Almanaque - Edição 13 - Janeiro 2009

Físicos, matemáticos, engenheiros e quejandos

Flutuações estatísticas

Alguns anos atrás, eu estava como professor visitante na Universidade do México. Na ocasião, tive oportunidade de assistir a uma conferência proferida pelo físico E. U. Condon. Nessa conferência, ele resumiu o relatório sobre discos voadores que havia preparado, com a ajuda de um grupo de pesquisadores por ele coordenado, a pedido do governo dos Estados Unidos.

De acordo com o documento final de Condon, todos os casos levantados puderam ser explicados em termos de fenômenos ópticos ou de balões meteorológicos. Pouquíssimos casos
     
ficaram inexplicados. Condon os desprezou com base nas chamadas "flutuações estatísticas".

Naquela época comentava-se que, no laboratório onde Condon trabalhava, havia um quadro onde se via um disco voador aterrizado no pátio do laboratório e dois alienígenas arrastando Condon para dentro da nave. O físico esperneava gritando por socorro, enquanto um colega assistia impassível ao atentado.

— Você não vai ajudar o seu colega?, alguém perguntava.

— Não é necessário. Isso é apenas uma flutuação estatística.

A repartição de camelos

A singular aventura dos 35 camelos que deviam ser repartidos por três árabes. Beremis Samir efetua uma divisão que parecia impossível, contentando plenamente os três querelantes. O lucro inesperado que obteve com a transação.

Poucas horas havia que viajávamos sem interrupção, quando nos ocorreu uma aventura digna de registro, na qual meu companheiro Beremis, com grande talento, pôs em prática as suas habilidades de exímio algebrista.
Encontramos, perto de um antigo caravançará – refúgio construído pelo governo e por pessoas piedosas à beira do caminho, para servir de abrigo aos peregrinos; espécie de "rancho" de grandes dimensões em que se acolhiam as caravanas –, meio abandonado, três homens que discutiam acaloradamente ao pé de um lote de camelos.

Por entre pragas e impropérios gritavam possessos, furiosos:

— Não pode ser!
— Isto é um roubo!
— Não aceito!

O inteligente Beremis procurou informar-se do que se tratava.

— Somos irmãos – esclareceu o mais velho – e recebemos, como herança, esses 35 camelos. Segundo a vontade expressa de meu pai, devo eu receber a metade, o meu irmão Hamed Namir uma terça parte e ao Harim, o mais moço, deve tocar apenas a nona parte. Não sabemos, porém, como dividir dessa forma 35 camelos, e a cada partilha proposta, segue-se recusa dos outros dois, pois a metade de 35 é 17 e meio! Como fazer a partilha se a terça parte e a nona parte de 35 também não são exatas?

— Muito simples – atalhou, o "homem que calculava". Encarrego-me de fazer, com justiça, essa divisão, se permitires que eu junte aos 35 camelos da herança, este belo animal que, em boa hora, aqui nos trouxe!

Neste ponto, procurei intervir na questão:

— Não posso consentir em semelhante loucura! Como poderíamos concluir a viagem, se ficássemos sem o nosso camelo?

— Não te preocupes com o resultado, ó "bagdali"! replicou-me em voz baixa Beremis. Sei muito bem o que estou fazendo. Cede-me o teu camelo e verás, no fim, a que conclusão quero chegar.

Tal foi o tom de segurança com que ele falou, que não tive dúvida em entregar-lhe o meu belo "jamal" (uma das muitas denominações que os árabes dão ao camelo), que, imediatamente, foi reunido aos 35 ali presentes, para serem repartidos pelos três herdeiros.

— Vou, meus amigos – disse ele, dirigindo-se aos três irmãos – fazer a divisão justa e exata dos camelos que são agora, como veem, em número de 36.

E, voltando para o mais velho dos irmãos, assim falou:

— Devias receber meu amigo, a metade de 35, isto é, 17 e meio. Receberás a metade de 36 e, portanto 18. Nada tens a reclamar, pois é claro que saíste lucrando com esta divisão!

E, dirigindo-se ao segundo herdeiro, continuou:

— E tu, Hamed Namir, devias receber um terço de 35, isto é, 11 e pouco. Vais receber um terço de 36, isto é 12. Não poderás protestar, pois tu, também saíste com visível lucro na transação.

E disse, por fim, ao mais moço

— E tu, jovem Harim, segundo a vontade de teu pai, devias receber uma nona parte de 35, isto é, 3 e tanto. Vais receber uma nona parte de 36, isto é, 4. O teu lucro foi igualmente, notável. Só tens a agradecer-me pelo resultado!

E concluiu:

— Pela vantajosa divisão feita entre os irmãos Namir, partilha em que todos os três saíram lucrando, couberam 18 camelos ao primeiro, 12 ao segundo e 4 ao terceiro, o que dá um resultado (18+12+4) de 34 camelos. Dos 36 camelos, sobram, portanto, dois. Um pertence, como sabem, ao "bagdali" meu amigo e companheiro, outro toca por direito a mim, por ter resolvido, a contento de todos, o complicado problema da herança!

— Sois inteligente, ó estrangeiro! – exclamou o mais velho dos três irmãos. Aceitamos a vossa partilha na certeza de que foi feita com justiça e eqüidade!

E, o astucioso Beremis – o "homem que calculava" – tomou logo posse de um dos mais belos "jamales" do grupo e disse-me entregando-me pela rédea o animal que me pertencia:

— Poderás agora, meu amigo, continuar a viagem no teu camelo manso e seguro! Tenho um outro, especialmente para mim! E continuamos a nossa jornada para Bagdá.

(De O homem que calculava, Malba Tahan, ou Júlio César de Mello e Souza, Editora Saraiva)

Como você explica essa "mágica"?

Resposta na próxima edição.

Resposta da edição anterior:

(Artur, CD player, parque florestal);
(Ricardo, baralho, praia);
(Francisco, bicicleta, cidade serrana).

Não se confunda

Algumas palavras em inglês podem confundir-nos por sua semelhança com outra do vernáculo. Não se deixe enganar. Iremos mostrar algumas delas para prevenir os leitores interessados em inglês.

advice (édváis) s. Não significa aviso e, sim, 'conselho', 'recomendação'. Exemplo: I would appreciate an advice from you, agradeceria um conselho seu. Se quiser o verbo recomendar, use advise (édvaiz).

course (curs) s. Significa 'caminho', 'rota', 'curso' (de um rio por exemplo). Também pode ser usado para indicar 'curso', como em postgraduate course, curso de pós-graduação. Não se confunda com curse (ver edição de agosto de 2008).

experience (ikspíriens) Como substantivo, pode significar 'sensação'. Exemplo: Becoming aware of the depiction is a necessary step towards aesthetic experience of a picture, perceber a representação é um passo necessário na direção da sensação estética que se tem de um quadro. Como verbo, to experience religion significa converter-se a uma religião.

soap (sôup) Como substantivo significa 'sabão', 'sabonete'; como verbo, 'ensaboar'. Se quiser 'sopa', use soup (sup).

Regrinhas elementares de lógica

Raciocinar é um atributo do espírito. Raciocinar com acerto é um dever.

Continuamos com as lições elementares sobre as "leis do pensamento", iniciadas em edições anteriores.

Nas lições anteriores, vimos que um silogismo é constituído por proposições – duas premissas e a conclusão. Vimos, também, que as premissas podem ser afirmativas ou negativas, universais ou particulares, e são caracterizadas pelas vogais A, E, I e O.

É importante que você tenha entendido os conceitos de silogismo, proposição, premissas e conclusão. Toda ciência tem sua linguagem própria e é importante dominar essa linguagem. Se tem alguma dúvida, recomendamos reestudar as duas lições anteriores antes de prosseguir.

Agora vamos estudar com um pouco mais de detalhes a estrutura das proposições e enriquecer nosso vocabulário específico do assunto.

Retomemos o exemplo apresentado logo no início da primeira lição:

Todo homem é mortal.
Sócrates é homem.
Portanto, Sócrates é mortal.

Neste silogismo notamos a presença de três termos, a saber, homem, mortal e Sócrates.

O primeiro termo, 'mortal', se diz termo maior e é indicado pela letra T.

O segundo termo, 'Sócrates', se diz termo menor, e se indica pela letra t.

Finalmente, o termo 'homem' se diz termo médio e se indica pela letra M. O termo médio também é chamado de termo intermediário; é aquele que é eliminado na apresentação da conclusão (ver primeira lição). Em geral, ele entra como sujeito numa das premissas e como predicado na outra.

A premissa que contém o termo maior chama-se premissa maior, e a que contém o termo menor se chama premissa menor. No exemplo acima

a premissa maior é 'Todo homem é mortal' (contém o termo maior 'mortal'),

e a premissa menor é 'Sócrates é homem' (contém o termo menor 'Sócrates').

Note que na conclusão (Portanto, Sócrates é mortal), o termo médio foi eliminado. Assim, na conclusão aparecem apenas os termos maior e menor.

Exemplos

(1)
Um cachorro é um animal.
Totó é um cachorro.
Logo, Totó é um animal.

Termo maior: T = animal;
termo médio: M = cachorro;
termo menor: t = Totó.

(2)
Toda figura geométrica de quatro lados é um quadrilátero.
Um retângulo é uma figura geométrica de quatro lados.
Logo, um retângulo é um quadrilátero.

Termo maior: T = quadrilátero;
termo médio: M = figura geométrica de quatro lados;
termo menor: t = retângulo.

(3)
Toda criança gosta de doce.
Joãozinho é criança.
Logo, Joãozinho gosta de doce.

Termo maior: T = doce;
termo médio: M = criança;
termo menor: t = Joãozinho.

Por que os termos têm esses nomes? Geralmente, podemos entender a razão lançando mão do conceito de extensão. E isso não é nada complicado, como veremos.

Note que 'mortal' é um conceito mais amplo do que 'homem'. O conceito 'homem' está contido no conceito 'mortal'. Há outros mortais além do homem. Assim 'mortal' é uma classe maior, que contém 'homem'. Então, dizemos que 'mortal' tem extensão maior do que 'homem'.

O conceito de extensão é relativo. Para entender o significado desta afirmação, considere os termos: animal, cachorro e pequinês (estamos nos referindo a uma raça de cachorro e não àquele que nasceu em Pequim). O termo 'animal' tem extensão maior do que o termo 'cachorro'. Todo cachorro é animal, mas nem todo animal é cachorro. Por outro lado, o termo 'cachorro' tem extensão maior do que o termo 'pequinês'. Todo pequinês é cachorro, mas nem todo cachorro é pequinês.

Mais exemplos. Considere os termos:

(1) animal, homem, brasileiro. 'Animal' tem extensão maior do que 'homem'; este tem extensão maior do que 'brasileiro'.

(2) vegetal, fruta, banana. 'Vegetal' tem extensão maior do que 'fruta'; esta tem extensão maior do que 'banana'.

(3) polígono, quadrilátero, quadrado. 'Polígono' tem extensão maior do que 'quadrilátero' (todo quadrilátero é um polígono, mas nem todo polígono é um quadrilátero; pode ser um triângulo, por exemplo). 'Quadrilátero' tem extensão maior do que 'quadrado' (todo quadrado é um quadrilátero, mas nem todo quadrilátero é um quadrado; pode ser um retângulo, por exemplo).

Se um mesmo termo entra no silogismo com extensões diferentes, ele é considerado como sendo dois termos.

Hora de recreio


    Em um de seus shows, Sammy Davis Jr. apresenta o legendário pianista Liberace (Wladziu Valentino Liberace, 1919-1987), que interpreta "Malagueña" (Suíte andaluz de Ernesto Lecuona). No final do show, ambos apresentam um divertido espetáculo de sapateado (uma das especialidades de Sammy).

Clique na figura para ver o vídeo (duração: 7min26s).

Efemérides

01 jan 1893: Paulo Setúbal
Escritor brasileiro nascido em Tatuí, SP. Seu nome completo é Paulo de Oliveira Leite Setúbal. Seus romances tratam de temas da história do Brasil, de forma leve e bem humorada. Talvez seu livro mais conhecido seja A marquesa de Santos. Para baixá-lo, clique AQUI. Faleceu em São Paulo, em 4 de maio de 1937.

01 jan 1894: Satyendra Nath Bose
Físico e matemático indiano, mais conhecido como o descobridor dos bósons (este termo foi cunhado em sua homenagem). Juntamente com Einstein, criou a estatística Bose-Einstein que descreve o comportamento dos bósons. Faleceu em Calcutá, em 4 de fevereiro de 1974.

03 jan 1894: Luiz de Mattos
Filósofo, escritor, comerciante português radicalizado no Brasil. Codificador do Racionalismo Cristão. Fundador do jornal "A Razão" e elaborou o primeiro "Manual de Redação" que se conhece. Abolicionista, acolheu em sua fazenda e protegeu escravos que fugiam de seus cativeiros. Seus eloquentes e corajosos artigos publicados no jornal que fundou causaram muita perplexidade e despertaram enorme interesse dos seus leitores. O "A Razão" passou a ser o diário mais procurado e lido na ocasião. Faleceu no Rio de Janeiro, em 15 de janeiro de 1926. Para ler uma minibiografia, clique AQUI.

04 jan 1643: Isaac Newton
Cientista inglês (físico, matemático, astrônomo, alquimista e filósofo), nascido em Woolsthorpe. Em seu livro Philosophiae Naturalis Principia Mathematica, também conhecido como Principia, descreve sua famosa lei da gravitação universal e apresenta suas três leis em que se apoia a mecânica clássica. Faleceu em Londres, em 31 de março de 1727. Ver edição de dezembro deste Almanaque.

04 jan 1839: Casimiro de Abreu
Poeta brasileiro, nascido em Barra de São João, RJ. Seu nome completo é José Marques Casimiro de Abreu. Sua obra lírica está reunida no volume As primaveras, publicado em 1859. Faleceu em Nova Friburgo. em 18 de outubro de 1860.

21 jan 1929: Martin Luther King
Ativista político norte-americano, nascido em Atlanta, Geórgia. Batalhou pelos direitos civis, principalmente dos negros e mulheres. Seu discurso mais famoso é "Eu tenho um sonho". Recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1964. Foi assassinado em Memphis, Tenessee, em 4 de abril de 1968.

22 jan 1775: André-Marie Ampère
Matemático e físico francês, nascido em Polémieux-au-Mont-d'Or. Seus trabalhos em física mais importantes foram no campo do eletromagnetismo. Em sua homenagem, a unidade de intensidade de corrente elétrica no sistema SI se diz ampère, símbolo A. Faleceu em Marselha, em 10 de junho de 1836.

22 jan 1908: Lev Davidovich Landau
Físico russo, nascido em Baku. É considerado um dos maiores físicos do século XX. Deu importantes contribuições para o desenvolvimento de diversos campos da Física, como, Baixas Temperaturas, Estado Sólido, Atômica, Nuclear, Plasma e Energia Estelar. Muitos termos físicos levam o seu nome. Faleceu em Moscou, em 1 de abril de 1968.

23 jan 1862: David Hilbert
Matemático alemão, nascido em Königsberg. Seus trabalhos em Geometria são considerados os mais importantes desde Euclides. Propôs uma série de problemas que vêm estimulando o trabalho dos matemáticos. Faleceu em Göttingen, em 14 de fevereiro de 1943.

