vivia recebendo contas de água enormes. Eles tinham certeza de que as contas não estavam certas, mas não adiantava economizar, as contas continuavam altas. Eles checaram todos os possíveis locais de vazamentos: primeiro o relógio da água, então os canos externos, os canos internos, subterrâneos, torneiras, banheiros, máquina de lavar roupas, lava-louças, geladeira, etc. Não encontravam nenhum defeito. Um dia o marido estava doente e ficou em casa na cama. Em dado momento, ouviu estranhos barulhos de água. Ele se levantou e foi investigar, intrigado. Descobriu o que estava acontecendo o dia todo quando não tinha ninguém em casa. Como ninguém iria acreditar no que ele viu, resolveu filmar o "problema" e guardar para a posteridade. Para ver o que ele descobriu, clique na figura.    

Efemérides

07 out 1885: Niels Henrik David Bohr
Físico dinamarquês nascido em Copenhagen. Enquanto trabalhava com Rutherford, em Manchester, criou em 1913 o modelo do átomo de hidrogênio que leva o seu nome. De acordo com esse modelo, o átomo de hidrogênio era formado por um elétron girando, com energia quantizada, em torno de um próton central, numa órbita circular. Em 1922 recebeu o prêmio Nobel de Física em reconhecimento por suas contribuições à Física Atômica. Em 1927, Bohr propôs o princípio da complementaridade para explicar os paradoxos aparentes que surgiam no comportamento onda-partícula das partículas subatômicas. Em 1943 conseguiu fugir de Copenhagen indo à Inglaterra. Mais tarde foi aos Estados Unidos da América, onde colaborou no desenvolvimento da bomba atômica, mas esteve sempre profundamente preocupado com as implicações decorrentes desse desenvolvimento. Faleceu em Copenhagen, em 18 de novembro de 1962.

09 out 1893: Mario de Andrade
Escritor nascido em São Paulo. Desempenhou papel importante no Movimento Modernista de 1922. Talvez sua obra mais famosa seja Macunaíma (1928). Faleceu em São Paulo, em 25 de fevereiro de 1945.

19 out 1913: Vinicius de Moraes
Poeta, músico e dramaturgo nascido no Rio de Janeiro. Entre suas obras, destacam-se "Samba de Orly" e "Garota de Ipanema", em parceria com Antônio Carlos Jobim. Faleceu no Rio de Janeiro, em 9 de julho de 1980.

23 out 1908: Ilya Mikhaylovich Frank
Físico russo nascido em Leningrado, hoje S. Petersburgo. Juntamente com Pavel A. Cherenkov e Igor Y. Tamm, ganhou o prêmio Nobel de Física de 1958 pela explicação teórica do efeito Cerenkov. Faleceu em Moscou, em 22 de junho de 1990.

25 out 1811: Évariste Galois
Matemático francês nascido em Paris. Tornou-se famoso pelas suas importantes contribuições à teoria dos grupos. Em praticamente uma noite (véspera do estúpido duelo que ceifou sua curtíssima vida), botou no papel sua famosa teoria que resolveu muitos problemas que permaneceram insolúveis por muito tempo. Faleceu em Paris, em 31 de maio de 1832.

26 out 1869: Washington Luís Pereira de Sousa
Nascido em Macaé, RJ, foi presidente da República de 1927 a 1930, quando foi deposto por um golpe de estado militar liderado por Getúlio Vargas. Foi o último presidente de Velha República. Faleceu em São Paulo, em 4 de agosto de 1947, um ano após o seu retorno do exílio, que durou 16 anos.

27 out 1892: Graciliano Ramos
Escritor nascido em Quebrangulo, AL. Autor de vários romances entre os quais Caetés (1933), Vidas secas (1938) e Memórias do cárcere (1953). Estes dois últimos foram adaptados para o cinema. Faleceu no Rio de Janeiro, em 20 de março de 1953.

31 out 1815: Karl Theodor Wilhelm Weierstrass
Matemático alemão nascido em Ostenfelde, considerado um dos fundadores da teoria moderna das funções. Sua preocupação com o rigor matemático pode ser ilustrado pela sua construção de uma função contínua que não tem derivada em nenhum ponto. Muitos de seus estudantes tornaram-se matemáticos criativos,como Sofia Kovalevskaya. Faleceu em Berlim, em 19 de fevereiro de 1897.


 

Desta edição para o Almanaque

Copyright©2008 valdiraguilera.net. All Rights Reserved