Almanaque - Edição 61 - Janeiro de 2013

Para pensar e praticar

Nesta seção do Almanaque, apresentamos textos retirados de obras do Racionalismo Cristão e de pesquisadores atuais e do passado.

Os atos da vida

Por mais renitente e irredutível que seja o ser humano em aceitar a sua verdadeira condição espiritual, chegará o dia da saturação dos prazeres ilusórios da vida material. Isto porque não há condenação eterna. Todos terão sua oportunidade e, enquanto não for aproveitada, voltará a apresentar-se, intermitentemente, em outras vidas, cada vez se situando em níveis mais acessíveis ao seu descobrimento.

Diante de tais perspectivas, não deixa de ser uma ventura possuir o indivíduo condições espirituais para sentir o que este livro encerra, e encontrar nele um caminho para as suas realizações, na prática dos princípios doutrinários. O objetivo alcançado será a disposição firme de pautar os atos da vida, em todas as ocasiões, pelos ensinamentos explanados pelo Racionalismo Cristão, na certeza de que está correspondendo a elevados compromissos.

Podem os seres perdoar-se mutuamente ou, melhor dizendo, desculpar as ofensas recebidas, no sentido de não alimentar ódio, malquerença ou sentimento de vingança contra quem lhes tenha sido ingrato ou maldoso. Mas esse perdão, sinônimo de desculpa, nada tem a ver com o ato falso de dizer-se a alguém, mediante rezas e donativos, que "os seus pecados (os erros) estão perdoados".

Quem acreditar nessa enganosa afirmação está sendo iludido, desviado do caminho da verdade espiritualista, e, mais dia menos dia, sofrerá as conseqüências, sempre desastrosas para sua existência espiritual. O faltoso que, com dinheiro ou com súplicas, pensa haver liquidado seu débito para com a justiça transcendente, fiado em vã promessa, feita levianamente, compartilha com seu perdoador a responsabilidade do erro em que ambos ficaram envolvidos.

Apontando falhas dessa gravidade, o Racionalismo Cristão procura esclarecer as pessoas, sem o menor interesse, porque nada quer de ninguém; age, apenas, com intuito de beneficiar os seres de boa-vontade, cumprindo preceitos cristãos, sem esperar, com isso, receber recompensas ou agradecimentos. O lema de “fazer o bem sem olhar a quem” faz parte dos princípios espiritualistas da Doutrina.

Prática do Racionalismo Cristão, 13ª edição, 2009

Passatempo

Faça 50 pontos



Numa barraca de um parque de diversões em uma cidade do interior dos Estados Unidos da América, o desafio era atirar quantas bolas quiser e derrubar bonecos de forma que a soma dos números estampados neles seja 50. Se passar dos 50, pode pagar nova tentativa e recomeçar. Quais são os bonecos que você deve derrubar?

Respostas na próxima edição.

Resposta da edição anterior:
Cátia pesava 61kg; Mônica pesava 71kg; Norma pesava 66 kg. Passaram a se chamar Cátia Barreto, Mônica Romero e Norma Juventino.

Humor





– Quanto você cobra para me levar até a rodoviária?
– Vinte reais.
– E as malas?
– Não cobro nada por elas.
– Ótimo. Como estou com pouco dinheiro, vou a pé e você me espera lá com as malas.



No bar:
Freguês: – Me vê aí quatro pingas.
O freguês toma calmamente todas elas. Em seguida:
– Me dá agora três.
Novamente, com toda calma, tomas as três. Já com voz um pouco alterada, pede
– Me vê duas agora, e as toma em seguida.
Já com voz totalmente alterada ele ordena mais uma e comenta:
– Vocêêê notoooou que quanto meeeenos beeebo mais bêêêbado fico?

Melhore seu vocabulário em inglês

Continuamos apresentando algumas histórias que poderão ser verdadeiras ou falsas. Na edição seguinte à sua publicação, informaremos se a história é verdadeiras ou não. Aproveite para rever seu vocabulário. Coloque o mouse sobre as palavras em vermelho para ver a tradução.

Toothache

ONE afternoon in May 1883, when the birds were singing in the spring air, Alfred Vokes walked into a waiting room. He knew it well; for he had been there many times before. During the last few years his teeth had given him more trouble than usual, but he was not worried: Mr. Ward could pull them out satisfactorily. He sat down, gently holding the side of his face.

There was only one other person in the room, an immense man with a big face made bigger by the swelling on one side. For a minute or two Vokes watched him trying to open and shut his mouth with his head on one side. It was a strange sight. " Painful?" asked Vokes.