23 jan 1907: Hideki Yukawa
Físico japonês, nascido em Tóquio. Foi homenageado com o prêmio Nobel de Física em 1949 pelos seus trabalhos sobre partículas elementares. Com base em cálculos inteiramente teóricos, previu a existência de mésons. Foi o primeiro físico japonês com formação totalmente feita no Japão a receber o prêmio Nobel de Física. Faleceu em Kyoto, em 8 de setembro de 1981.

25 jan 1736: Joseph Louis Lagrange
Matemático italiano, nascido em Turim, distinguiu-se em todos os ramos da Análise, Teoria dos Números, Mecânica Analítica e Mecânica Celeste. Seu Mécanique Analytique, publicado em 1788, sintetiza todos os trabalhos no campo da Mecânica desde os dias de Newton. Faleceu em Paris, em 10 de abril de 1813.

Almanaque - Edição 14 - Fevereiro 2009

Físicos, matemáticos, engenheiros e quejandos

Platão disse: Deus geometriza.

Eis a continuação analítica dessa afirmação: os biólogos pensam que são bioquímicos; os bioquímicos pensam que são físico-químicos; os físico-químicos pensam que são físicos; os físicos pensam que são Deus; e Deus pensa que é matemático. (Contribuição de Manuel de Llano, México)

  Um matemático e um corretor da bolsa de valores foram a uma corrida de cavalos. O corretor sugeriu apostar R$ 10.000,00 no cavalo 4. O matemático, um pouco desconfiado, disse que gostaria de conhecer as regras, olhar o cavalo, etc. Em voz baixa, o corretor disse que conhecia um esquema infalível. Mas o matemático decidiu não apostar.

— Você é muito teórico, disse o corretor e apostou no cavalo.
Ganhou muito dinheiro, pois o cavalo em que apostou chegou em primeiro lugar. Com ares de triunfo ele disse:
— Eu falei que conhecia um esquema infalível.
— Qual é o seu segredo? perguntou o matemático.
— É muito simples. Tenho dois filhos, um de dois e outro de três anos. Somei as idades e apostei no número 4.
— Mas, 2 mais 3 dá 5, protestou o matemático.
— Como eu lhe disse, você é muito teórico, respondeu o corretor. Acabo de demonstrar experimentalmente que meu cálculo está correto: 2 + 3 = 4!

Problemas de lógica

Gatinhos pretos e brancos

A gata da Sueli teve uma ninhada de gatinhos. Alguns são inteiramente pretos e outros inteiramente brancos. Cada gatinho preto tem o mesmo número de irmãos pretos e brancos. Mas cada gatinho branco tem duas vezes mais irmãos pretos que brancos. Quantos gatinhos há na ninhada?

 
  Três cachorrinhos

Três cachorrinhos estavam andando,
um atrás do outro. Os nomes dos filhotes eram Manchinha, Peludo e Soneca. Manchinha estava atrás de Soneca. Peludo estava na frente de Manchinha, e Soneca estava na frente de Peludo.
Qual cachorrinho estava no começo da fila?
(Contribuições de Ana Maria Aguilera de Barros)

Resposta na próxima edição.

Resposta da edição anterior:

A soma das frações 1/2 (metade que cabe ao irmão mais velho), 1/3 (terça parte que cabe a Hamed) e 1/9 (nona parte que cabe a Harim) é menor do que 1. Logo, na repartição dos camelos iria sobrar alguma coisa. Beremis imediatamente percebeu isso e rapidamente calculou que a fração que sobrava, aplicada a 36 camelos, daria exatamente 2 camelos.

Não se confunda

Algumas palavras em inglês podem confundir-nos por sua semelhança com outra do vernáculo. Não se deixe enganar. Iremos mostrar algumas delas para prevenir os leitores interessados em inglês.

letter (létar) s. Significa 'letra', mas é bastante usado como 'carta'. She wrote a letter to her friend. Ela escreveu uma carta para sua amiga.

inauguration (enaugurêishian) s. Além de 'inauguração', significa também 'posse', 'investidura'. Nos dias atuais, nos Estados Unidos da América fala-se muito na inauguration of Barack Obama, recentemente eleito presidente do país. Inauguration Day é o dia de posse do presidente daquele país (20 de janeiro).

subject (sâbjéct) s. Significa 'sujeito'. Pode, também, ser 'assunto', 'tema'. The subject of his talk was greenhouses. O tema de sua palestra foi estufas.

Regrinhas elementares de lógica

Raciocinar é um atributo do espírito. Raciocinar com acerto é um dever.

Nesta edição concluímos as lições elementares sobre as "leis do pensamento", iniciadas em edições anteriores.

Antes de continuar, recomenda-se ao leitor recapitular os conceitos de proposição, premissas, silogismo, termos (maior, médio e menor).

Os silogismos devem observar algumas regras empíricas. As fundamentais são apenas três, mas, para facilitar o estudo, costuma-se apresentar oito regras.

As oito regras do silogismo

1ª O silogismo deve ter apenas três termos.

Esta regra talvez seja a que requer análise mais cuidadosa. Daremos alguns exemplos que ajudarão a entendê-la.

O cão late.
O cão é uma constelação.
Logo, uma constelação late.


Neste exemplo, o termo médio 'cão' se apresenta com duas extensões. O silogismo tem, então, quatro termos.

Alguns homens são dignos.
Os criminosos são homens.
Logo, os criminosos são dignos.


Neste exemplo, o termo médio 'homens' é tomado numa premissa em parte de sua extensão e, na outra, em outra parte de sua extensão. O silogismo tem, então, quatro termos.

As estrelas são sóis.
Toda estrela é um astro.
Logo, todo astro é um sol.


Este silogismo tem quatro termos, porque 'astro' é tomado particularmente na premissa menor (a segunda), e universalmente na conclusão. Para que o silogismo fosse correto seria necessário concluir: Portanto, algum astro é um sol. ('astro' não teria duas extensões.)

2ª O termo médio nunca pode entrar na conclusão.

3ª O termo maior é predicado na conclusão e o termo menor é sujeito da conclusão.

4ª O termo médio tem que ter extensão universal pelo menos numa das premissas.

5ª Nenhum termo pode ter maior extensão na conclusão do que nas premissas.

6ª Na conclusão segue-se a parte mais fraca.

Seguem algumas considerações para facilitar o entendimento desta regra:

° uma proposição negativa é mais fraca do que uma proposição afirmativa;
° uma proposição particular é mais fraca do que uma proposição universal.

7ª De duas premissas negativas nada se pode concluir.

No caso de duas premissas negativas, o termo médio não desempenha o seu papel de mediador entre os termos maior e menor.

8ª De duas premissas particulares nada se pode concluir.

Estas oito regras estão contidas nas três regras fundamentais, indicadas a seguir.

As três regras fundamentais do silogismo

1. O silogismo deve ter apenas três termos.

2. Nada se conclui de duas premissas negativas.

3. Nada se conclui de duas premissas particulares.

Quem quiser ver como as oito regras anteriores se resumem a estas três fundamentais pode consultar a bibliografia indicada.

Mais exemplos ilustrativos:

A) Açúcar é doce.
Açúcar é um metal.
Logo, metal é doce.


Viola a primeira regra.

B) Os pássaros voam.
Os pássaros são animais.
Logo, os animais voam.


Viola a primeira regra.

C) Os poderosos não são misericordiosos.
Os pobres não são poderosos.
Logo, os pobres são misericordiosos.


Peca contra a segunda regra fundamental (ou a sétima).

D) Todos os homens são seres vivos.
Todos os seres vivos são mortais.
Logo, todos os seres vivos são homens.


Ilegítimo: o termo médio não pode aparecer na conclusão (segunda regra).

E) Todos os gatos são mortais.
Todos os gatos são quadrúpedes.
Logo, todos os mortais são quadrúpedes.


Peca-se contra contra a quinta regra. A conclusão lógica correta seria Logo, alguns quadrúpedes são mortais.

F) Alguns animais não são quadrúpedes.
Alguns seres vivos não são animais.
Logo, alguns seres vivos não são quadrúpedes.


Peca contra a sétima e a oitava regras.

G) Alguns índios não são brancos.
Alguns brancos são portugueses.
Logo, alguns portugueses não são índios.


Ilegítimo, porque de duas premissas particulares nada se pode concluir (oitava regra).

  H) Divirta-se (porque ninguém é de ferro): Perguntou-se a um lógico o que ele preferia: metade de um ovo cozido ou a bem-aventurança na vida eterna. Ele respondeu
– Metade de um ovo, pois nada é melhor do que a bem-aventurança na vida eterna, e meio ovo é melhor do que nada.


Bibliografia

Jacques Maritain, A ordem dos conceitos. Lógica Menor. Rio de Janeiro: Agir, 1958.

Efemérides

06 fev 1608: Padre Antonio Vieira
Jesuíta, escritor e orador português, nascido em Lisboa. Condenado e preso pela Inquisição por desenvolver campanha em defesa dos índios. Sua obra mais famosa é Os sermões. Seu trabalho De profecia e inquisição, que é uma defesa do livro intitulado Quinto império, está disponível na Biblioteca deste site. Faleceu em Salvador, BA, em 18 de julho de 1697.

11 fev 1839: Josiah Willard Gibbs
Físico e químico norte-americano, nascido em New Haven, Connecticut, considerado o maior cientista nascido nos Estados Unidos da América. As suas aplicações da termodinâmica aos processos físicos levou à criação da Mecânica Estatística e, mais tarde, essa sua abordagem foi estendida à Mecânica Quântica. Faleceu em New Haven, em 28 de abril de 1903.

12 fev 1809: Charles Darwin
Naturalista inglês, nascido em Shrewsbury. A seleção natural, da luta pela sobrevivência dos mais aptos, é a base central da sua teoria evolucionista. Sua obra mais conhecida é A origem das espécies que tinha originalmente por título "Sobre a origem das espécies por meio da seleção natural ou a conservação das raças favorecidas na luta pela vida. Faleceu em Downe, em 19 de abril de 1882.

12 fev 1918: Julian S. Schwinger
Físico norte-americano. Abiscoitou o Prêmio Nobel de Física em 1965 pelos trabalhos fundamentais em Eletrodinâmica Quântica, com profundas implicações na Física de partículas. Faleceu em 16 de julho de 1994.

14 fev 1564: Galileo Galilei
Físico, matemático e astrônomo italiano, nascido em Pisa, é considerado o fundador do método experimental. Entrou em conflito com a Igreja devido ao seu apoio explícito às idéias de Copérnico. Quase foi conduzido à fogueira por isso. Pressionado pelo temor, renegou suas idéias, mas teve de viver o resto de sua vida em prisão domiciliar. Apenas recentemente a Igreja Católica o perdoou. Foi o primeiro a usar a Matemática para descrever os fenômenos físicos. Propôs o uso de pêndulo para relógios e desenvolveu o telescópio com o qual descobriu as crateras lunares, as manchas solares, os satélites de Júpiter e as fases de Mercúrio. Faleceu em Arcetri, nas proximidades de Florença, em 8 de janeiro de 1642.

15 fev 1850: Sonja (ou Sofia) Kowalewski
Matemática russa, nascida em Moscou. Notabilizou-se por suas valiosas contribuições para a teoria das equações diferenciais. Em 1888 ganhou o prêmio Borodin, da Academia de Ciências da Suécia, por seu trabalho sobre a rotação de um corpo rígido em torno de um ponto. Esse trabalho foi tão notável que dobraram o valor do prêmio. Faleceu em Estocolmo, em 10 de fevereiro de 1891.

18 fev 1745: Alessandro Volta
Físico italiano, conhecido especialmente pela invenção da bateria. Mais tarde, viria a receber o título de conde. Faleceu em Como em 5 de março de 1827.

19 fev 1473: Nicolaus Copérnico
Astrônomo polonês, nascido em Torun. Numa época em que a Terra era tida como o centro do universo, Copérnico revolucionou o mundo intelectual propondo o sistema heliocêntrico. Ele afirmou que a Terra girava em torno de si própria e transladava em torno do Sol. Faleceu em Frauenburg, Prússia, hoje cidade polonesa chamada Frembork, em 24 de maio de 1543.

20 fev 1844: Ludwig Eduard Boltzmann.
Físico austríaco, nascido em Viena. Sua contribuição mais importante foi para o desenvolvimento da Mecânica Estatística. Foi um dos primeiros a reconhecer a teoria eletromagnética de Maxwell. Derivou a lei geral que rege a distribuição de energia num sistema e enunciou o teorema da equipartição de energia. Foi muito mal compreendido pelos seus contemporâneos que não perceberam a natureza estatística da sua abordagem dos problemas. Os ataques constantes dos colegas à sua teoria finalmente deixaram-no muito cansado e, em profunda depressão, acabou suicidando-se, em Duino, Itália, em 5 de setembro de 1906.

Almanaque - Edição 15 - Março 2009

Físicos, matemáticos, engenheiros e quejandos

Perguntaram a um físico, um matemático e um místico qual era a maior invenção de todos os tempos. O físico mencionou o fogo, que deu à humanidade poder sobre a matéria. O matemático escolheu o alfabeto, que deu à humanidade poder sobre os símbolos. O místico escolheu a garrafa térmica.
— Por que a garrafa térmica? – perguntaram os outros.
— Porque ela mantém líquidos quentes no inverno e frios no verão.
— E daí?
— Pense um pouco, disse o místico reverentemente. Aquela garrafinha, como ela "sabe"?

Chegando da universidade, orgulhosamente um estudante mostrou aos pais um belo troféu, desses que são dados quando se ganha alguma coisa. Ele explicou:
— Ganhei no concurso de matemática superior. Perguntaram-me quanto era
7 + 7. Respondi 12 e fiquei em terceiro lugar.
         


Problemas de lógica

Dois grandes livros estavam lado a lado na prateleira. O primeiro, à esquerda, tinha duzentas folhas. O segundo, à direita, tinha cem páginas. Uma lagarta faminta se aproximou do primeiro livro. Ela comeu da primeira página do primeiro livro até a última página do segundo livro. Quantas páginas (sem contar as capas) ela comeu?     
(Colaboração de Ana Maria de Barros)

Resposta na próxima edição.

Resposta da edição anterior:

Problema dos gatinhos. Há 7 gatinhos: 4 pretos e 3 brancos.
Problema dos cachorrinhos. Primeiro da fila: Soneca; último: Peludo.

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Após o texto há uma pequena lista de palavras com sua tradução adequada ao texto.

Quick thinking

One night a hotel caught fire, and the people who were staying in it ran out in their night clothes.
Two men stood outside and looked at the fire.
"Before I came out," said one, "I ran into some of the rooms and found a lot of money. People don't think of money when they're afraid. When anyone leaves paper money in a fire, the fire burns it. So I took all the notes that I could find. No one will be poorer because I took them."
"You don't know me," said the other, "and you don't know my work."
"What is your work?"
"I am a policeman."
"Oh!" cried the first man. He thought quickly and said, "And do you know my work?"
"No," said the policeman.
"I am a writer. I am always telling stories about things that never happened."

Vocabulário:

burns: queima;
caught fire: pegou fogo;
clothes: roupas;
come out: sair;
happened: aconteceram;
       poorer: mais pobre;
quickly: rapidamente;
run into: entrei;
telling: contando;
thought: pensou.

Pérolas dos vestibulares

Coleção de respostas colhidas do Exame Nacional do Ensino Médio
(Os comentários jocosos, em itálico, são dos professores que corrigiram as provas.)

