HTML> Almanaque, descontração, divertimento, lógica, efemérides, inglês, redação

 


Valdir Aguilera
 Físico e pesquisador

 

 

Almanaque - Edição 133 - janeiro de 2019

Para pensar e praticar

Nesta seção do Almanaque, apresentamos textos retirados de obras do Racionalismo Cristão e outras de pesquisadores atuais e do passado.

Cada um deve aprender com lições dos sucessos e reveses

Ao terminar o ano, as pessoas têm o hábito de pensar no que aconteceu de bom e de ruim em suas vidas. Umas se prendem aos fatos que transcorreram bem, enquanto outras remoem as más lembranças. Todavia, o que devem fazer é revigorar na memória os bons episódios e avaliar os ruins, para que aprendam as grandes lições que sucessos e reveses oferecem, e toquem a vida para frente, como se costuma dizer. Rever as situações que não ficaram bem resolvidas e impulsionar melhores soluções através de esforço, vontade e trabalho é uma boa decisão, para que possam dar continuidade à evolução no ano que inicia, porque o espírito se revigora a cada problema resolvido.

Muitas pessoas se deixam abater quando encontram dificuldades, tão comuns neste mundo de aprendizado constante. O que elas precisam é de empenho nas lutas que enfrentam, pensando nas melhores estratégias para a solução de seus problemas, e, assim, avançar um pouco mais na longa caminhada evolutiva.

Sendo a evolução espiritual constante e contínua, os estudiosos da espiritualidade devem consultar periodicamente os livros editados pela Casa-Chefe do Racionalismo Cristão, para que tomem decisões corretas em suas vidas, tanto em relação a si mesmos quanto aos que estão ao redor.

As pessoas que procuram as casas racionalistas cristãs sempre encontram boa acolhida sai ano entra ano, sobretudo as que apresentam desequilíbrio psíquico, pois chegam com grande esperança de breve normalização. Todas saem espiritualmente fortalecidas, todas recebem orientações seguras para a resolução de seus problemas, todas têm suas dúvidas de natureza doutrinária esclarecidas. O livre-arbítrio voltado para o bem é escolha própria, como é a determinação de mudar para melhor, pois o aprendizado é individual. Confiantes em si mesmas, irão avançar em evolução no ano-novo.

REF: Humbero Rodrigues, A Razão, janeiro 2018

Para mais textos, clicar AQUI

Passatempo

O julgamento

Um homem foi preso por invadir a propriedade do rei e levado a julgamento.

– Deves fazer uma afirmação, disse o rei. Se for verdadeira, serás morto por leões. Se for falsa, serás enforcado.

No final, o rei deixou-o ir livremente. Qual foi a afirmação do réu?

Resposta da edição anterior:

Benedito não é alfaiate, se fosse, Alexandre também seria.
Cláudio não é alfaiate, pois sua declaração seria uma mentira.
Então, Alexandre é alfaiate; Benedito é pedreiro; e Cláudio é marceneiro.

Humor

Cartomante



– Receio que alguém muito próximo a você vai ter uma grande desilusão, diz a cartomante.
– Ele também, esqueci meu dinheiro em casa, diz o cliente.



Universitário



– O que o seu filho vai ser quando terminar a universidade?
– Pelo que vejo, velho, muito velho.



Nó na cuca

50. Você é aquilo que sua comida come.



Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Coloque o mouse sobre as palavras em vermelho para ver a tradução. Para ouvir o texto, clique aqui .

Daedulus and Icarus



Daedalus was a very clever man. He made tools for carpenters and wheels for potters, and also invented many new things.

Daedalus had a son called Icarus. Both father and son first lived in Athens. Daedalus killed a man, and the ruler of Athens wanted to put him in prison. But Daedalus and his son, Icarus, escaped to Crete, a large island a long way from Greece. They lived there for many years.

Daedalus always wanted to go back to his own town, Athens. He did not wish to spend the rest of his life in Crete a long way from his own country. But the King of Crete refused to let Daedalus and Icarus leave the island. He refused to give them a ship, so they could not go.

At last Daedalus thought of a new and unknown way to escape. He made two pairs of wings from feathers and wax. It took him a long time to make these wings. When the wings were ready, he and his son put them on. Then Daedalus taught his son how to fly. Before they flew away from Crete, he gave him the following advice: "You must fly near the earth, my son; because if you fly too high, the sun will melt the wax of your wings. If you listen to my advice and obey me, we shall fly safely to Athens."

