HTML> Almanaque, descontração, divertimento, lógica, efemérides, inglês, redação

 


Valdir Aguilera
 Físico e pesquisador

 

 

Almanaque - Edição 115- julho de 2017

Para pensar e praticar

Nesta seção do Almanaque, apresentamos textos retirados de obras do Racionalismo Cristão e outras de pesquisadores atuais e do passado.

O medo

O medo gera tormento, e carregar medo na mente desperdiça energia e impede as pessoas de realizarem o que vieram fazer na Terra.

Os problemas, os tormentos estão aqui na Terra e a alma precisa estar serena, limpa com a mente lúcida para que as boas ideias brotem e as realizações aconteçam.

É preciso seguir em frente, porque se parar, o prejuízo será ainda maior.

Não podemos ter medo, é preciso evoluir e demonstrar através dos atos e das ações, das atitudes e das virtudes. O principal é não carregar o medo de lutar e vencer aquilo que o atormenta.

É preciso arrumar a mente. Assim como é preciso arrumar as coisas, os objetos em seus devidos lugares, também é preciso arrumar as ideias.

É preciso arrumar, arejar a mente, organizar os pensamentos para que tudo chegue nos seus devidos lugares e o medo desapareça em todos os sentidos, pois o que acontece com a mente, também acontece com a vida. Todo ser humano inteligente precisa ser disciplinado para não sofrer tantas decepções.

Poucos sabem interromper pensamentos. Liderá-los é um grande desafio, dominá-los é ainda mais difícil, mas se houver vontade tudo se consegue.

O pensamento é ato poderoso, sendo necessário controlá-lo na medida do possível.

Ref.: "O amanhecer da vida", de Ana Amaral

Para mais textos, clicar AQUI

Passatempo

Divisão de bolinhas

Humberto e dois amigos devem apanhar 25 bolinhas cada um escolhendo-as dos agrupamentos abaixo. Nenhum agrupamento pode ser dividido ou rejuntado. Como devem escolher os conjuntos?




Resposta da edição anterior:


Humor

Pão-duro

O mineiro, muito pão-duro, recebe a visita de um amigo. A certa altura da conversa o amigo pergunta:
– Se você tivesse seis fazendas, você me dava uma?
– Claro, uai! - respondeu o mineiro.
– Se você tivesse seis automóveis, você me dava um?
– Claro que sim!
– E se você tivesse seis camisas, você me dava uma?
– Não!
– Po rque não!
– Porque eu tenho seis camisas!



No cemitério

Uma velha à beira de uma cova profunda chorava e gritava:
– Pelo amor de Deus, me leva junto. Não posso viver na Terra sem você.
Ela escorrega e cai dentro da cova e começa a gritar:
– Socorro! Socorro! Me tirem daqui.



Nó na cuca

32. Dinheiro não é tudo. Há também o ouro, as jóias, as propriedades,...
.

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Coloque o mouse sobre as palavras em vermelho para ver a tradução. Para ouvir o texto, clique aqui .

Lisa's Fluffy

Lisa lives with her dog, Fluffy.

Fluffy never eats anything that costs less than 50 dollars. He has a really expensive taste.

One day Fluffy gets lost. Lisa looks for him everywhere, but she can't find him.

"Fluffy, my friend, you are on your own," she says.

Poor Fluffy walks and walks. He is not sure where to turn, and it is already time for his 4 o'clock snack.

"What should I do?" Fluffy thinks.

Now it is 8 o'clock, and Fluffy is really hungry. He wants to eat, and he wants his 8 o'clock bath.

"Oh, no…" Fluffy thinks.

Now it is 10 o'clock, and Fluffy is extremely hungry. He wants his snack, his dinner, his bath and his soft bed.

Suddenly he spots a big gray dog, with a big gray nose.

The big gray dog chews something.

Fluffy tries not to stare, but he is really hungry by now.

"What do you want?" The big gray dog asks.

"Hmm, well… Maybe you could give me some food and snacks, and a bath too?"

The dog smiles, "A bath?"

"Yes, a bath. I am tired, and hungry, and dirty," Fluffy answers.

"Well, of course I can. Come into my spa."

The big dog laughs and walks away.

"Wait!" Fluffy barks, "please don't go. I am all alone and I need my snack!"

Fluffy seems very sad. The big gray dog looks at him and turns back.

"What is your name?" he asks.

"I am Fluffy. And you?"

"I am Bam. Come, I can't offer you a bath, but a shower is a different story."

Fluffy and Bam walk to a leaking hose, and have a shower.

Bam gives Fluffy some food. At first Fluffy wants to refuse, but he is too hungry.

"So where is your home?" Bam asks.

"I live with Lisa. She takes good care of me. I get snacks, food, a bath…"

"Nice girl." Bam says.

"Yes, she is. I hope to find her. And I hope she doesn't give away my dear snacks…"

The two dogs go to sleep under the open sky. Fluffy falls asleep and dreams of snacks having baths.

Fluffy wakes up. He hopes he is in a bad dream, but now he sees this is real. Bam sits beside him.

"Is it time for your 9 o'clock bath?" he smiles.

"I don't have a 9 o'clock bath. I have a 9 o'clock golf match!" Fluffy answers angrily.

"Golf? Are you playing golf?!"

"Yes, and I do it very well, if I may say."

"You may. But I need to see it to believe it. A dog playing golf…"

Fluffy jumps on his legs and starts running.

"Hey! Where to, little doggie?" Bam barks and starts running, too.

"I will show you! Where is your golf field?"

"Well, I have no golf field!"

"It's okay! I will find one!"

The 2 dogs run and run until they reach the park. Fluffy is very happy. He finds a stick and a can and brings them to Bam.