Esta seção, embora bem-humorada, serve, também, para denunciar a baixa qualidade de ensino em nosso país. Esses candidatos foram aprovados em todos os níveis pré-universitários em nossas escolas. Estariam, portanto, qualificados para inscrever-se em cursos superiores. Não são diretamente responsáveis pelas condições de instrução em que se encontram. Merecem, por isto, nosso respeito.

O tema deste ano foi "Aquecimento global".

1) O problema da amazônia tem uma percussão mundial. Várias Ongs já se estalaram na floresta. (Percussão e estalos. Vai ficar animado o negócio.)

2) Precisamos de oxigênio para nossa vida eterna. (Amém.)

3) Explorar sem atingir árvores sedentárias. (Peguem só as que estiverem fazendo caminhadas e flexões.)

4) A floresta tá ali paradinha no lugar dela e vem o homem e créu. (E na velocidade 5!)

5) Tem que destruir os destruidores por que o destruimento salva a floresta. (Pra deixar bem claro o tamanho da destruição.)

6) Na floresta amazônica tem muitos animais: passarinhos, leões, ursos, etc. (Deve ser a globalização.)

7) Espero que o desmatamento seja instinto. (Selvagem.)

8) A floresta está cheia de animais já extintos. Tem que parar de desmatar para que os animais que estão extintos possam se reproduzirem e aumentarem seu número respirando um ar mais limpo. (O verdadeiro milagre da vida.)

9) A emoção de poluentes atmosféricos aquece a floresta. (Também fiquei emocionado com essa.)

10) Tem empresas que contribui para a realização de árvores renováveis. (Todo mundo na vida tem que ter um filho, escrever um livro, e realizar uma árvore renovável.)

(Contribuição de Ana Maria de Barros)

Efemérides

03 mar 1845: Georg Ferdinand Ludwig Philipp Cantor
Matemático russo, nascido em São Petersburg. Fundador da Teoria dos Conjuntos. Introduziu o conceito de números transfinitos. Faleceu em Halle, Alemanha, em 6 de janeiro de 1918.

14 mar 1847: Castro Alves
Poeta brasileiro nascido em Curralinho-BA (hoje Castro Alves). Considerado um dos mais expressivos representantes do Romantismo brasileiro, ao lado de Gonçalves Dias. Seu livro Espumas flutuantes (disponível na Biblioteca deste site) consagrou-o para sempre. Seus poemas são lidos e admirados ainda hoje, especialmente aqueles em que denuncia a iniquidade da escravidão. Faleceu em Salvador-BA, em 6 de julho de 1871.

14 mar 1879: Albert Einstein
Físico alemão, nascido em Ulm. Considerado um dos gênios do século e mais conhecido pela sua Teoria da Relatividade Restrita. Criou também a Teoria da Relatividade Geral, ou mais apropriadamente, Teoria da Gravitação. Entretanto, o prêmio Nobel de Física que ganhou foi em razão da explicação que deu do efeito fotoelétrico e, genericamente, por seus trabalhos em Física Teórica. A partir de 1933, passou a residir em Princeton, Nova Jersey, onde trabalhou pelo resto de sua vida dedicando-se, principalmente, a encontrar uma teoria de unificação das leis físicas. Nunca aceitou a interpretação estatística da Mecânica Quântica. Neste sentido, é sua a famosa frase: "Por acaso Deus joga dados?" Quando visitou o Brasil, teria dito que é impossível citar os maiores físicos teóricos do mundo sem incluir Mario Schenberg. Faleceu em Princeton, em 18 de abril de 1955.

16 mar 1825: Camilo Castelo Branco
Escritor português, nascido em Lisboa. Foi uma das maiores figuras literárias de Portugal do século 19. Suas numerosas obras literárias incluem desde melodramas românticos até trabalhos que seguem a estética realista. Um dos maiores conhecedores do idioma português. Faleceu em Seide, em 1 de junho de 1890.

21 mar 1768: Jean-Baptiste-Joseph Fourier
Matemático francês, nascido em Auxerre. Também egiptologista. Teve grande influência no desenvolvimento da física matemática em consequência do seu livro Théorie analytique de la chaleur, publicado em 1822. Contribuiu significativamente para o desenvolvimento da teoria das funções de uma variável real. Faleceu em Paris, em 16 de maio de 1830.

23 mar 1749: Pierre-Simon de Laplace
Matemático, astrônomo e físico francês, nascido em Beaumont-en-Auge. Seus trabalhos mais notáveis foram sobre Mecânica Celeste e Teoria Analítica das Probabilidades. Faleceu em Paris, em 5 de março de 1827.

23 mar 1882: (Amalie) Emmy Noether
Matemática alemã, nascida em Erlangen. Por suas importantes contribuições para o desenvolvimento da Álgebra Superior foi reconhecida como a algebrista mais criativa dos tempos modernos. Faleceu em Bryn Mawr, E.U.A., em 14 de abril de 1935.

27 mar 1845: Wilhelm Conrad Roentgen
Físico prussiano, nascido em Lennep. Por sua descoberta dos raios X, recebeu o primeiro prêmio Nobel de Física, em 1901. Faleceu em Munique, em 10 de fevereiro de 1923.

31 mar 1596: René Descartes
Matemático e filósofo francês, nascido em La Haye. Tem sido considerado o pai da filosofia moderna. Sua obra mais conhecida talvez seja o Discurso do método, onde aparece a famosa afirmação "Penso, logo existo". Faleceu em Estocolmo, em 1 de fevereiro de 1650.

31 mar 1906: Shin'ichiro Tomonaga
Físico japonês, nascido em Kyoto. Juntamente com Feynman e Schwinger, recebeu, em 1965, o prêmio Nobel de Física, pelos trabalhos que conduziram ao casamento (consistência) da Eletrodinâmica Quântica com a Teoria da Relatividade Restrita. Faleceu em Tokio, em 8 de julho de 1979.

Almanaque - Edição 16 - Abril 2009

Físicos, matemáticos, engenheiros e quejandos

 Alguns engenheiros foram chamados para medir a altura de um mastro de bandeira. Eles tinham à disposição apenas uma trena, e não conseguiam medir a altura porque a trena sempre se dobrava e caía. Passou por ali um matemático. Sabendo qual era o problema, removeu o mastro, deitou-o no chão e fez a medição facilmente. Depois que ele se foi, um dos engenheiros disse ao outro:
— Tinha que ser um matemático! Precisamos saber a altura e ele nos dá o comprimento.
     
       

 O Diretor de Campo de uma universidade reclama com o Departamento de Física:
— Por que estão sempre pedindo dinheiro para laboratórios, equipamentos caros, etc.? Por que não podem ser como o Departamento de Matemática? Todo dinheiro que eles precisam é para lápis, papel e um cesto de lixo. Ou ainda melhor, como o Departamento de Filosofia? Tudo que eles precisam é de lápis e papel.
     

Problemas de lógica

Veja um esquema para resolver esse tipo de problema clicando AQUI. Use o esquema para resolver o problema proposto.

A família Soares consiste de marido, mulher, seu filho, a irmã do Sr. Soares e o pai da Sra. Soares. Todos residem em Pirapora há muitos anos. Presentemente, os cinco membros da família exercem a profissão de comerciante, advogado, carteiro, médico e professor, não respectivamente.

1. O advogado e o professor não são parentes consanguíneos.

2. O comerciante é mais jovem do que sua cunhada, mas mais velho do que o professor.

3. O médico, que conseguiu uma bolsa de estudos para custear a faculdade, é mais velho do que o carteiro.

Qual a profissão de cada membro da família? (Desconsidere que as profissões foram informadas no masculino.)

Resposta na próxima edição.

Resposta da edição anterior:
Duas páginas. Quando dois livros estão lado a lado numa prateleira, a capa da frente do primeiro livro está enconstada na capa de trás do segundo livro. A primeira página de um livro fica logo depois da primeira capa, enquanto a última página de um livro fica ao lado da última capa. Assim, a lagarta começou comendo a primeira página do primeiro livro, depois comeu a capa da frente do primeiro livro, em seguida comeu a capa de trás do segundo livro e, finalmente, a última página do segundo livro. Portanto, no total, a lagarta comeu duas páginas.

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Após o texto há uma pequena lista de palavras com sua tradução adequada ao texto.

Is it true?

HENRY was a great reader. One day he read a book and said,
"Is this a true story, Father?"
"What does it matter?" said his father. "Some stories are true and some are not true. Stories are written to please people. But sometimes you can find the answer to your question. You must think about the story. In one book a horse is changed into a man. Is it true?"
"No, Father."
"You're right. It can't be true. You only have to think a little. Then you know the answer to the question."

One day his father was telling Henry about the writer, H. G. Wells.
"Here's a book which Wells wrote," said his father. "It's a story about a man who's living now. He's very tired. He's ill and he can't sleep. So he goes to see a doctor and at last he falls asleep. But he sleeps for more than two hundred years!"
"Is it true?" asked Henry.

Vocabulário:

falls asleep: adormece;
ill: doente;
telling: contando;
tired: cansado;
to find: encontrar;
      
to please: agradar;
to sleep: dormir;
true: verdadeiro;
what does it matter?: o que importa?;
you're right: você está certo.

Pérolas dos vestibulares

Coleção de respostas colhidas do Exame Nacional do Ensino Médio
(Os comentários jocosos, em itálico, são dos professores que corrigiram as provas.)

O tema deste ano foi "Aquecimento global".

Esta seção, embora bem-humorada, serve, também, para denunciar a baixa qualidade de ensino em nosso país. Esses candidatos foram aprovados em todos os níveis pré-universitários em nossas escolas. Estariam, portanto, qualificados para inscrever-se em cursos superiores. Não são diretamente responsáveis pelas condições de instrução em que se encontram. Merecem, por isto, nosso respeito.

11) A principal vítima do desmatamento é a vida ecológica. (Deve ser culpa da morte ecológica.)

12) A floresta amazônica não pode ser destruída por pessoas não autorizadas. (Onde está o Guarda Belo nessas horas?)

13) A amazônia está sendo devastada por pessoas que não tem senso de humor. (A solução é colocar lá o pessoal da Zorra Total para cortar árvores.)

14) A amazônia está sofrendo um grande, enorme e profundíssimo desmatamento devastador, intenso e imperdoável. (Campeão da categoria "maior enchedor de linguiça".)

15) Uma vez que se paga uma punição xis, se ganha depois vários xises. (Gênio da matemática.)

16) O povo amazônico está sendo usado como bote expiatório. (Ótima.)

17) Na cama dos deputados foram votadas muitas leis. (Imaginem as que foram votadas no banheiro deles.)

18) Os dismatamentos é a fonte de inlegalidade e distruição da froresta amazonia. (Oh, god.)

19) O que vamos deixar para nossos antecedentes? (Dicionários.)

(Contribuição de Ana Maria de Barros)

Efemérides

09 abr 1869: Élie-Joseph Cartan
Matemático francês, nascido em Dolomieu. Desenvolveu a teoria dos grupos de Lie e contribuiu para a teoria das subálgebras. Faleceu em Paris em 6 de maio de 1951.

15 abr 1707: Leonard Euler
Físico e matemático suíço, nascido em Basilea. É considerado o pai da geometria analítica moderna. Introduziu o uso do cálculo infinitesimal para desenvolver a Mecânica. Também desenvolveu uma teoria para explicar os movimentos da lua (problema de três corpos) e foi pioneiro na ciência da Hidrodinâmica. Faleceu em São Petersburgo em 18 de setembro de 1783.

16 abr 1845: Julio Ribeiro
Escritor e gramático brasileiro, nascido em Sabará, MG. Não há acordo sobre o dia em que nasceu. Alguns biógrafos apontam como sendo 10 de abril. Criador da bandeira do estado de São Paulo, concebida em 1888 para ser a bandeira da República. Foi membro da Academia Brasileira de Letras. Anticlerical e ardoroso representante do Naturalismo, movimento fundado pelo francês Émile Zola. A Carne, publicado em 1888, é seu romance mais conhecido, possivelmente a sua obra-prima, e está disponível na Biblioteca deste site. Faleceu em Santos em 01 de novembro de 1890.

18 abr 1882: Monteiro Lobato
Escritor brasileiro nascido em Taubaté, SP. Dotado de grande poder de expressão e domínio de linguagem. Revolucionou a indústria e a comercialização de livros. Fundador da moderna literatura infanto-juvenil brasileira, criou personalidades antológicas, como Jeca Tatu, Visconde de Sabugosa, a boneca Emília e Dona Benta, proprietária do Sítio do Picapau Amarelo. De suas obras para adultos, destacam-se Urupês e A onda verde. Faleceu em São Paulo. em 4 de julho de 1948. (Os livros Reinações de Narizinho e O Sítio do Pica-pau Amarelo estão disponíveis na Biblioteca deste site.)

19 abr 1883: Getúlio Dorneles Vargas
Nascido em São Borja, RS, foi presidente do Brasil duas vezes: 1930-1945 e 1951-1954. Após ter sido derrotado como candidato à presidência em 1930 (na época governador do estado do Rio Grande do Sul), conduziu uma revolução que o levou ao poder. Manteve a Assembleia Constituinte até 1937, quando decidiu governar por si mesmo, criando o Estado Novo. Durante seu segundo mandato, diante dos sucessivos escândalos que abalaram o seu governo, suicidou-se no Rio de Janeiro em 24 de agosto de 1954.

20 abr 1884: Augusto dos Anjos
Poeta brasileiro nascido em Cruz do Espírito Santo, PB, famoso por sua linguagem de expressão científica. Sua obra mais conhecida é Eu ("A mais abstrusa das mesclas de lirismo espiritual e de rudeza materialista", Agripino Griecco). Faleceu em Leopoldina, MG, em 12 de novembro de 1914.

21 abr 1792: Execução e morte de Joaquim José da Silva Xavier
Nascido em Pombal, MG, em 16 de agosto de 1746 ou 12 de novembro de 1748, é mais conhecido como Tiradentes, por ter sido dentista. Grande patriota e mártir, organizou e liderou a primeira grande insurreição contra o governo português no Brasil. Considerado herói nacional, é também lembrado como um dos precursores dos movimentos de independência na América Latina. A execução se deu no Rio de Janeiro.

23 abr 1858: Max Karl Ernst Ludwig Planck
Físico alemão nascido em Kiel. Sua teoria quântica e a teoria da relatividade, de Einstein, inauguraram a era moderna da Física. Seus primeiros trabalhos, influenciados por Clausius, foram em termodinâmica. Depois dedicou-se ao estudo das propriedades físicas do corpo negro. Foi nessa ocasião que ele introduziu a ideia revolucionária da quantização da energia. Demorou muito para Planck acreditar nos quantos que ele mesmo descobriu, apesar dos trabalhos de Einstein (efeito foto-elétrico) e de Bohr (modelo atômico). Recebeu o prêmio Nobel de Física em 1918. Faleceu em Gotemburgo em 4 de outubro de 1947.

25 abr 1900: Wolfgang Pauli
Físico austríaco nascido em Viena. Passou a maior parte de sua vida em Zurique. Uma de suas contribuições mais importantes à Física Moderna é o descobrimento do Princípio de Exclusão de Pauli. Foi ele quem por primeira vez propôs a existência do neutrino (descoberto apenas 30 anos depois). Recebeu o prêmio Nobel de Física em 1945. Faleceu em Zurique em 15 de dezembro de 1958.

29 abr 1854: Henri Jules Poincaré
Matemático, cosmólogo e filósofo da ciência francês, nascido em Nancy, Lorena. Mais conhecido pelas suas inúmeras contribuições para a Matemática (pura e aplicada) e Mecânica Celeste. Considerado por muitos como o último universalista. Faleceu em Paris em 17 de julho de 1912.