Daedalus and Icarus flew away in the sky with the help of their wings. "Follow me closely," Daedalus shouted to his son. "Do not fly too high."

Daedalus and his son flew over the sea and over many islands. While they were flying, fishermen and shepherds saw them and thought that they were gods. Icarus was very pleased, and he felt very proud. He soon forgot his father's advice and began to fly higher and higher towards the sun. He flew so high that his father lost sight of him. The heat of the sun melted the wax in his wings, and Icarus fell into the sea and was killed. Daedalus was very sad #333333because his son was dead. If Icarus had obeyed his father's orders, he would not have died.

Para mais histórias, acesse a Biblioteca clicando AQUI.

Para edições anteriores do Almanaque, clique AQUI.
Envie esta página para um amigo:

Efemérides

01 jan 1893: Paulo Setúbal
Escritor brasileiro nascido em Tatuí, SP. Seu nome completo é Paulo de Oliveira Leite Setúbal. Seus romances tratam de temas da história do Brasil, de forma leve e bem humorada. Talvez seu livro mais conhecido seja A marquesa de Santos. Para baixá-lo, clique AQUI. Faleceu em São Paulo, em 4 de maio de 1937.

01 jan 1894: Satyendra Nath Bose
Físico e matemático indiano, mais conhecido como o descobridor dos bósons (este termo foi cunhado em sua homenagem). Juntamente com Einstein, criou a estatística Bose-Einstein que descreve o comportamento dos bósons. Faleceu em Calcutá, em 4 de fevereiro de 1974.

03 jan 1860: Luiz de Mattos
Filósofo, escritor, comerciante português radicalizado no Brasil. Codificador do Racionalismo Cristão. Fundador do jornal "A Razão" e elaborou o primeiro "Manual de Redação" que se conhece. Abolicionista, acolheu em sua fazenda e protegeu escravos que fugiam de seus cativeiros. Seus eloquentes e corajosos artigos publicados no jornal que fundou causaram muita perplexidade e despertaram enorme interesse dos seus leitores. O "A Razão" passou a ser o diário mais procurado e lido na ocasião. Faleceu no Rio de Janeiro, em 15 de janeiro de 1926. Para ler uma minibiografia, clique AQUI. Há uma biografia mais extensa: Luiz de Mattos, sua vida, sua obra, de Galdino Rodrigues de Andrade.

04 jan 1643: Isaac Newton
Cientista inglês (físico, matemático, astrônomo, alquimista e filósofo), nascido em Woolsthorpe. Em seu livro Philosophiae Naturalis Principia Mathematica, também conhecido como Principia, descreve sua famosa lei da gravitação universal e apresenta suas três leis em que se apoia a mecânica clássica. Faleceu em Londres, em 31 de março de 1727. Ver 25 de dezembro na edição de dezembro deste Almanaque.

04 jan 1839: Casimiro de Abreu
Poeta brasileiro, nascido em Barra de São João, RJ. Seu nome completo é José Marques Casimiro de Abreu. Sua obra lírica está reunida no volume As primaveras, publicado em 1859, e está disponível na Biblioteca deste site. Para baixá-lo, clique AQUI  Faleceu em Nova Friburgo. em 18 de outubro de 1860.

08 jan 1823: Alfred Russel Wallace
Naturalista, geógrafo, antropólogo e biólogo britânico nascido em Usk, Monmouthshire, na Inglaterra. Não somente publicou – na mesma data e local que o fez Charles Darwin –, a teoria da evolução por seleção natural, como tambám pesquisou em vários campos, como glaciologia, antropologia, etnografia, epidemiologia, astrobiologia e espiritismo. Seu livro O aspecto científico do sobrenatural está disponível na Biblioteca deste site. Para baixá-lo, clique AQUI Faleceu em Broadstone, Dorset, Inglaterra, 7 de novembro de 1913.

