HTML> Almanaque, descontração, divertimento, lógica, efemérides, inglês, redação

 


Valdir Aguilera
 Físico e pesquisador

 

 

Almanaque - Edição 135 - março de 2019

Para pensar e praticar

Nesta seção do Almanaque, apresentamos textos retirados de obras do Racionalismo Cristão e outras de pesquisadores atuais e do passado.

Tenha força para vencer na vida

Maria Cottas

A perturbação é atualmente imensa em toda a Terra. Os seres humanos em geral, ao conduzir suas vidas de maneira tão ruim, procuram e acham os sofrimentos por que passam, pois formam nas ocasiões propícias mau ambiente astral. Nessas condições, correntes de pensamentos elevados e positivos são necessárias por parte dos indivíduos de bem, com a convicção precisa dos deveres a cumprir, auxiliando no diuturno saneamento da atmosfera fluídica do planeta feita pelas Forças Superiores, que beneficia milhares e milhares de pessoas vítimas do indevido uso que fazem do livre-arbítrio.

Os seres humanos andam psiquicamente muito perturbados, porque não raciocinam, não têm força de vontade para vencer na vida, pois querem tudo alcançar de maneira fácil, e as coisas fáceis não trazem resultados benéficos. Só pelo trabalho honesto, pela persistência em vencer as dificuldades da vida é que as pessoas conseguem evoluir espiritualmente e progredir materialmente. Só pelo desprendimento das coisas imediatas e efêmeras é que podem alcançar algo com valor moral, e as Forças Superiores ficam satisfeitas e prestam sua assistência astral ao observarem as que têm noção do dever a cumprir.

Logo, é importante cumprir deveres, ser útil ao Todo Universal. Ao ser útil como parcela do Princípio Inteligente, o espiritualista é útil ao semelhante e a si mesmo, pois quem bem faz para si o faz.

Por isso, temos uma recomendação a fazer. As pessoas que passam por algum sofrimento de natureza física devem procurar tratamento médico com otimismo, porque há incalculável número de médicos competentes. A Medicina está muito avançada, existem medicamentos para a cura da maioria das doenças, não ficando a parte alimentar dissociada desse avanço quando os nutricionistas são consultados. É fundamental viver consciente de que o corpo físico saudável é a máquina adequada de que o espírito precisa para evoluir na Terra.

Ser pessoa forte pelo pensamento positivo, pela vontade poderosa e pela ação construtiva é ser otimista, não a portadora do otimismo descompromissado, mas do otimismo confiante em melhores condições de vida, de não fracassar, e não fracassa mesmo, pois sabe que dias de maior prosperidade virão.

Assim sendo, desejamos que todos se cuidem, porque a saúde corporal faz parte da saúde psíquica, e o espírito precisa do corpo físico em boas condições para continuar a luta por sua evolução na Terra. É para isso que está neste mundo de escolaridade. Sejam saudáveis e otimistas, condições que muito auxiliam no viver.

A Razão, janeiro de 2018 (www.arazao.org)

Para mais textos, clicar AQUI

Passatempo

O cubo colorido



Um cubo de madeira de 40 cm de aresta é pintado externamente em todos os seus seis lados. Em seguida é cerrado em cubos menores de 10 cm de aresta que são juntados conforme mostra a figura.

Estes cubos menores têm ou três faces azuis, ou duas faces azuis, ou uma face azul ou nenhuma face pintada. Quantas há de cada?

Solução da edição anterior:



Passado algum tempo, o homem C percebeu que ele devia responder. Isso porque o homem D não podia responder, e nem A ou B.

D podia ver C e B, porém não poderia determinar sua própria cor. B não podia ver ninguém e portanto não poderia saber a resposta. A estava na mesma situação de B.

Como A, B e D ficaram calados, restava C. C sabia que estava usando um chapéu preto porque D viu B e C e se tivesse visto chapéus com cores idênticas D saberia dizer qual era a cor do próprio chapéu. Todavia permaneceu em silêncio.

Então C sabia que estava usando preto, já que sabia que B usava branco e que não poderiam estar usando a mesma cor de chapéu, uma vez que D se manteve calado.

Humor

Criança esperta

– Pai, o senhor é capaz de escrever seu nome de olho fechado?
– Sim, meufilho, eu sou.
– Então escreva aqui no boletim da escola.