30 abr 1777: Johann Karl Friederich Gauss
Matemático alemão nascido em Brunswick num pobre casebre. Inventou o método conhecido como mínimos quadrados e fez muitas contribuições para a Teoria dos Números. Descobriu uma geometria não euclidiana. Tornou-se célebre quando mostrou como redescobrir o asteroide Ceres, cujas coordenadas haviam sido perdidas. Mais tarde interessou-se pelo estudo do magnetismo, em particular do magnetismo terrestre. Também é lembrado pelas suas contribuições à Estatística e ao Cálculo Infinitesimal. Faleceu em Gotemburgo em 23 de fevereiro de 1855.

Almanaque - Edição 17 - Maio 2009

Físicos, matemáticos, engenheiros e quejandos

Cansado de viver sozinho no pequeno sítio onde fazia todas as tarefas, uma bela manhã decidiu casar-se. Fez a barba, vestiu sua melhor roupa, lustrou os sapatos, arrumou a mula e foi à cidade. Lá chegando, casou-se, colocou sobre a mula as coisas da mulher e partiram de volta ao sítio.

Na saída de cidade, a mula caiu e as coisas se espalharam pelo chão. Arrumou tudo novamente sobre a mula e disse:

— Uma, e continuaram a viagem.

No meio do caminho, a mula caiu novamente. Mais uma vez ele colocou tudo sobre o animal e disse:

— Duas, e continuaram a viagem.

Já na entrada do sítio, a mula caiu mais uma vez. E ele disse:

— Três, sacou o revólver e matou a mula.

Espantada com o que viu a mulher não se conteve:

— Mas que homem desalmado! Por que matar a pobre mula? Só porque caiu? Você não tem coração? Fico imaginando com quem casei. E olha que recusei muitas boas ofertas de casamento e fui me casar justamente com um impiedoso e sem compaixão! Vir para cá e ver uma coisa dessas!

Quando ela cansou de falar, o sitiante disse:

— Uma.

E foram felizes para sempre.

Passatempo

O enigma do marinheiro

Muito tempo atrás, um navio estava ancorado no porto de Amsterdã. Uma escada de corda estava pendurada no casco do navio. Havia dezesseis degraus na escada, e o último degrau encostava na água. A cada meia hora, a maré subia exatamente metade da distância entre um degrau e outro. Quanto tempo levou para a maré cobrir quatro degraus da escada?

(Colaboração de Ana Maria Aguilera de Barros)

       


Encontre uma estrela de cinco pontas.



Resposta na próxima edição.

Resposta da edição anterior:

Sr. Soares: professor;
Sra. Soares: advogada;
Filho dos Soares: carteiro;
Irmã do Sr. Soares: comerciante;
Pai da Sra. Soares: médico.

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Após o texto há uma pequena lista de palavras e expressões para ajudá-lo.

The policeman and the thief


   In a small town far away, a man stole some money from a house. The police began to look for the thief, and they found him in two days. They brought him to the police station and found some of the money in his coat.

There was a new policeman at the police station, and they wanted to give him some work. "Take this thief to the city," said one of them. "You must go there by train, and it goes very soon. Don't be late."
The policeman and the thief set out along the road to the station. On their way they come to a shop. In this shop bread was sold.

"We have no food and we must eat something in the train," said the thief. "It's a long way to the city and it will take a long time. I'll go into this shop and buy some bread. Then you and I can eat it in the train. Wait here for me."

The policeman was glad. "I'll have some food in the train," he thought. "Be quick," he said to the thief. "We haven't much time."

The thief went into the shop, and the policeman waited in the street for a long time. But then he began to think about the train, and at last he went into the shop.

"Where's that man who came in here to buy some bread?" asked the policeman.

"Oh, he went out of the back door," said the shopkeeper.

The policeman ran out of the back door, but he could not see the thief. He ran down the road, but he could not find him. So he had to go back to the police station and tell the others about it. They were very angry with him and he was very unhappy.

All the police of the town began to look for the thief again, and they soon caught him. They brought him back to the police station and called the same policeman.

"Now," said one of them angrily, "take him to the city, and don't lose him again!"

The policeman and the thief set out again along the same road to the station, and they came to the same shop.

"Wait here," said the thief. "I want to go into that shop and buy some bread for our journey."

"Oh, no," said the policeman. "You did that before, and you ran away. This time, I'll go into the shop and buy the bread, and you must wait here for me."

Vocabulário

angry: furioso;
buy: comprar;
don't be late (do not be late): não se atrase;
don't lose him again: não o perca novamente;
go into: entrar;
he went out of the back door: ele saiu pela porta dos fundos;
it goes very soon: ele vai partir logo;
it will take a long time: vai demorar muito;
journey: viagem;
police station: delegacia de polícia;
ran away (passado de run away): fugiu;
set out along the road: saíram a caminho;
stole: roubou (passado de to steal);
they soon caught him: logo o apanharam;
thief: ladrão;
train: trem.

Frases engraçadas

As frases seguintes foram ditas por pessoas de certa notoriedade, ou publicadas em respeitáveis jornais.

Estar vivo é o contrário de estar morto.
Nós somos humanos como as pessoas.
Inácio fechou os olhos e olhou para o céu!
O [time do] meu coração só tem uma cor: azul e branco.
A China é um país muito grande, habitado por muitos chineses.
É trágico! Está a arder uma vasta área de pinhal de eucaliptos.
Um morreu e o outro está morto.
Prognósticos só depois do jogo.
Antes de apertar o pescoço da mulher até à morte, o velho reformado suicidou-se.
Quatro hectares de trigo foram queimados. Em princípio trata-se de incêndio.
O acidente fez um total de um morto e três desaparecidos. Teme-se que não haja vítimas.
Os antigos prisioneiros terão assim a alegria do reencontro para reviver os anos de sofrimento.
À chegada da polícia, o cadáver encontrava-se rigorosamente imóvel.
Ela contraíu a doença em vida.

(Contribuição de Fernando Fidalgo)
(Continua na próxima edição.)

Efemérides

01 maio 1829: José de Alencar
Romancista brasileiro nascido em Mecejana, CE. Foi um dos fundadores do romance brasileiro. Entre suas obras mais famosas, encontram-se O guarani e Iracema. Juntamente com Ubirajara formam a trilogia indianista do autor. Como curiosidade, mencionamos que ele era apreciador de palavras cruzadas e quebra-cabeças e cunhou o nome Iracema fazendo um anagrama com a palavra América. Sua obra Iracema está disponível na Biblioteca deste site. Faleceu no Rio de Janeiro, em 12 de dezembro de 1877.

10 maio 1746: Gaspard Monge
Matemático e acadêmico francês, conde de Péluse, nascido em Beaune. Foi um dos fundadores da famosa e tradicional École Polytechnique, de Paris. Inventor da Geometria Descritiva. Fez parte da comissão de cientistas que acompanhou Napoleão ao Egito. Fez contribuições importantes à Teoria das Equações Diferenciais Parciais. Faleceu em Paris, em 28 de julho de 1818.

11 maio 1918: Richard P. Feynman
Nasceu em Nova York. Certamente o mais notável físico norte-americano de toda a história, foi um dos pioneiros da eletrodinâmica quântica. Ganhou o Prêmio Nobel de Física de 1965. Faleceu em Los Angeles, em 15 de fevereiro de 1988.

15 maio 1859: Pierre Curie
Físico francês nascido em Paris. Notabilizou-se por seus trabalhos em cristalografia, radioatividade, pizoeletricidade e magnetismo. Juntamente com sua mulher, Marie (Madame) Curie, ganhou o prêmio Nobel de Física de 1903. Faleceu em Paris, em 19 de abril de 1906.

18 maio 1883: Eurico Gaspar Dutra
Marechal do exército brasileiro, nascido em Cuiabá. Foi Presidente da República de 31 de janeiro de 1946 a 31 de janeiro de 1951. Durante seu governo, foi redigida uma nova constituição, foi abolido o jogo no país, foi inaugurada a Companhia Siderúrgica de Volta Redonda, cancelou-se o registro do partido comunista, romperam-se as relações diplomáticas com a Rússia, encampou-se a Estrada de Ferro Leopoldina. Após o seu mandato, recolheu-se à vida privada. Faleceu no Rio de Janeiro, em 11 de junho de 1974.

21 maio 1921: Andrei Dimitrievich Sakharov
Físico soviético nascido em Moscou. Desempenhou papel fundamental no desenvolvimento da primeira bomba de hidrogênio soviética. Mais tarde, pregou o desarmamento nuclear internacional. Tornou-se o líder dos dissidentes soviéticos. Em 1975, foi agraciado com o Prêmio Nobel da Paz. Faleceu em Moscou, em 14 de dezembro de 1989.

Almanaque - Edição 18 - Junho 2009

Físicos, matemáticos, engenheiros e quejandos

— Mamãe! Quem descobriu a vacina?
— Não sei.
— Mamãe! Quem foi Tiradentes?
— Não sei.
— Mamãe! Em que ano foi a Revolução Francesa?
— Não sei.
— Mamãe! A que temperatura a água ferve?
— Não sei.
— Mamãe! A senhora se aborrece com tantas perguntas que faço?
— Claro que não! Se você não pergunta, como vai aprender?


Marido e mulher estão numa acalorada discussão. A campaínha toca e a empregada vai atender. Encontra uma senhora, que diz:
— Gostaria de falar com o dono da casa.
— Vai ter de esperar, há horas que estão discutindo justamente isso.

Passatempo


Imprima a figura e recorte, com precisão, as suas seis partes. Em seguida, procure organizar as partes para formar a figura mais perfeita possível de um cavalo. (Não se deixe enganar pela figura apresentada.)

Resposta na próxima edição.

Resposta da edição anterior:



Para pensar

Os textos apresentados nesta seção foram retirados de obras do Racionalismo Cristão.

"Já é tempo de a humanidade entender que não existem conhecimentos secretos. Existem, isso sim, interesses secretos, inconfessáveis, e por causa deles a Verdade tem sido duramente sacrificada."

"É lamentável que, numa época de tamanho avanço tecnológico, ainda prevaleça arraigada em tantos espíritos a concepção deísta, divinal, de sentido adorativo."

"As religiões perdurarão enquanto puderem contar com adoradores para protegê-las e sustentá-las. Não importa que os objetos da adoração sejam os astros, as manifestações da natureza, os animais inferiores ou as imagens alegóricas de barro, de madeira ou mesmo de ouro."

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Após o texto há uma pequena lista de palavras e expressões para ajudar.


Dead or Alive?

Two men started a fight in a street. The big man hit the little man hard, and the little man fell down on the ground. Then the big man saw a policeman who was coming along the street. The big man hid himself in a shop.

The policeman looked down at the man on the ground, but the little
man did not move. A taxi was coming along the street and the policeman stopped it. Then he took the man in his arms and put him into the back of the taxi. The policeman got into the taxi too.
"Go to a doctor's house quickly," he said.

The man in the back did not move or speak. "He's dead " the policeman thought.

When the taxi stopped outside the doctor's house, the policeman carried the man inside, and the doctor looked at him.

"He may be dead," said the doctor as soon as he saw him. "He isn't moving."

The little man heard the doctor and sat up. He was afraid. "I'm not dead," he cried. "I'm alive! I'm alive!"

The policeman was angry. "Do you know better than the doctor? " he asked.

"Yes," said the man. "I wanted to get away from that big man who hit me, and I got away. Thank you very much. Good morning! "

Vocabulário

alive: vivo
angry:  furioso
as soon as:  assim que
better than:  mais do que
cried:  gritou
dead morto
did not move:  não se mexia
fell down:  caiu
fight:  briga
get away:  afastar
ground:  chão
heard:  ouviu
He's dead:  ele está morto
he was affraid:  ele estava com medo (assustado)
hid himself:  escondeu-se
hit:  golpeou
I'm alive:  estou vivo
policeman:  policial
quickly:  rapidamente
saw:  viu
thought:  pensou

Frases engraçadas

As frases seguintes foram ditas por pessoas de certa notoriedade, ou publicadas em respeitáveis jornais.

Há muitos redatores que, para quem veio do nada, são muito fieis às suas origens.

A vítima foi estrangulada a golpes de facão.

A polícia encontrou no esgoto um tronco que provém, seguramente, de um corpo cortado em pedaços. E tudo indica que este tronco faça parte das pernas encontradas na semana passada.

Os sete artistas compõem um trio de talento.

Esta nova terapia traz esperanças a todos aqueles que morrem de cancro em cada ano.

Quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe.

Querem fazer do Boavista o bode respiratório.

O difícil, como vocês sabem, não é fácil.

Jogador [de futebol] tem que ser completo como o pato, que é um bicho aquático gramático.

Eu disconcordo com o que você disse.

Em Portugal é que é bom. Lá, a gente recebe semanalmente de 15 em 15 dias.

Nem que eu tivesse dois pulmões alcançava essa bola.

Finalmente, a água corrente foi instalada no cemitério, para satisfação dos habitantes.

(Contribuição de Fernando Fidalgo)

Regrinhas simples para bem escrever

Clique AQUI para baixar um arquivo DOC com regrinhas simples para evitar cometer erros comuns.

É hora do recreio

Se você acha que as mulheres dirigem mal, clique na figura e veja como elas estacionam um carro no Japão.



Vídeo de 6 segundos

Efemérides

07 jun 1848: Francisco de Paula Rodrigues Alves
Nascido em Guaratinguetá, SP, foi Presidente da República de 1902 a 1906. É considerado o presidente civil mais notável. Reconstruiu e embelezou o Rio de Janeiro. Reformou a Saúde Pública e foi durante o seu governo que a febre amarela foi erradicada do país. Seu extraordinário Ministro do Exterior, Barão do Rio Branco (José Maria da Silva Paranhos), notabilizou-se por sua eficiente diplomacia em questões de fronteiras com a Bolívia, Uruguai, Guiana Inglesa (hoje Guiana) e Guiana Holandesa (hoje Suriname). Foi governador de São Paulo nos anos 1887-1888, 1900-1902 e 1912-1916. Reelegeu-se presidente mas, antes da posse, faleceu no Rio de Janeiro, em 18 de janeiro de 1919.

13 jun 1831: James C. Maxwell
Físico escocês, nascido em Edimburgo. Suas contribuições à Física têm sido comparadas com as de Newton e Einstein. Seus trabalhos mais importantes foram em Eletromagnetismo, Termodinâmica e Mecânica Estatística. O fato de suas equações do Eletromagnetismo permanecerem invariantes por transformações de Lorentz foi a principal inspiração para o desenvolvimento da teoria da relatividade, de Einstein. Faleceu de câncer antes dos 50 anos, em Cambridge, em 5 de novembro de 1879.

13 jun 1888: Fernando Pessoa
Lisboense, Fernando Antonio Nogueira Pessoa é a maior figura da literatura portuguesa moderna. Escreveu obras literárias também em inglês. Pretendendo representar diferentes personalidades que sentia existir em si mesmo, escreveu, também, sob vários heterônimos, os mais famosos sendo Álvaro de Campos, Alberto Caeiro e Ricardo Reis. Uma coletânea de seus poemas está disponível na biblioteca deste site. Faleceu em Lisboa, em 30 de novembro de 1935.