09 jan 1862: Ernesto Bozano
Pesquisador e experimentador sobre fenômenos psíquicos nascido em Savona, província de Gênova (Itália). Professor de filosofia da ciência na Universidade de Turim. Nomeado membro honorário da Society for Psychical Research (SPR), da American Society for Psychical Research (ASPR) e do Institut Métapsychique International (IMI). Entre sua extensa obra citamos A alma dos animais, Animismo ou espiritismo?, Metapsíquica humana, Pensamento e vontade e Fenômenos de transporte. Este último disponível na Biblioteca deste site. Faleceu em Gênova (Itália) em 24 de junho de 1943.

15 jan 1850: Sonja (ou Sofia) Kowalewski
Matemática russa, nascida em Moscou. Notabilizou-se por suas valiosas contribuições para a teoria das equações diferenciais. Em 1888 ganhou o prêmio Borodin, da Academia de Ciências da Suécia, por seu trabalho sobre a rotação de um corpo rígido em torno de um ponto. Esse trabalho foi tão notável que dobraram o valor do prêmio. Faleceu em Estocolmo, em 10 de fevereiro de 1891.

21 jan 1929: Martin Luther King
Ativista político norte-americano, nascido em Atlanta, Geórgia. Batalhou pelos direitos civis, principalmente dos negros e mulheres. Seu discurso mais famoso é "Eu tenho um sonho". Recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1964. Foi assassinado em Memphis, Tenessee, em 4 de abril de 1968.

22 jan 1775: André-Marie Ampère
Matemático e físico francês, nascido em Polémieux-au-Mont-d'Or. Seus trabalhos em física mais importantes foram no campo do eletromagnetismo. Em sua homenagem, a unidade de intensidade de corrente elétrica no sistema SI se diz ampère, símbolo A. Faleceu em Marselha, em 10 de junho de 1836.

22 jan 1908: Lev Davidovich Landau
Físico russo, nascido em Baku. É considerado um dos maiores físicos do século XX. Deu importantes contribuições para o desenvolvimento de diversos campos da Física, como, Baixas Temperaturas, Estado Sólido, Atômica, Nuclear, Plasma e Energia Estelar. Muitos termos físicos levam o seu nome. Faleceu em Moscou, em 1 de abril de 1968.

23 jan 1862: David Hilbert
Matemático alemão, nascido em Königsberg. Seus trabalhos em Geometria são considerados os mais importantes desde Euclides. Propôs uma série de problemas que vêm estimulando o trabalho dos matemáticos. Faleceu em Göttingen, em 14 de fevereiro de 1943.

23 jan 1941: João Ubaldo Osório Pimentel Ribeiro
Escritor, jornalista, roteirista e professor nascido na Ilha de Itaparica, Bahia, Brasil. Membro da Academia Brasileira de Letras. Foi ganhador do Prêmio Camões de 2008, maior premiação para autores de língua portuguesa. Teve algumas obras adaptadas para a televisão e para o cinema, além de ter sido distinguido em outros países, como a Alemanha. Autor de romances como Sargento Getúlio, O Sorriso do Lagarto, A Casa dos Budas Ditosos, que causou polêmica e ficou proibido em alguns estabelecimentos, e Viva o Povo Brasileiro, tendo sido, esse último, destacado como samba-enredo pela escola de samba Império da Tijuca, no Carnaval de 1987. Faleceu no Rio de Janeiro, em 18 de julho de 2014.

23 jan 1907: Hideki Yukawa
Físico japonês, nascido em Tóquio. Foi homenageado com o prêmio Nobel de Física em 1949 pelos seus trabalhos sobre partículas elementares. Com base em cálculos inteiramente teóricos, previu a existência de mésons. Foi o primeiro físico japonês com formação totalmente feita no Japão a receber o prêmio Nobel de Física. Faleceu em Kyoto, em 8 de setembro de 1981.

25 jan 1736: Joseph Louis Lagrange
Matemático italiano, nascido em Turim, distinguiu-se em todos os ramos da Análise, Teoria dos Números, Mecânica Analítica e Mecânica Celeste. Seu Mécanique Analytique, publicado em 1788, sintetiza todos os trabalhos no campo da Mecânica desde os dias de Newton. Faleceu em Paris, em 10 de abril de 1813.

27 jan 1756: Wolfgang Amadeus Mozart
Músico e compositor austríaco, nascido em Salzburgo. É considerado o maior compositor na história da música ocidental. Faleceu em Viena, em 5 de dezembro de 1791.