Frango a raio-X

Dois amigos conversando.
– Ontem jantei em um restaurante famoso.
– O que você comeu?
– Frango a raio-X.
– Nunca ouvi falar. Que tipo de frango é esse?
– Daqueles que só se vê o osso.



Nó na cuca

52. Estou sem tempo para procurar o que fazer.



Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Coloque o mouse sobre as palavras em vermelho para ver a tradução. Para ouvir o texto, clique aqui .

Odysseus and Circe



After a long and stormy voyage Odysseus reached an island that was ruled by Circe. Circe was a woman who had the power of changing men into different animals.

Odysseus and his sailors had very little food and water, so one of his sailors was chosen to go and search for some. His name was Eurylochus, and he took twenty-two other sailors with him. Odysseus and the rest of the sailors remained on the ship.

Eurylochus and his men went about the island. In the middle of the island was a forest, and in an open place in the middle of this forest they came to a beautiful palace. It was Circe's palace. They went through the great iron gates, and in the gardens they saw a lot of wolves, lions, pigs and other kinds of animals. They were surprised that these animals were friendly and did not hurt them. The sailors crossed the garden and reached the palace. Circe received them with a smile. She invited them to dinner. They were all hungry, so they all entered the palace gladly, except Eurylochus, who was afraid of Circe. He remained in the garden watching through the windows.

The hungry sailors sat down at a table covered with food and wine. As soon as they began to eat, Circe hit their shoulders with her magic stick and changed them into pigs. She drove them out of the palace and threw them some pigs' food.

When Eurylochus saw what had happened to his men, he ran back to the ship. He found Odysseus waiting for him and his men. Eurylochus, was afraid. He told Odysseus how Circe had invited his men to dinner and how she had changed them into pigs.

Odysseus became very angry and decided to try to save his sailors. He took his sword and walked towards Circe's palace.

On his way he met the god Hermes, who asked him where he was going. Odysseus told him that Circe had changed his men into pigs and that he wanted to save them. Hermes gave him a plant with a white flower and a black root, and told him that he should use it to help him against Circe's magic.

When Odysseus reached the palace, Circe invited him to a rich meal. While he was eating, she touched his shoulder with her magic stick and said to him: "Go and join your friends." But Odysseus smelt the white flower which Hermes had given him so he did not change into a pig. He jumped up and took out his sword to kill Circe. She fell at his feet (ela percebeu a situação) and said to him: "Please do not kill me. Stay here, and you can rule this island with me." But Odysseus did not put his sword back until Circe had promised to free not only his men but also all the other sailors she had changed into animals. Odysseus also made her promise not to hurt him or any of his sailors. She changed all the animals back into men.

After staying for some time on the island, Odysseus got ready to continue his voyage back to Ithaca. Circe gave him enough food and water for his long journey. He said goodbye to Circe and sailed away with his men.

Para mais histórias, acesse a Biblioteca clicando AQUI.

Para edições anteriores do Almanaque, clique AQUI.
Envie esta página para um amigo:

Efemérides

03 mar 1910: Aroldo de Azevedo
Nascido em Lorena-SP, político, foi também o primeiro grande autor de livros didáticos de geografia do Brasil, com mais de trinta títulos publicados, e marcou o ensino desta disciplina para várias gerações de estudantes. Faleceu em São Paulo-SP em 4 de outubro de 1974.

03 mar 1845: Georg Ferdinand Ludwig Philipp Cantor
Matemático russo, nascido em São Petersburg. Fundador da Teoria dos Conjuntos. Introduziu o conceito de números transfinitos. Faleceu em Halle, Alemanha, em 6 de janeiro de 1918.

05 mar 1887: Heitor Villa-Lobos
Maestro e compositor brasileiro nascido no Rio de Janeiro. Destaca-se por ter sido o principal responsável pela descoberta de uma linguagem peculiarmente brasileira em música, sendo considerado o maior expoente da música do modernismo no Brasil, compondo obras que contêm nuances das culturas regionais brasileiras, com os elementos das canções populares e indígenas. Talvez sua obra mais conhecida seja Bachianas brasileiras pode ser ouvida em um vídeo disponível na Biblioteca deste site. Executada pela Filarmônica de Berlim, dirigida por Gustavo Dudamel, em 15 de junho de 2008, para uma plateia de 20 mil pessoas. Atuação espetacular da soprano porto-riquenha Ana Maria Martínez. No Brasil, sua data de nascimento é celebrada como Dia Nacional da Música Clássica. Faleceu no Rio de Janeiro em 17 de novembro de 1959.