13 jun 1911: Luiz Álvarez
Físico experimental norte-americano, nascido em San Francisco. Um de seus trabalhos mais conhecidos foi a datação das pirâmides do Egito usando propriedades de decaimento do 14C. Foi agraciado com o Prêmio Nobel de Física em 1968. Faleceu em Berkeley, em 1 de setembro de 1988.

17 jun 1832: William Crookes
Físico e químico inglês, nascido em Londres. Descobriu o elemento químico tálio (número atômico 81), identificou a primeira amostra conhecida de hélio, inventou o radiômetro, descobriu e pesquisou os raios catódicos (feixes de elétrons usados nos dispositivos de vídeo padrão CRT, invenção dele). Também criou um dos primeiros aparelhos usados no estudo da radioatividade nuclear. O seu livro Fatos espíritas está disponível na seção "Biblioteca" deste site. Faleceu em Londres, em 4 de abril de 1919.

19 jun 1623: Blaise Pascal
Matemático, físico e filósofo francês, nascido em Clermont-Ferrand, Puy-de-Dôme. Foi o primeiro a usar os triângulos, que ficaram conhecidos como triângulos de Pascal, no estudo da teoria das probabilidades. Seus estudos da ciclóide muito contribuíram para o desenvolvimento do cálculo infinitesimal. Suas experiências (realizadas pelo seu cunhado) confirmaram que o ar tem peso. Seus estudos sobre Hidrodinâmica e Hidrostática conduziram ao descobrimento da lei de Pascal, lei básica da Hidráulica. Seu pensamento filosófico-religioso enfatiza a importância das razões do coração sobre as da própria razão. Faleceu em Paris, em 19 de agosto de 1662.

21 jun 1839: Machado de Assis
Contista, crítico, cronista, dramaturgo, ensaísta, jornalista, novelista, poeta e romancista, nascido no Rio de Janeiro. Considerado o fundador da Academia Brasileira de Letras, foi seu primeiro presidente, cargo que ocupou até sua morte. Oferecemos, para seu deleite, o livro A mão e a luva, disponível na seção "Biblioteca. Faleceu no Rio de Janeiro, em 29 de setembro de 1908.

29 jun 1810: Ernst Eduard Kummer
Matemático, nascido em Sorau, Brandeburgo, hoje Polônia. Introduziu os números ideais, que são um subgrupo especial de um anel, levando à extensão do teorema fundamental da Aritmética ao campo dos números complexos. Faleceu em Berlim, em 14 de maio de 1893.

Almanaque - Edição 19 - Julho 2009

Físicos, matemáticos, engenheiros e quejandos

Em uma das muitas reuniões, Jesus disse aos seus apóstolos:
- Irmãos, y = ax²+bx+c.
Os apóstolos, confusos, perguntaram:
- Mas, Senhor... O que significa isso?
Jesus respondeu:
- É uma parábola!



É lógico que não há lógica nisso?

Tudo o que é raro é caro.
É raro uma coisa boa e barata.
Logo, o que é bom e barato, é caro!

Imagine um pedaço de queijo suíço,
daqueles bem cheios de buracos.
Quanto mais queijo, mais buracos.
Cada buraco ocupa o lugar em que haveria queijo.
Assim, quanto mais buracos, menos queijo.
Quanto mais queijos mais buracos,
e quanto mais buracos, menos queijo.
Logo, quanto mais queijo, menos queijo!

Toda regra tem exceção.
Isto é uma regra.
Logo, deveria ter exceção.
Portanto, nem toda regra tem exceção.


Passatempo



Este joguinho chinês é pouco conhecido no Brasil. É para ser jogado por duas pessoas.
Sobre uma folha de papel marcam-se 16 pontos em quatro linhas como mostrado na figura (estão indicados pelas letras 'A' a 'P'). A primeira a jogar une dois pontos vizinhos com um traço horizontal ou vertical (também pode-se usar palitos de fósforo sobre a folha para não estar desenhando e redesenhando os pontos) e passa a vez para a outra, que faz sua jogada. E assim, sucessivamente. Quem fizer um quadrado, tem o direito de jogar outra vez. Ganha o jogo quem fizer o maior número de quadrados.
A figura mostra Chang e Cheng e a situação após cada uma ter jogado seis vezes, sem que nenhuma tenha feito um quadrado.
É a vez da chinezinha Chang, que está sentada jogar. Se ela unir 'M' a 'N' sua adversária, Cheng, conseguirá fazer quatro quadrados e terá direito a mais uma jogada que aproveitará para unir 'H' a 'L' não deixando nenhuma chance para Chang e, na próxima vez ganhará o jogo, qualquer que seja a jogada de Chang.
Qual jogada você aconselharia Chang fazer para guanhar a partida?

Resposta na próxima edição.

Resposta da edição anterior:

O cavalo formado está mostrado na parte em branco. No teste, você foi prevenido para não se deixar enganar pela figura que foi apresentada.

Para pensar: livros sagrados

Os textos apresentados nesta seção foram retirados de obras do Racionalismo Cristão.

"As religiões possuem, em geral, livros considerados sagrados pelos seus adeptos. Entende-se por sagrado o que é puro, o que não tem mácula, o que é perfeito e intocável. Dentro desses livros, porém, podem existir os maiores absurdos, a mais clara ofensa ao decoro e ao bom senso, pode a verdade ser transformada em mentira, o justo em injusto, o honrado em desonrado, pode a lógica sofrer todas as agressões e violência, que nenhuma crítica é admitida."

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Após o texto há uma pequena lista de palavras e expressões para ajudar.


A bad foot

In some countries now, a man who is ill can ask for a doctor's help and pay nothing. But in the old days everyone had to pay a doctor for his work.
There was a bookseller who did not like paying for anything. One day he let a big box of books fall on his foot.
— Go to the doctor, said his wife, and show that foot to him.
— No, he said. I'll wait until the doctor comes into the shop next time. Then I'll ask him about my foot. If I go to see him, I shall have to pay him.
On the next day the doctor came into the shop and bought some books. When the bookseller was getting them ready, he told the doctor about his bad foot. The doctor looked at it.
— Yes, said the doctor. You must put that foot in hot water every night. Then you must put something on it.
He took out a piece of paper and wrote on it. Buy this and put it on the foot before you go to bed every night, he said.
— Thank you, said the bookseller. And now, sir, here are your books.
— How much? said the doctor.
— Two pounds.
— Good, said the doctor. I shall not have to pay you anything.
— Why? asked the bookseller.
— I told you about your foot. I want two pounds for that. If people come to my house, I ask them to pay one pound for a small thing like that. But when I go to their houses, I want two pounds. And I came here, didn't I? Good morning.

Vocabulário

bad:  ruim
bed:  cama
bookseller:  livreiro
bought:  comprou
buy:  comprar
fall:  cair
help:  ajuda
how much?:  quanto é?
ill:  doente
            old days:  antigamente
piece:  pedaço
pound:  libra
ready:  pronto
shop:  loja
some:  alguns
their:  deles
wait:  esperar
wife:  esposa

Regrinhas simples para bem escrever

Clique AQUI para baixar um arquivo DOC com regrinhas simples para evitar cometer erros comuns.

É hora do recreio

Frases e definições engraçadas

Mamãe, eu sei tudo. Assinado: Enciclopédia Britânica.
Ninguém é perfeito. Assinado: Ninguém.
Estou cercado de animais. Assinado: Noé.
O que é importante é aquilo que a pessoa tem em seu interior. Assinado: Jack, o Estripador.
O que o faz pensar que não sou um homem maduro? Assinado: O incrível Hulk.
Diga não à doação de órgãos. Assinado: Yamaha.
Se há algo que não quebra, são as rodas dos caminhões. Assinado: um sapo.
Não vejo a hora de ir embora. Assinado: um cego.
Não se deve perder a cabeça. Assinado: Maria Antonieta.
Você me paga! Assinado: Fundo Monetário Internacional.
Se você bebe para esquecer, pague antes de começar.
Jurado: Grupo de pessoas que decidem quem tem o melhor advogado.
O ruim de ser pontual é que não haverá ninguém para reconhecer.
Todas as generalizações são falsas, inclusive esta.
Ter dinheiro não compra a felicidade, mas é a maneira mais agradável de ser infeliz.
Ame o próximo, desde que não seja a minha mulher.
Barriga cheia. Coração, que fizemos?
O que ri por último é o que não entendeu a piada.

Efemérides

1 jul 1646: Gottfried Wilhelm von Leibniz
Matemático, geólogo, jurista, historiador e filósofo alemão, descobridor do Cálculo Infinitesimal (simultânea e independentemente de Newton), nascido em Leipzig. Seu conceito do universo concebido como uma harmonia preestabelecida, sua análise do demônio, sua epistemologia, lógica e filosofia da natureza colocam-no entre os filósofos de maior estatura. Sua obra ajudou a moldar a mente dos iluministas. Faleceu em Hanover, em 14 de novembro de 1716.

2 jul 1914: Mário Schenberg
Engenheiro elétrico, físico, escritor e crítico de artes plásticas, nascido em Recife, PE. Conhecido internacionalmente principalmente por seus trabalhos em Astrofísica, em especial na formação das estrelas supernovas. Faleceu em São Paulo, em 10 de novembro de 1990.

07 jul 1848: Francisco de Paula Rodrigues Alves
Nascido em Guaratinguetá, SP, foi Presidente da República de 1902 a 1906. É considerado o presidente civil mais notável. Reconstruiu e embelezou o Rio de Janeiro. Reformou a Saúde Pública e foi durante o seu governo que a febre amarela foi erradicada do país. Seu competente Ministro do Exterior, Barão do Rio Branco (José Maria da Silva Paranhos), se notabilizou por sua eficiente diplomacia em questões de fronteiras com a Bolívia, Uruguai e Guianas Inglesa e Holandesa. Foi governador de São Paulo nos anos 1900-1902 e 1912-1916. Reelegeu-se presidente mas, antes da posse, faleceu no Rio de Janeiro, em 18 de janeiro de 1919.

11 jul 1836: Antonio Carlos Gomes
Compositor brasileiro, nascido em Campinas, SP. Recebeu apoio pessoal do imperador D. Pedro II para estudar música no Rio de Janeiro e, mais tarde, em Milão, onde recebeu o título de Maestro Compositor após apenas três anos de estudos. Suas obras mais importantes são: A Noite do Castelo, Salvador Rosa, Maria Tudor, O Guarani, Lo Schiavo e Condor. Faleceu em Belém, PA, em 16 de setembro de 1896.

11 jul 1924: Cesar Lattes
Físico nascido em Curitiba, PR. Com a idade de 23 anos, ele foi um dos fundadores do Centro Brasileiro de Pesquisas Física (CBPF), no Rio de Janeiro. Sua principal linha de pesquisa foram os raios cósmicos. Em suas experiências, descobriu o méson pi, ou píon, quando ainda tinha 24 anos. Com seu grupo, determinou a massa das denominadas bolas de fogo, um fenômeno espontâneo que ocorre durante colisões de altas-energias. Faleceu em Campinas, SP, em 8 de março de 2005.

16 jul 1925: Paulo Leal Ferreira
Físico nascido no Rio de Janeiro, RJ, co-fundador do Instituto de Física Teórica, da Sociedade Brasileira de Física e da Academia de Ciências do Estado de São Paulo. Suas pesquisas em Física foram direcionadas para tópicos fundamentais, com ênfase em Teoria Geral de Partículas e Campos (Equação de Dirac, potenciais confinantes, quark model, álgebras deformadas). Faleceu em São Paulo, SP, em 30 de dezembro de 2005.

18 jul 1853: Hendrik Antoon Lorentz
Físico holandês, nascido em Arnhem, conhecido pelos seus notáveis trabalhos nos campos da eletrodinâmica e mecânica clássicas. Abiscoitou o prêmio Nobel de Física em 1902, por sua teoria da radiação eletromagnética a qual, confirmada pelos trabalhos de Zeeman, deu origem à Teoria da Relatividade Especial de Einstein. Faleceu em Haarlen, em 4 de fevereiro de 1928.

28 jul 1904: Pavel Alekseyevich Cherenkov
Físico russo, nascido em Voronezh. Foi o primeiro a detectar a chamada radiação cerenkov, que é uma emanação eletromagnética emitida por uma partícula altamente energética ao passar por um meio transparente com velocidade maior do que a da luz naquele meio. Por esse trabalho, compartiu com Igor Y. Tamm e Ilya M. Frank o prêmio Nobel de Física de 1958. Faleceu em Moscou, em 6 de janeiro de 1990.

Almanaque - Edição 20 - Agosto 2009

Físicos, matemáticos, engenheiros e quejandos

Um grupo de escoteiros se perde numa floresta. Diante da ansiedade dos garotos, o escoteiro-mor apanha um mapa e diz calmamente:
—  Eis uma boa oportunidade para aprendermos a ler mapas. E estende o mapa no chão.
Logo é rodeado pelos escoteiros-mirins. Com um binóculos examina a região. Após alguns minutos de observação, ele diz apontando para uma direção:
—  Estão vendo aquele monte com uma palmeira no topo?
—  Sim, responderam todos.
—  Pois bem, de acordo com o nosso mapa, é lá que estamos.



    Dois amigos conversam.
—  Estou um trapo. Não consigo dormir.
—  Por quê? O que você sente?
—  Quando me deito, fico com uma forte impressão de que tem alguma coisa embaixo da cama. Assustado, dou uma olhada, vejo que não há nada e decido dormir lá mesmo. Aí, me vem a impressão de que tem alguma coisa em cima da cama. Assim, não consigo dormir.
—  Já consultou um analista?
—  Sim, já gastei uma pequena fortuna e meu problema não foi resolvido.
—  Já sei, vou resolver seu problema, sem que você gaste um só centavo. Vamos à sua casa.
Lá chegando, o amigo simplesmente serrou as pernas da cama.

Passatempo


Como os três meninos devem se arranjar de forma que o número de três algarismos resultante seja divisível por 7? O que você está vendo é o número 316.

Resposta na próxima edição.

Resposta da edição anterior:

Chang deve unir 'G' a 'H'.

Para pensar: a ciência

Os textos apresentados nesta seção foram retirados da obra Racionalismo Cristão.

"A ciência é o conhecimento das coisas, dos fatos e dos fenômenos em si mesmos, em sua natureza e nas suas relações entre si e com tudo o que os cerca: o meio, o ambiente.

Esse conhecimento só se obtém pelo estudo metódico, observação atenta e análise minuciosa.

É, portanto, a ciência fruto da nossa inteligência, resultado do nosso trabalho; ela visa a um fim, satisfaz uma necessidade do nosso espírito."

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Algumas palavras e expressões têm sua tradução ao longo do texto. No corpo do texto, coloque o mouse sobre a palavra ou expressão em vermelho para ver a tradução.

MONEY!

SCENE 1

A room in the Langleys' house. Dick is opening one letter after another and reading them quickly. Polly is sitting near him. Dick puts down the letters angrily.

DICK: Money, money, money! They all want money !
POLLY: Who wants money now, my dear?
DICK: Everyone ! Look at this letter. It's from Bloggs, the builder. He wants money for the new wall that he built. Here's another letter, from Meaker. He wants money for the table that he made for us last month. I haven't paid for a hundred plants and you haven't paid for three dresses. There's a letter from the doctor, too. We have to pay him at once – or look for another doctor. They all want money.
POLLY: But we have money in the bank, dear.
DICK: Oh, have we? There's a letter from the bank too. We have ten pounds ! Ten pounds until the end of the month. I can't pay all these people. What shall I do ? You tell me.
POLLY: Shall we sell the car ? We don't go out in it.
DICK: Yes, that's true. We don't go out in it. And why not? Because it doesn't go ! Who wants to buy a car that
  
doesn't go? It doesn't even look nice. No one wants an old car like that.