"This is not perfect, but it is something!" he says. He digs some holes in the ground. "Now, watch!" he barks.

Fluffy grabs the stick and just stands there, looking very very serious. Bam watches him.

Then, after 5 minutes, Fluffy hits the can with his stick. The can rolls and enters a far away hole. Fluffy is satisfied. He stands long and tall, and waits for the applause.

Bam is surprised, "You are actually good!"

Bam starts to walk away.

Fluffy jumps happily after him.

And that was the beginning of a beautiful friendship.

http://www.really-learn-english.com/english-short-stories.html

Para mais histórias, acesse a Biblioteca clicando AQUI.

Para edições anteriores do Almanaque, clique AQUI.

Envie esta página para um amigo:

Efemérides

1 jul 1646: Gottfried Wilhelm von Leibniz
Matemático, geólogo, jurista, historiador e filósofo alemão, descobridor do Cálculo Infinitesimal (simultânea e independentemente de Newton), nascido em Leipzig. Seu conceito do universo concebido como uma harmonia preestabelecida, sua análise do demônio, sua epistemologia, lógica e filosofia da natureza colocam-no entre os filósofos de maior estatura. Sua obra ajudou a moldar a mente dos iluministas. Faleceu em Hanover, em 14 de novembro de 1716.

2 jul 1914: Mário Schenberg
Engenheiro elétrico, físico, escritor e crítico de artes plásticas, nascido em Recife, PE. Conhecido internacionalmente principalmente por seus trabalhos em Astrofísica, em especial na formação das estrelas supernovas. Quando Einstein esteve no Brasil, afirmou que era impossível listar os dez maiores físicos teóricos do mundo sem incluir Mário Schenbert. Teve atuação política intensa, sendo eleito duas vezes deputado estadual de São Paulo. Faleceu em São Paulo, em 10 de novembro de 1990.

07 jul 1848: Francisco de Paula Rodrigues Alves
Nascido em Guaratinguetá, SP, foi Presidente da República de 1902 a 1906. É considerado o presidente civil mais notável. Reconstruiu e embelezou o Rio de Janeiro. Reformou a Saúde Pública e foi durante o seu governo que a febre amarela foi erradicada do país. Seu competente Ministro do Exterior, Barão do Rio Branco (José Maria da Silva Paranhos), se notabilizou por sua eficiente diplomacia em questões de fronteiras com a Bolívia, Uruguai e Guianas Inglesa e Holandesa. Foi governador de São Paulo nos anos 1900-1902 e 1912-1916. Reelegeu-se presidente mas, antes da posse, faleceu no Rio de Janeiro, em 18 de janeiro de 1919.

11 jul 1836: Antonio Carlos Gomes
Compositor brasileiro, nascido em Campinas, SP. Recebeu apoio pessoal do imperador D. Pedro II para estudar música no Rio de Janeiro e, mais tarde, em Milão, onde recebeu o título de Maestro Compositor após apenas três anos de estudos. Suas obras mais importantes são: A Noite do Castelo, Salvador Rosa, Maria Tudor, O Guarani, Lo Schiavo e Condor. Faleceu em Belém, PA, em 16 de setembro de 1896.

11 jul 1924: Cesar Lattes
Físico nascido em Curitiba, PR. Com a idade de 23 anos, ele foi um dos fundadores do Centro Brasileiro de Pesquisas Física (CBPF), no Rio de Janeiro. Sua principal linha de pesquisa foram os raios cósmicos. Em suas experiências, descobriu o méson pi, ou píon, quando ainda tinha 24 anos. Com seu grupo, determinou a massa das denominadas bolas de fogo, um fenômeno espontâneo que ocorre durante colisões de altas-energias. Faleceu em Campinas, SP, em 8 de março de 2005.

12 de julho 1813: Claude Bernard
Médico e fisiologista nascido em Paris. Um dos mais importantes de todos os tempos, e é considerado o "pai" da moderna fisiologia experimental. Em virtude de suas descobertas e de sua influência na ciência e na medicina francesas, tornou-se ainda em vida, um dos mais premiados cientistas de seu país, lado a lado com gigantes como o seu amigo e contemporâneo, Louis Pasteur. Faleceu em Paris, em 10 de fevereiro de 1878.

16 jul 1925: Paulo Leal Ferreira
Físico nascido no Rio de Janeiro, RJ, co-fundador do Instituto de Física Teórica, da Sociedade Brasileira de Física e da Academia de Ciências do Estado de São Paulo. Suas pesquisas em Física foram direcionadas para tópicos fundamentais, com ênfase em Teoria Geral de Partículas e Campos (Equação de Dirac, potenciais confinantes, quark model, álgebras deformadas). Faleceu em São Paulo, SP, em 30 de dezembro de 2005.

18 jul 1853: Hendrik Antoon Lorentz
Físico holandês, nascido em Arnhem, conhecido pelos seus notáveis trabalhos nos campos da eletrodinâmica e mecânica clássicas. Abiscoitou o prêmio Nobel de Física em 1902, por sua teoria da radiação eletromagnética a qual, confirmada pelos trabalhos de Zeeman, deu origem à Teoria da Relatividade Especial de Einstein. Faleceu em Haarlen, em 4 de fevereiro de 1928.

28 jul 1904: Pavel Alekseyevich Cherenkov
Físico russo, nascido em Voronezh. Foi o primeiro a detectar a chamada radiação cerenkov, que é uma emanação eletromagnética emitida por uma partícula altamente energética ao passar por um meio transparente com velocidade maior do que a da luz naquele meio. Por esse trabalho, compartiu com Igor Y. Tamm e Ilya M. Frank o prêmio Nobel de Física de 1958. Faleceu em Moscou, em 6 de janeiro de 1990.

Copyright©2008 valdiraguilera.net. All Rights Reserved