14 mar 1847: Castro Alves
Poeta brasileiro nascido em Curralinho-BA (hoje Castro Alves). Considerado um dos mais expressivos representantes do Romantismo brasileiro, ao lado de Gonçalves Dias. Seu livro Espumas flutuantes (disponível na Biblioteca deste site) consagrou-o para sempre. Seus poemas são lidos e admirados ainda hoje, especialmente aqueles em que denuncia a iniquidade da escravidão. Faleceu em Salvador-BA, em 6 de julho de 1871.

14 mar 1879: Albert Einstein
Físico alemão, nascido em Ulm. Considerado um dos gênios do século e mais conhecido pela sua Teoria da Relatividade Restrita. Criou também a Teoria da Relatividade Geral, ou mais apropriadamente, Teoria da Gravitação. Entretanto, o prêmio Nobel de Física que ganhou foi em razão da explicação que deu do efeito fotoelétrico e, genericamente, por seus trabalhos em Física Teórica. A partir de 1933, passou a residir em Princeton, Nova Jersey, onde trabalhou pelo resto de sua vida dedicando-se, principalmente, a encontrar uma teoria de unificação das leis físicas. Nunca aceitou a interpretação estatística da Mecânica Quântica. Neste sentido, é sua a famosa frase: "Por acaso Deus joga dados?" Um áudio, com sua voz inconfundível, explicando a famosa fórmula E = mc2 está disponível na na Biblioteca deste site. Quando visitou o Brasil, teria dito que é impossível citar os maiores físicos teóricos do mundo sem incluir o brasileiro Mario Schenberg. Faleceu em Princeton, em 18 de abril de 1955.

16 mar 1825: Camilo Castelo Branco
Escritor português, nascido em Lisboa. Foi uma das maiores figuras literárias de Portugal do século 19. Suas numerosas obras literárias incluem desde melodramas românticos até trabalhos que seguem a estética realista. Um dos maiores conhecedores do idioma português. Seu romance Amor de perdição está disponível na Biblioteca deste site. Faleceu em Seide, em 1 de junho de 1890.

21 mar 1768: Jean-Baptiste-Joseph Fourier
Matemático francês, nascido em Auxerre. Também egiptologista. Teve grande influência no desenvolvimento da física matemática em consequência do seu livro Théorie analytique de la chaleur, publicado em 1822. Contribuiu significativamente para o desenvolvimento da teoria das funções de uma variável real. Faleceu em Paris, em 16 de maio de 1830.

23 mar 1749: Pierre-Simon de Laplace
Matemático, astrônomo e físico francês, nascido em Beaumont-en-Auge. Seus trabalhos mais notáveis foram sobre Mecânica Celeste e Teoria Analítica das Probabilidades. Faleceu em Paris, em 5 de março de 1827.

23 mar 1882: (Amalie) Emmy Noether
Matemática alemã, nascida em Erlangen. Por suas importantes contribuições para o desenvolvimento da Álgebra Superior foi reconhecida como a algebrista mais criativa dos tempos modernos. Faleceu em Bryn Mawr, E.U.A., em 14 de abril de 1935.

27 mar 1845: Wilhelm Conrad Roentgen
Físico prussiano, nascido em Lennep. Por sua descoberta dos raios X, recebeu o primeiro prêmio Nobel de Física, em 1901. Faleceu em Munique, em 10 de fevereiro de 1923.

31 mar 1596: René Descartes
Matemático e filósofo francês, nascido em La Haye. Tem sido considerado o pai da filosofia moderna. Sua obra mais conhecida talvez seja o Discurso do método (disponível na Biblioteca deste site), onde aparece a famosa afirmação "Penso, logo existo". Faleceu em Estocolmo, em 1 de fevereiro de 1650.

31 mar 1906: Shin'ichiro Tomonaga
Físico japonês, nascido em Kyoto. Juntamente com Feynman e Schwinger, recebeu, em 1965, o prêmio Nobel de Física, pelos trabalhos que conduziram ao casamento (consistência) da Eletrodinâmica Quântica com a Teoria da Relatividade Restrita. Faleceu em Tokio, em 8 de julho de 1979.

Desta edição para o Almanaque