Dick puts his head in his hands.

POLLY: Look, dear, there's another letter on the floor.
DICK: I don't want to see it. I don't want to read another letter today.
POLLY: I'll open it if you don't want to. (She takes the letter and opens it.) Oh, it's from your sister Ada.
DICK: More trouble. Put it in the fire ! What does she want? Money?
POLLY: The letter is about money.
DICK: I told you that !
POLLY: No, wait. It's good news, Dick. What's this? Who is Sarah?
DICK: Sarah? She's my father's sister. She went to America when she was a young girl. She married a rich man. What about her? What has she done?
POLLY: She's dead. And she has left you a lot of money.
DICK: I don't believe it. Let me see the letter. (He takes the letter and reads it.) It's true ! She's left all her money to Ada and me.
POLLY: How much? Does it say in the letter?
DICK: No, Ada still doesn't know. But it's a lot of money. They are going to put five hundred pounds into my bank at once and there will be more money later.
POLLY: Five hundred pounds ! We're rich.
DICK: Yes, and more money to come. We're saved. I can pay the builder and the doctor. I can pay for the table.
POLLY: And for my dresses. I can have lots of dresses now.
DICK: I can pay all of them !
POLLY: Let us go out and have a good dinner.
DICK: Yes, let us go to the best hotel in town. No, we can't do that. We haven't got the money.
POLLY: That doesn't matter. We can show them the letter and pay later.
DICK: Go and get ready. Let us put on our best clothes. I'll telephone for a taxi and we'll ride into town like rich people.
POLLY: I must go and tell Mrs. Roberts first. I'll come back at once.

Dick and Polly go out, looking very happy.

Conclusão na próxima edição.

Frases engraçadas

As frases seguintes foram ditas por pessoas de certa notoriedade, ou publicadas em respeitáveis jornais.

Estar vivo é o contrário de estar morto.

Nós somos humanos como as pessoas.

Quem corre agora é o Fonseca, mas está parado.

Inácio fechou os olhos e olhou para o céu!

O meu coração só tem uma cor: azul e branco.

A China é um país muito grande, habitado por muitos chineses...

Lá vai Paneira no seu estilo inconfundível... (pausa) ...mas não, é Veloso.

Juskowiak tem a vantagem de ter duas pernas !

É trágico! Está a arder uma vasta área de pinhal de eucaliptos.

Um morreu e o outro está morto.

(Contribuição de Fernando Fidalgo)

Regrinhas simples para bem escrever

Clique AQUI para baixar um arquivo DOC com regrinhas simples para evitar cometer erros comuns.

Efemérides

03/04 ago 1805: William Rowan Hamilton
Físico e matemático irlandês, nascido à meia-noite em Dublin. No final de sua vida adotou a data de 4 de agosto para seu aniversário. Recebeu o título de Sir em 1835, ano em que foi publicado seu trabalho On a General Method in Dynamics. Nesse mesmo ano, descobriu os quaternions, um marco no desenvolvimento da Álgebra. Sua obra The Elements of Quaternions foi publicada um ano após seu falecimento. Faleceu em Dublin, em 2 de setembro de 1865.

05 ago 1802: Niels Henrik Abel
Matemático norueguês, nascido em Nedstrand. Contribuiu para o desenvolvimento de vários ramos da matemática moderna. Foi ele quem provou ser impossível resolver algebricamente a equação geral de quinto grau. Os grupos comutativos também são chamados abelianos em sua homenagem. Faleceu em Froland, em 6 de abril de 1829.

05 ago 1827: Manuel Deodoro da Fonseca
Alagoano, liderou o golpe de estado que derrubou o imperador D. Pedro II. Foi o primeiro presidente do Brasil. Faleceu no Rio de Janeiro, em 23 de agosto de 1892.

08 ago 1901: Ernest Orlando Lawrence
Físico norte-americano nascido em Canton, South Dakota, EUA. Abiscoitou o prêmio Nobel de Física de 1939 pela sua invenção do ciclotron, o primeiro acelerador de partículas a atingir altas energias. Faleceu em Palo Alto, EUA, em 27 de agosto de 1958.

08 ago 1902: Paul Adrien Maurice Dirac
Físico inglês nascido em Bristol. Desenvolveu uma teoria que prediz o spin do elétron e a existência do pósitron. Foi co-inventor da estatística de Fermi-Dirac. Juntamente com Erwin Schroedinger, ganhou o prêmio Nobel de Física em 1933. Faleceu em Tallahassee, EUA, em 20 de outubro de 1984.

10 ago 1823: Antonio Gonçalves Dias
Poeta brasileiro nascido em Barra Mansa, RJ. Entre suas obras destacam-se I-Juca-Pirama e Canção do exílio. Ambas estão disponíveis na Biblioteca deste site. Faleceu a bordo de um navio, que naufragou nas costas do Maranhão, em 10 de setembro de 1864. O poeta foi a única vítima, aos 41 anos de idade, porque não teve forças para sair do camarote.

10 ago 1912: Jorge Amado
Escritor brasileiro nascido em Itabuna, BA. Entre suas obras, destacam-se Terras do sem fim e Gabriela, cravo e canela. É o escritor brasileiro mais popular do século passado e sua obra tem alcance internacional, estando traduzida para quase todos os idiomas. Faleceu em Salvador, BA, em 21 de junho de 2001.

12 ago 1887: Erwin Schroedinger
Físico austríaco nascido em Viena. Contribuiu para o desenvolvimento da Mecânica Quântica descobrindo sua equação básica. Repartiu com Dirac o prêmio Nobel de Física de 1933. Faleceu em Viena, em 4 de janeiro de 1961.

20 ago 1601 (dia do batismo): Pierre de Fermat
Matemático francês nascido em Beaumont-de-Lomagne. Não se conhece o dia exato do seu nascimento. Jurista e dedicou-se muito à Matemática. Durante um século não teve quem sequer o igualasse na teoria moderna dos números. Descobriu a Geometria Analítica independentemente de Descartes. Descobriu, também, o "Princípio de Fermat de tempo mínimo", os "Números de Fermat" e vários teoremas. Faleceu em Castres, em 12 de janeiro de 1665.

21 ago 1789: Augustin-Louis Cauchy
Matemático francês nascido em Paris. Foi um dos matemáticos modernos mais brilhantes. Suas maiores contribuições encontram-se incorporadas principalmente em três trabalhos: Cours d'analyse de l'École Royale Polytechnique (1821); Résumé des leçons sur le calcul infinitésimal (1823); Leçons sur les applications du calcul infinitésimal à la géométrie (1826-28). Faleceu em Sceaux, em 23 de maio de 1857.

26 ago 1743: Antoine-Laurent de Lavoisier
Químico francês nascido em Paris. É sua a famosa frase: "Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma". Formou-se em Direito, mas sua vocação sempre foi voltada às ciências. Criador da Química Moderna. Identificou o oxigênio e mostrou que a água é formada por dois átomos de hidrogênio e um de oxigênio: H2O. Faleceu em Paris, em 8 de maio de 1794.

30 ago 1871: Ernest Rutherford
Físico da Nova Zelândia nascido em Spring Grove. Sua liderança inspirou duas gerações de físicos. Sua influência sobre o pensamento científico pode ser comparada às de Faraday e Newton. Recebeu o prêmio Nobel de Química em 1908. Faleceu em Cambridge, em 19 de outubro de 1937.

31 ago 1821: Herman L. F. von Helmholtz
Cientista alemão nascido em Potsdam. Dedicou-se, com brilhantismo, à Fisiologia, Óptica, Eletrodinâmica, Matemática e Meteorologia. Sua preocupação com a percepção sensorial está manifesta em seus dois trabalhos maiores: On the Sensations of Tone as a Physiological Basis for the Theory of Music (traduzido ao inglês em 1875); e, Handbook of Physiological Optics (1867). No Sensations, há uma curiosa nota de rodapé onde Helmholtz associa cores a cada uma das notas musicais. Faleceu em Berlim, em 8 de setembro de 1894.

Almanaque - Edição 21 - Setembro 2009

Físicos, matemáticos, engenheiros e quejandos

Vivemos na época dos computadores. Dizem que após introduzir um programa inteligente em um computador, ele veio com essa:
"Matrimônio não é uma palavra. É uma sentença."
          

Na época da "cortina de ferro", três cachorros conversavam. O francês disse:
— Preciso latir mais de meia hora para que meu dono me dê carne.
— Carne? O que é isso? – perguntou o cachorro polonês.
— Latir? O que é isso? – perguntou o cachorro russo.

Problemas de lógica

Quantas flechas devem ser disparadas para completar exatamente 100 pontos?
Os pontos marcados na figura são: 16, 17, 23, 24, 39 e 40.

Resposta na próxima edição.

Resposta da edição anterior:

O menino com o número 6 planta uma bananeira (fica de cabeça para baixo) formando, com os demais, o número 931.

Para pensar: Obsessão religiosa

Os textos apresentados nesta seção foram retirados da obra Racionalismo Cristão.

"A obsessão religiosa tem as suas fontes, suas origens na infância dos seres, quando eles começam a sentir-se deslumbrados diante dos quadros que lhes pintam do céu, do inferno, do pai celestial e da corte dos anjos, arcanjos e querubins.

O que mais os impressiona, sobretudo, são as narrativas dos milagres, das recompensas e dos castigos divinos.

Não é preciso possuir muita imaginação para compreender o que essas fantasias representam no delicado período da formação da personalidade e do caráter do ser humano, e de como elas contribuem para emobotar-lhe o raciocínio e dificultar ou tornar impossível a sua expansão no amplo terreno da espiritualidade."

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Algumas palavras e expressões têm sua tradução ao longo do texto. No corpo do texto, coloque o mouse sobre a palavra ou expressão em vermelho para ver a tradução.

MONEY! (Parte final)

SCENE 2

The same room ten days later. Polly is sitting near the fire. She is looking at the new ring that Dick has just bought her. Dick comes in. He is looking very pleased.

POLLY: Have you paid them?
DICK: Yes, I've paid them all. I went to Bloggs the builder first and paid him. Now he wants to do other work for us. Then I went to see Dr. Healer. When I paid him, he took my hand and said "Send for me any time, Mr. Langley. We doctors are always ready, day and night!" Oh, life is much nicer now, isn't it?
POLLY: Yes, I am happy. And we have our names in the newspaper too.
DICK: Everyone is talking about us. That man from "The Morton News" wrote a good story. And just look at all those letters. The other day, I didn't want to read another letter. I must open these and read them.

Dick takes the first letter, opens it and begins to read it.

POLLY: What does it say?
DICK: It's from Pringle. He's a man that I knew in the war. (He reads the letter.)

Dear Langley,
My wife and I were very pleased when we read about you in the newspaper. It makes me happy too ... now you are rich ... remember us ... lost most of my money last year ... even ten pounds will help ... David Pringle.

POLLY: Shall we send them some money? We must help others who are poorer than we are.
DICK (opening another letter): I never liked Pringle and he never liked me. Why must I send him money now?

Polly opens a letter too.

POLLY: This one is from the Longs. Do you remember them? They lived near us once. Mr. Long has no work ...
DICK: He never liked work.
POLLY: They have six children now. Mr. Long can't get work without new clothes.
DICK: How much?
POLLY: It doesn't say. We can send as much as we like.
DICK: Here's a letter asking for five pounds.
POLLY (opening another letter): Only two pounds ...

Dick is just going to speak when they hear the sound of the telephone in the next room.

DICK: That'll be about the car. I didn't tell you. I bought another car when I was in town. It must be ready now.

Dick goes out. Polly reads some more letters. After a little time Dick comes back.

POLLY: Is the car ready, dear?
DICK: It wasn't about the car.
POLLY: Who was it?
DICK: I couldn't hear the man's name. He was talking too quickly. But he wants to buy a bookshop if I can help him.
POLLY: How much did he want?
DICK: Oh, only a hundred pounds: Just for three months ...

There is the sound of the telephone again. Dick and Polly look at each other and laugh.

POLLY: Life hasn't changed much!
DICK: It hasn't changed at all. Money, money, money They all want money.

Frases engraçadas

As frases seguintes foram ditas por pessoas de certa notoriedade, ou publicadas em respeitáveis jornais.

Prognósticos só depois do jogo.
Antes de apertar o pescoço da mulher até à morte, o velho reformado suicidou-se.
Quatro hectares de trigo foram queimados. Em princípio trata-se de incêndio.
O acidente foi no tristemente célebre Retângulo das Bermudas.
O acidente fez um total de um morto e três desaparecidos. Teme-se que não haja vítimas.
Os antigos prisioneiros terão assim a alegria do reencontro para reviver os anos de sofrimento.
À chegada da polícia, o cadáver encontrava-se rigorosamente imóvel.
Ela contraíu a doença em vida.
O difícil, como vocês sabem, não é fácil.
Em Portugal é que é bom. Lá, a gente recebe semanalmente de 15 em 15 dias.

(Contribuição de Fernando Fidalgo)

Regrinhas simples para bem escrever

Clique AQUI para baixar um arquivo DOC com regrinhas simples para evitar cometer erros comuns de redação.

Efemérides

17 set 1826: Georg Friedrich Bernhard Riemann
Matemático alemão nascido em Hannover. Foi um dos matemáticos mais criativos do século 19. Suas ideias relativas à geometria do espaço tiveram profunda influência no desenvolvimento da física teórica moderna e proporcionou os fundamentos para os conceitos e métodos usados posteriormente na teoria da relatividade. Faleceu em Selasca, Itália, em 20 de julho de 1866.

20 set 1900: Humberto de Alencar Castelo Branco
Nascido em Fortaleza. Foi presidente (militar) do Brasil de 15 de abril de 1964 a 15 de março de 1967. Faleceu em Fortaleza, em 18 de julho de 1967.

22 set 1791: Michael Faraday
Físico e químico inglês, nascido em Newington, foi um dos maiores cientistas experimentais de todos os tempos. Descobriu o princípio do motor elétrico e construiu um; descobriu o fenômeno da indução eletro-magnética. Foi o primeiro a liquifazer o cloro. Fabricou o primeiro dínamo, estabeleceu as leis da eletrólise, descobriu que um campo magnético gira o plano de polarização da luz, etc. Faleceu em Hampton Court, Inglaterra, em 25 de agosto de 1867.

29 set 1901: Enrico Fermi
Físico italiano nascido em Roma. Foi um dos cientistas que inauguraram a chamada era nuclear. Ganhou o prêmio Nobel de Física de 1938 pelo seu descobrimento das reações nucleares induzidas por nêutrons. Conseguiu realizar a primeira fissão nuclear controlada em Chicago e trabalhou no projeto da bomba atômica em Los Alamos. Desenvolveu a matemática estatística necessária para esclarecer vários fenômenos subatômicos (estatística de Fermi-Dirac). Faleceu em Chicago, em 28 de novembro de 1954.

30 set 1870: Jean Baptiste Perrin
Físico francês nascido em Lille. Estudou o movimento browniano e confirmou a natureza atômica da matéria. Por esse trabalho, ganhou o prêmio Nobel de Física de 1926. Foi capaz de estimar o tamanho dos átomos e moléculas assim como sua quantidade em um dado volume. Faleceu em New York, em 17 de abril de 1942.

Almanaque - Edição 22 - Outubro 2009

Físicos, matemáticos, engenheiros, lógica e quejandos

Um judeu estava à beira da morte. Chamou seus filhos e disse-lhes:
— Chamem um padre. Quero confessar.
— Pai! —  disseram os filhos atônitos. Você quer se tornar um católico?
— Por que não? Já que vou morrer, que seja um deles.

Problemas de lógica

Como economizar?

   Um fazendeiro tem 6 pedaços de corrente com 5 elos cada. Ele quer juntar os 6 pedaços de forma a ficar com uma só corrente com 30 elos. O custo para cortar cada elo é R$ 0,80, e R$ 1,80 para soldar cada um. Se comprasse uma corrente já com o comprimento que quer, o custo seria de R$ 15,00. Como deve proceder para arcar com um custo menor?

Resposta na próxima edição.

Resposta da edição anterior:

Para somar 100 pontos exatamente, seis flechas devem acertar os círculos
17, 17, 17, 17, 16, 16.

Para pensar: Domínio de si mesmo

Os textos apresentados nesta seção foram retirados da obra Racionalismo Cristão.

"O domínio de si mesmo assegura ao espírito o controle íntimo, evitando os atos impulsivos e as atitudes impensadas que o possam levar a cometer desatinos, muitos dos quais irreparáveis, de que se vem a arrepender, mais tarde, como acontece na maioria das vezes.

O ser humano precisa estar sempre alerta e vigilante, consciente de que é uma Força que trabalha incessantemente, vibrando, atraindo e repelindo. Correntes favoráveis e desfavoráveis ao seu progresso e bem-estar enchem o espaço, cruzando-se em todas as direções."

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Algumas palavras e expressões têm sua tradução ao longo do texto. No corpo do texto, coloque o mouse sobre a palavra ou expressão em vermelho para ver a tradução.

The woman who knew everything

In a city there once lived a woman who knew everything. Her name was Mrs. Ford. She was the wife of Ford, a banker.

When any of her friends talked to her about anything at all, she knew all about it. No one ever found anything that she did not know.

One day two young men came to live in the city, and they met Mrs. Ford at a friend's house. They began to talk about old Indian rings, but Mrs. Ford knew more about them than they knew. She told them all about old African rings too.

"That woman knows a lot," said one of the young men angrily when they were outside the house.
   On another day they met Mrs. Ford in the street, and the three began to talk about Greece. Mrs. Ford knew all about Greece. She told the other two about the people of Greece, about the River Arta, and about the hills of the country. On another day she told them a lot of things about newspapers. Once she showed them some old Egyptian words, and she could read them. She knew everything.

The two young men became very tired of Mrs. Ford, but they often had to meet her and talk to her.
One day they were asked to go to dinner at one of the houses in the city. Mrs. Ford was asked to go too.

"Let us find something which she doesn't know," said one of them. We'll read about it and then we'll talk about it at dinner."

On the next day one of them was in a bookshop, and he found a big book. This book was called Everything You Wanto to Know, and it was written by R. Cotter. He bought it and took it home.

"This is just the book that we want," said the other when he saw it. "It has all kinds of things in it. Look here!" He showed his friend Lamps in Old Greece, The Smaller Animals of Africa, and Indian Rivers.

"We must find something better than those," said the man who bought it.

They looked again and found The Eyes of a Fish. It told them everything about the eyes, and even about the inside parts. They read it through many times, and when they went to the dinner they knew all about the eyes of a fish.

At dinner, when the fish was brought to the table, the two young men began to talk about the eyes of a fish. One of them asked Mrs. Ford a lot of questions about the inside part of the eyes.

She knew all the answers and she said the same as the book said.

"Have you read that book which is called Everything You Want to Know?" he asked. "You say just the same as that book says."

"Read it?" she cried. "I wrote it!"

"You wrote it ! But it was written by R. Cotter."

"Yes," she said. "Rose Cotter was my name before I was married.

Pérolas dos vestibulares

Em edições anteriores publicamos uma coleção de respostas colhidas dos exames vestibulares para ingresso em universidades brasileiras. Nesta edição, publicamos algumas respostas a testes realizados em Portugal. Como veremos, infelizmente a situação do ensino lá é bastante semelhante à que vivemos aqui.
(Os comentários jocosos, em itálico, são dos professores que corrigiram as provas.)

Esta seção, embora bem-humorada, serve, também, para denunciar a baixa qualidade do ensino administrado aos jovens. Não são diretamente responsáveis pelas condições de instrução em que se encontram. Merecem, por isto, nosso respeito.

O Convento dos Capuchos foi construído no céculo 16 mas só no céculo 17 foi levado definitivamente para o alto do monte. (Claro! Com o peso demorou 100 anos para subir o monte!!!)

A História divide-se em 4: Antiga, Média, Momentânea e Futura, a mais estudada hoje. (A Futura é particularmente estudada pela "Maya" certamente.)

O metro é a décima milionésima parte de um quarto do meridiano terrestre e para o cálculo dar certo arredondaram a Terra! (Ups! Até eu me vi atrapalhada para fazer o cálculo. Imaginação tem ele... vai ser matemático de certeza, Portugal precisa de matemáticos com imaginação.)

Quando o olho vê, não sabe o que está a ver, então ele manda uma foto eléctrica para o cérebro que lhe explica o que está a ver. (Nada mal pensado. Somos uma máquina fotográfica em potência e em funcionamento contínuo.)

O nosso sangue divide-se em glóbulos brancos, glóbulos vermelhos e até verdes! (Acho que faltam os Azuis!! Ah, mas esses com o apito dourado andam em fuga.)

Nas olimpíadas a competição é tanta que só cinco atletas chegam entre os dez primeiros. (Entende-se agora a prestação de Portugal nos jogos olimpicos!!!)

O pai de D. Pedro II era D. Pedro I, e de D. Pedro I era D. Pedro 0 (E antes foi o D. Pedro -1, já agora.)

Em 2020 a caixa de previdência já não tem dinheiro para pagar aos reformados, graças à quantidade de velhos que não querem morrer. (São uns chatos os velhos! Se o Sócrates topa o "jogo" deles...)

O verme conhecido como solitária é um molusco que mora no interior, mas que está muito sozinho. ("Tadinho", espero que não tenha medo do escuro ou das trovoadas, não merece tanto sofrimento.)

Uma tonelada pesa pelo menos 100 Kg de chumbo. (Diabos me levem...!!!)

Para fazer uma divisão basta multiplicar subtraindo. (Atenção, não tentem fazer isto em casa, pode ser perigoso... )

(Contribuição de Fernando Fidalgo)

Regrinhas simples para bem escrever

Como participante do grupo "Racionalismo" da Yahoo, temos oportunidade de receber muitos emails (o grupo tem hoje mais de mil inscritos). Entre os emails há alguns que poderiam ter sido mais bem escritos. Ocorreu-nos, então, sugerir algumas regrinhas que podem ajudar os interessados a melhorar sua redação.

Para consultá-las, clique AQUI.

Efemérides

07 out 1885: Niels Henrik David Bohr
Físico dinamarquês nascido em Copenhagen. Enquanto trabalhava com Rutherford, em Manchester, criou em 1913 o modelo do átomo de hidrogênio que leva o seu nome. De acordo com esse modelo, o átomo de hidrogênio era formado por um elétron girando, com energia quantizada, em torno de um próton central, numa órbita circular. Em 1922 recebeu o prêmio Nobel de Física em reconhecimento por suas contribuições à Física Atômica. Em 1927, Bohr propôs o princípio da complementaridade para explicar os paradoxos aparentes que surgiam no comportamento onda-partícula das partículas subatômicas. Em 1943 conseguiu fugir de Copenhagen indo à Inglaterra. Mais tarde foi aos Estados Unidos da América, onde colaborou no desenvolvimento da bomba atômica, mas esteve sempre profundamente preocupado com as implicações decorrentes desse desenvolvimento. Faleceu em Copenhagen, em 18 de novembro de 1962.

09 out 1893: Mario de Andrade
Escritor nascido em São Paulo. Desempenhou papel importante no Movimento Modernista de 1922. Talvez sua obra mais famosa seja Macunaíma (1928). Faleceu em São Paulo, em 25 de fevereiro de 1945.

19 out 1913: Vinicius de Moraes
Poeta, músico e dramaturgo nascido no Rio de Janeiro. Entre suas obras, destacam-se "Samba de Orly" e "Garota de Ipanema", em parceria com Antônio Carlos Jobim. Faleceu no Rio de Janeiro, em 9 de julho de 1980.

23 out 1908: Ilya Mikhaylovich Frank
Físico russo nascido em Leningrado, hoje S. Petersburgo. Juntamente com Pavel A. Cherenkov e Igor Y. Tamm, ganhou o prêmio Nobel de Física de 1958 pela explicação teórica do efeito Cerenkov. Faleceu em Moscou, em 22 de junho de 1990.

25 out 1811: Évariste Galois
Matemático francês nascido em Paris. Tornou-se famoso pelas suas importantes contribuições à teoria dos grupos. Em praticamente uma noite (véspera do estúpido duelo que ceifou sua curtíssima vida), botou no papel sua famosa teoria que resolveu muitos problemas que permaneceram insolúveis por muito tempo. Faleceu em Paris, em 31 de maio de 1832.

26 out 1869: Washington Luís Pereira de Sousa
Nascido em Macaé, RJ, foi presidente da República de 1927 a 1930, quando foi deposto por um golpe de estado militar liderado por Getúlio Vargas. Foi o último presidente de Velha República. Faleceu em São Paulo, em 4 de agosto de 1947, um ano após o seu retorno do exílio, que durou 16 anos.

27 out 1892: Graciliano Ramos
Escritor nascido em Quebrangulo, AL. Autor de vários romances entre os quais Caetés (1933), Vidas secas (1938) e Memórias do cárcere (1953). Estes dois últimos foram adaptados para o cinema. Faleceu no Rio de Janeiro, em 20 de março de 1953.

31 out 1815: Karl Theodor Wilhelm Weierstrass
Matemático alemão nascido em Ostenfelde, considerado um dos fundadores da teoria moderna das funções. Sua preocupação com o rigor matemático pode ser ilustrado pela sua construção de uma função contínua que não tem derivada em nenhum ponto. Muitos de seus estudantes tornaram-se matemáticos criativos,como Sofia Kovalevskaya. Faleceu em Berlim, em 19 de fevereiro de 1897.

Almanaque - Edição 23 - Novembro 2009

Físicos, matemáticos, engenheiros e quejandos

Carlos decidiu forrar seu apartamento com papel decorado. Como havia portas, janelas e outros vãos, e ele não era muito chegado à matemática, não sabia como calcular o número de rolos de papel que deveria comprar. Ficou nesse impasse por muito tempo. Já com a cabeça quente, lembrou-se que o vizinho de cima tinha um apartamento igual ao seu e havia acabado de forrá-lo com papel. Subiu até o andar de cima e tocou a campainha. Quando o vizinho atendeu ele disse:
— Olá! Decidi forrar meu apartamento e não sei quantos rolos de papel devo comprar. Como você acaba de forrar o seu, gostaria que me dissesse quantos rolos você comprou.
—Sete, respondeu prontamente o vizinho.
No dia seguinte Carlos comprou sete rolos de papel e forrou o apartamento..
    
No final, para sua surpresa, constatou que sobraram dois rolos. Fez uma verificação geral e nenhuma área havia ficado sem ser coberta. Intrigado, procurou novamente o vizinho e lhe disse:
— Forrei completamente o meu apartamento e me sobraram dois rolos.
— É mesmo? Para mim também

Problema de lógica

    
Um casal mudou-se para um pequeno e aconchegante apartamento de seis cômodos. Eles possuiam cinco grandes peças que não cabiam mais do que uma em cada cômodo: uma cama, uma mesa, uma escrivaninha, uma geladeira e um sofá. Os encarregados da mudança colocaram a geladeira e a cama em cômodos trocados, isto é, a geladeira no cômodo da cama e esta no cômodo daquela. O homem e sua esposa tentaram por várias horas transpor essas peças para seus respectivos lugares.

Depois de tantas tentativas frustradas, ele desenhou no tampo da mesa um quadrado como o mostrado na figura, onde a garrafa representava a cama e a escova representava a geladeira.

O problema é transpor essas peças de forma que uma fique no lugar da outra, com o menor número de movimentos possível.

Resposta na próxima edição.

Resposta da edição anterior: O fazendeiro deve abrir os 5 elos de um dos pedaços e depois juntar os 5 pedaços restantes. O custo será de R$ 13,00, economizando R$ 2,00.

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base apenas nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever ou construir seu vocabulário. Algumas palavras e expressões têm sua tradução ao longo do texto. No corpo do texto, coloque o mouse sobre a palavra ou expressão em vermelho para ver a tradução.

The carter's light

An old man was going home late one night with his horse and cart after a hard day's work. When he was not far from his house, the light on the cart went out. He tried to make the lamp burn again, but he could not.

He was near his house, and so he went along the road without a light. But a policeman saw the cart without a light. He stopped the old carter.

"Where's your light?" Said the policeman. "No one may take a cart along a road at night without a light. You know that. You've broken the law."

"I had a light," said the old man, "but it has just gone out."

"I don't believe that story," said the policeman. He took out a book and got ready to write. "What's your name and where do you live?"

"Please don't take my name," said the man. "My house is just there. You can see it from here. I had a light nearly all the way. I haven't come far without a líght."

    
"You came all the way without a light. What's your name?"

The carter quickly took the policeman's hand and put it down hard on the top of the lamp. The lamp was still hot, and it burnt the policeman's hand. He jumped and he was very angry.

"Now what do you think?" said the carter. "Did I come all the way without a light?"

"No," said the policeman, "I believe you now. But I still want to know your name. You've broken the law now. You've burnt a policeman's hand. What's your name?"

"If I tell you my name, you can't write it. Your hand's burnt."

"You're right," said the policeman. "I can't write now. So you must come with me to the police station. You'll be there all night."

Pérolas dos vestibulares

Coleção de respostas colhidas dos exames vestibulares para ingresso em universidades
(Os comentários jocosos, em itálico, são de professores que corrigiram as provas.)

Esta seção, embora bem-humorada, serve, também, para denunciar a baixa qualidade de ensino. Os vestibulando não são diretamente responsáveis pelas condições de instrução em que se encontram. Merecem, por isto, nosso respeito.

A água tem uma cor inodora. (Pois... eu também gosto muito dessa cor.)

O telescópio é um tubo que nos permite ver televisão de muito longe. (O tipo deve ser "espião" da vizinhança, sinceramente... )

O sul foi posto debaixo do norte por ser mais cômodo. (Obviamente que sim.)

Os rios podem escolher desembocar no mar ou na montanha. (É isso! Ao nascerem podem escolher... viva a liberdade de escolha!)

Os escravos dos romanos eram fabricados em África, mas não eram de boa qualidade. (Racista... só os fabricados na China é que são bons, não?!)

A baleia é um peixe mamífero encontrado em abundância nos nossos rios. (Todos os dias me cruzo com baleias ao atravessar o rio, é divertido.)

Newton foi um grande ginecologista e obstetra europeu que regulamentou a lei da gravidez e estudou os ciclos de O ginoKnaus. (Não consigo ter palavras, nem quero pensar o que diria ele sobre a atual lei do aborto.)

Ao princípio os índios eram muito atrasados mas com o tempo foram se sifilizando. (Tal qual como quem escreveu, isto digo eu... cheia de esperança!!)

A Terra é um dos planetas mais conhecidos e habitados do mundo. (Questão para se perguntar... quantos planetas tem o mundo?)

A Latitude é um circo que passa por o Equador, dos zero aos 90º. (Os "circos" deste são mais pequenos que o habitual, mas está bem, é uma opinião a ser estudada!!)

Caudal de um rio, é quando um rio vai andando e deixa um bocadinho para trás! (É claro. Caso contrário ficava vazio depois de passar. Deve ser uma forma de o encontrarem.)

Princípio de Arquimedes: qualquer corpo mergulhado na água, sai completamente molhado. (Aí não há dúvida nenhuma.)

(Contribuição de Fernando Fidalgo)

Efemérides

05 nov 1849: Rui Barbosa
Jurista brasileiro, também conhecido como a "Águia de Haia", nascido em Salvador. Foi, também, diplomata, filólogo, escritor, político e orador. Membro fundador da Academia Brasileira de Letras, da qual foi presidente de 1908 a 1919. Talvez sua obra mais conhecida seja o discurso "Oração aos moços", discurso preparado (não pôde proferi-lo pessoalmente por razões de saúde) para a turma de 1920 na Faculdade de Direito de São Paulo. Esse discurso está disponível na "Biblioteca" deste site. Faleceu em Petrópolis, em 01 de março de 1923.

07 nov 1867: Marie Curie (Marja Sklodowska)
Física francesa, nascida em Varsóvia (Polônia). Seu nome de solteira era Marja Sklodowska. Juntamente com seu marido, Pierre Curie, foi uma das pioneiras na pesquisa da radioatividade. Descobriu os elementos radiativos polônio e rádio. Por isso, os Curie compartilharam o prêmio Nobel de Física com A. H. Becquerel. Após a morte de seu marido, Marie Curie continuou a pesquisar as propriedades químicas e aplicações médicas do rádio. Foi agraciada com o prêmio Nobel de Química em 1911. Faleceu em Sallanches, em 4 de julho de 1934, vítima de leucemia, indubitavelmente causada pela radioatividade dos materiais com que trabalhou intensamente. Seu marido Pierre e cunhado Jacques descobriram o efeito piezoelétrico. Sua filha mais velha, Irène Joliot-Curie também foi uma física notável.

07 nov 1878: Lise Meitner
Física austríaca, nascida em Viena. Bombardeando urânio com nêutrons, ela e seu sobrinho Otto Robert Frisch interpretaram corretamente os resultados obtidos como evidências de fissão nuclear e previram as reações nucleares em cadeia. Ela faleceu em Cambridge, em 27 de outubro de 1968.

19 nov 1892: Antonio Cottas
Português nascido em Sirvuzelo – Monte Alegre. Imigrou para o Brasil em 1905 e logo se revelou homem de grande visão para negócios. Tornou-se cidadão brasileiro em 8 de agosto de 1939. Sua obra mais importante foi consolidar o Racionalismo Cristão, do qual foi presidente por quase 60 anos, sucedendo a Luiz de Mattos, o fundador dessa Doutrina. Faleceu no Rio de Janeiro, em 12 de junho de 1983.

Almanaque - Edição 24 - Dezembro 2009

Físicos, matemáticos e quejandos

NOTA: estas frases foram extraídas de material distribuído numa reunião de físicos em abril de 1996, em Abilene, Texas.

1. Filolau (século V a.C.): Were it not for number and its nature nothing that exists would be clear to anybody either in itself or in its relation to other things . . . You can observe the power of number exercising itself not only in the affairs of demons and gods but in all the acts and thoughts of men, in all handcrafts and music. Não fossem os números e sua natureza, ninguém poderia entender nada do que existe, seja em suas relação com outras coisas seja em si mesmas. Podemos observar o poder dos números aplicando-os nas obras dos demônios e deuses assim como em todos os atos e pensamentos humanos, em todos artefatos e na música. (Pitagoriano, claro!)

2. Platão: God eternally geometrizes. Deus geometriza eternamente.

3. Nicolau de Cusa: The world is an infinite harmony in which all things have their mathematical proportions. O mundo é uma harmonia infinita onde todas as coisas têm suas proporções matemáticas.

4. Galileu Galilei: The book (of Nature) is written in mathematical language. O livro (da natureza) está escrito em linguagem matemática.

4. David Hilbert: Physics is too important to be left to the physicists. A Física é muito importante para deixar nas mãos dos físicos. (Matemático, claro!)

5. James Jeans: God is a mathematician. Deus é um matemático.

6. Alfred North Whitehead: Nothing is more impressive than the fact that as mathematics withdrew increasingly into the upper regions of ever greater thought, it returned back to earth with a corresponding growth of the importance for the analysis of concrete fact... The paradox is now fully established that the utmost abstractions are the true weapon with which to control our thought of concrete fact. Nada é mais impressionante do que o fato de que quando a Matemática se aventurou nas regiões superiores de pensamentos cada vez mais abstratos, ela regressou à terra com um crescimento correspondente a sua importância para a análise de fatos concretos... Agora já não há mais dúvidas de que as maiores abstrações são a verdadeira arma para controlar nossas idéias dos fatos concretos.

7. John Herman Randall (historiador): Science was born of a faith in the mathematical interpretation of Nature, held long before it had been empirically verified. A Ciência nasceu de uma fé na interpretação matemática da natureza, admitida muito antes de ela ter sido verificada empiricamente.

(Continua)

Divirta-se

Esta é uma daquelas histórias de moço pobre que gosta de moça rica. Ela também gosta dele, mas o pai não.

— Ah!, se houvesse uma forma de eu agradá-lo, talvez ele me recebesse bem, disse o jovem à sua amada.

Um dia, passando em frente a uma loja de antiguidades ficou admirando um belo exemplar de vaso chinês bastante antigo exposto na vitrine. Um empregado da casa o limpava com muito cuidado.

— Se eu pudesse presentear o velho com esse vaso, certamente ele ficaria muito feliz, pois ele adora antiguidades e tem muito orgulho de sua coleção. Mas, onde conseguir dinheiro para comprar um vaso tão caro? —disse para si mesmo.

De repente, assustou-se. O empregado descuidou-se um momento e quebrou o vaso.

Logo lhe ocorreu uma ideia. Entrou apressado na loja e disse ao proprietário:

— Que pena o que aconteceu com o vaso! O senhor me venderia os cacos?

— Claro que sim, e bastante barato– respondeu o dono com muita curiosidade.

— Eu o compro com uma condição. Deve mandar entregá-lo nesse endereço e, no momento da entrega, o entregador deve simular que tropeçou e deixar o pacote cair.

— Combinado, assim será feito.

O jovem correu à casa da namorada e pediu para falar com o pai dela.

— Senhor, disse. Viu aquele vaso chinês exposto na loja da cidade?

— Sim, vi. E gostaria muito de comprá-lo, pois é uma peça rara que enriqueceria minha coleção. Mas é muito caro.

— Pois acabo de comprá-lo de presente para o senhor.

Nisso toca a campainha da casa. Era o entregador com o vaso.

Muito emocionado, o velho correu para receber o pacote. O entregador, conforme instruído pelo dono da loja, simulou um tropeço e caiu, espatifando o pacote.

— Não, não, não! Gritou o velho, puxando os cabelos.

— Que pena! disse o jovem enamorado. Eu queria tanto que o senhor o tivesse.

O velho recolheu o pacote e o abriu. Na loja, o vendedor, num gesto de cortesia, havia embrulhado os cacos, um a um.



Quanto pesa?

Um tijolo pesa 1 kilo mais meio tijolo. Quanto pesa um tijolo e meio?

Resposta na próxima edição.

Resposta da edição anterior: A garrafa e a escova podem ser transpostas com 17 movimentos:

1. Garrafa   2. Escova   3. Ferro   4. Garrafa
5. Pimenteiro   6. Ratoeira   7. Garrafa   8. Ferro
9. Escova   10. Pimenteiro   11. Ferro   12. Garrafa
13. Ratoeira   14. Ferro   15. Pimenteiro   16. Escova
17. Garrafa            

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base apenas nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever ou construir seu vocabulário. Algumas palavras e expressões têm sua tradução ao longo do texto. No corpo do texto, coloque o mouse sobre a palavra ou expressão em vermelho para ver a tradução.

An old letter

A man named Grant once found a box of old papers in a room at the top of his house. He burnt most of these. Grant did not like old things very much. But one of these papers was a letter. He read it. At the bottom of the letter was the name of a well known writer.

"When this letter was written," said Grant, "no one knew about this writer. No one read him. But now everyone reads him. Some people like to buy letters like this. I may be able to get a lot of money for this letter if I sell it to the right man."

But there were a lot of dirty marks all over the letter. Grant did not like these.

"It doesn't look nice," he thought. "No one will want to buy a letter if it's dirty. I'll have to clean it first."

So he took a piece of cloth and some water and cleaned the letter. He worked hard and took a lot care. When at last he finished, the letter looked new.

"Now it looks very nice," Grant said. He was very pleased with his work. "I'll be able to sell it for a lot of money."

He took the letter to a shop in London where old papers of this kind are bought and sold.

"I want to sell this letter," Grant said to the man in the shop. "It was written by a well known writer. You know about these things. How much will you give me for it?"

The man looked at the letter for a long time.

"I'll give you two pounds for it," he said at last.

"Only two pounds!" said Grant. "But people pay ten pounds for a letter like this. And just look! I've even cleaned it so that it looks nice."

"I can see that," said the man " That's the trouble. People who buy old papers like them to be dirty!"

Efemérides

05 dez 1868: Arnold Johannes Wilhelm Sommerfeld
Físico russo nascido em Königsburg. Seu modelo atômico permitiu explicar as linhas espectrais de estrutura fina. Em seus trabalhos sobre espectros atômicos, sugeriu substituir as órbitas circulares de Bohr por elípticas. Desta idéia postulou o número quântico azimutal e, mais tarde, introduziu, também, o número quântico magnético. Sua teoria dos elétrons em metais mostrou-se fecunda no estudo da termoeletricidade e da condução metálica. Faleceu em Munique, em 26 de abril de 1951.

05 dez 1901: Werner Karl Heisenberg
Físico e filósofo alemão nascido em Würzburg. Considerado, geralmente, o pai da Mecânica Quântica. Como conseqüência da sua rejeição por qualquer tipo de modelo para o átomo, usou matrizes para descrever suas propriedades. Por esse trabalho ganhou o prêmio Nobel de Física em 1932. Seu famoso princípio da incerteza (1927) transcendeu os limites da Física. Faleceu em Munique, em 1 de fevereiro de 1976.

07 dez 1823: Leopold Kronecker
Matemático prussiano, nascido em Liegnitz. Suas contribuições mais importantes foram para a Teoria dos Números, Teoria das Equações Algébricas e Álgebra Superior. A função delta de Kronecker tem esse nome em sua homenagem. Faleceu em Berlim, em 29 de dezembro de 1891.

10 dez 1920: Clarice Lispector
Nasceu em Tchetchelnik (Ucrânia). Veio ainda menina para o Brasil e morou no Recife, PE. Autora de Perto do coração selvagem; A maçã no escuro e A hora da estrela, entre outras obras, inclusive para crianças. É considerada uma das maiores escritoras brasileiras. Faleceu no Rio de Janeiro, em 09 de dezembro de 1977.

10 dez 1804: Carl Gustav Jacob Jacobi
Matemático alemão, nascido em Postdam. Foi um dos fundadores da teoria das funções elípticas (com o norueguês Niels Henrik Abel). De suas contribuições pioneiras à teoria dos determinantes surgiu o determinante funcional que hoje leva o seu nome (nosso conhecido jacobiano). Faleceu em Berlim, em 18 de fevereiro de 1851.

11 dez 1893: Alceu Amoroso Lima (Tristão de Athayde)
Escritor brasileiro, nascido no Rio de Janeiro. Até sua morte, exerceu uma poderosa influência na vida cultural brasileira. Sua obra é imensa e atinge os mais diversos campos: crítica literária, sociologia, direito, filosofia, religião, etc. Faleceu em Petrópolis, em 14 de agosto de 1983.

16 dez 1865: Olavo Bilac
Poeta brasileiro nascido no Rio de Janeiro. Além de poeta foi cronista, jornalista e conferencista. Contudo, é mais conhecido pela sua obra poética. Bilac é o mais típico dos nossos parnasianos, estilo que ele mesmo chegou a codificar no soneto "Profissão de fé" – para ler esse soneto clique AQUI. Faleceu no Rio de Janeiro, em 28 de dezembro de 1918.

24 dez 1822: Charles Hermite
Matemático francês nascido em Dieuze. Seu trabalho em teoria das funções inclui a aplicação das funções elípticas para encontrar a primeira solução da equação geral do quinto grau (equação quíntica). Publicou a primeira prova de que e é um número transcendental. Deu importantes contribuições para o desenvolvimento da teoria das formas algébricas, e teoria das funções elípticas e abelianas. Faleceu em Paris, em 14 de janeiro de 1901.

25 dez 1642: Isaac Newton
Filósofo e matemático inglês nascido em Woolsthorpe. Descobriu o cálculo infinitesimal e é o autor da teoria clássica universal da gravitação. Por seus trabalhos em óptica, foi eleito membro da Royal Society em 1672. Em Cambridge, Newton dedicou muito tempo a experiências alquímicas. Abandonou sua cátedra na universidade para entrar no Parlamento em 1701, e dois anos mais tarde assumiu a presidência da Royal Society, permanecendo neste cargo até a sua morte. Toda sua vida foi marcada por intensas atividades em Matemática, Óptica, Cronologia, Química, Teologia, Mecânica, Dinâmica e Ocultismo. Entre suas mais notáveis contribuições científicas estão o cálculo infinitesimal, a teoria clássica da gravitação universal e sua derivação das leis de Kepler, formulação do conceito de força expresso nas suas três leis do movimento, a teoria corpuscular da luz. Sua obra está compilada em seus dois maiores trabalhos: Philosophiae Naturalis Principia Mathematica, o famoso Principia (1687) (há tradução para o português, da Edusp), e Opticks (1704). Faleceu em Londres, em 20 de março de 1727. As datas mencionadas referem-se ao calendário juliano. A Inglaterra somente adotou o atual calendário gregoriano muito tempo depois do nascimento de Newton. No calendário gregoriano as datas de nascimento e morte de Newton são 4 de janeiro de 1643 e 31 de março de 1727.

28 dez 1882: Arthur Stanley Eddington
Astrônomo e astrofísico inglês, nascido em Kendal. Foi pioneiro dos estudos teóricos do interior das estrelas. Seu trabalho Mathematical Theory of Relativity (1923) muito ajudou para introduzir em idioma inglês as teorias de Einstein. Um de seus livros, Fundamental theory – em que pretende unificar a teoria quântica, a relatividade e a teoria da gravitação de Einstein –, é controvertido e, possivelmente, ainda não compreendido. Faleceu em Cambridge, em 22 de novembro de 1944.

28 dez 1903: John von Neumann
Matemático húngaro nascido em Budapeste. Suas contribuições foram importantes para o desenvolvimento da Mecânica Quântica, Lógica, Meteorologia e dos computadores. Enunciou o teorema mini-max, pedra angular da teoria dos jogos. Em 1956 abiscoitou o Prêmio Enrico Fermi. Faleceu em Washington, em 8 de fevereiro de 1957.