"Terrible!" said the man with powerful shoulders. And he added through a half open mouth, " No sleep last night."
" Don't worry. Mr. Ward will get it out. He's taken three of mine out. Very strong man, Mr. Ward! You'll sleep better tonight. But don't try to fight him. He'll knock you down if you do."
" Will it hurt much when he pulls it out?" asked the big man miserably.
"Oh, yes," said Vokes; "it always hurts. But he gets them out in the end. Lots of blood, of course! He ruined one of my suits with blood once, but he got the tooth out. Ah! wonderful fellow, Mr. Ward! He never fails. But you mustn't fight. I fought him once, and he knocked me down. I was carried out and put into the Rest Room."
"What's the Rest Room?"

A terrible cry of pain rang down the passage from a distant place of sorrow.

"Ah!" said Vokes with satisfaction. "That's Mr. Ward at work. He could pull a horse's teeth out. What an arm that man has!"

The big man's eyes filled with fear; he touched the side of his face and cried out with the pain.

"What's the Rest Room?" he repeated in a whisper.
"It's the room next to this. When people are very bad, they're left in the Rest Room for half an hour. Then they get stronger, and Mr. Ward starts on them again."

The big man stood up and stepped forward uncertainly.

"Where are you going?" Vokes demanded. "It isn't your turn yet."
"I'm going home," said the other, speaking with difficulty.
" Sit down," Vokes suggested. "How will you feel tonight if you go away with that tooth in your head? Be reasonable. It'll have to come out in the end. Better get rid of it now."

As the other carefully placed his large body on the chair again, irregular footsteps sounded outside in the passage. The front door opened and closed.

"Lucky fellow!" said Vokes. "His troubles are over until next time; but ours haven't started."

The door of the room opened and a girl in spotless white clothes entered. "Mr. Small?" she asked sweetly, in a musical voice. "Will you come this way, please?" She gave him a bright smile.

The immense man followed her out with a last sad look at Vokes. The door closed. From the table Vokes took an ancient paper and began in silence to read about last year's events.
His peaceful reading was interrupted by noise. From the distant room came a loud cry which developed into a shout. Something far away fell on the floor.

"I told him not to fight!" Vokes thought angrily. " He has no sense."

The noise grew louder; the sounds of battle increased. Other voices joined in. A kind of roaring could be heard through the shouts. Suddenly a door opened and heavy feet ran down the passage. The front door was thrown open. Vokes stood up and looked out of the window with interest. Mr. Small had escaped.

Hearing other feet in the passage, Vokes opened the door to watch. Someone was being carried gently and carefully into the Rest Room. Looking more closely, Vokes saw the face of Mr. Ward. The eyes were closed.

"I'll come back tomorrow," said Vokes to the girl in white.

A look of doubt crossed her face. " Better wait two or three days," she said. "Come on Friday. Mr. Ward won't want to see anyone tomorrow."

A história anterior, Time, é verdadeira. E a de hoje?

Para mais histórias, acesse a Biblioteca clicando AQUI.

Os doze trabalhos de Hércules

Monteiro Lobato

11 - Os pomos das Hespérides
Monteiro Lobato


A viagem de Hércules em busca dos pomos de ouro foi das mais movimentadas. Antes de partir teve de andar indagando onde é que ficava o jardim das Hespérides. Uns achavam que era no país dos hiperbóreos, lá muito ao norte, mas o Visconde objetava:
— Não pode ser. A zona hiperbórea, ou polar, é muito fria para favorecer o crescimento duma árvore de pomos. O jardim das Hespérides tem que ser incompatível com os gelos do norte. Deve ficar em clima quente ou temperado.
Por fim Hércules se convenceu de que o maravilhoso jardim ficava no extremo ocidental da terra, isto é, bem a oeste.
Naquele tempo a "terra" era quase que só a Europa, e o tal extremo ocidental devia ser a península ibérica, onde ficam a Espanha e Portugal.
Emília quis saber o que era “pomo”. O Visconde explicou que a palavra "pomo" vinha do latim "pomum" e queria dizer "fruta".
— Mas é mais poético dizer pomo em vez de fruta —acrescentou. Fruta dá idéia de mercado ou de verdureira de esquina. Pomo é palavra de luvas de pelica.
— Enjoado! — berrou Emília que era muito plebéia. — Só porque vem do latim já está com história. Luvas de pelica! O fedor... Pois eu digo fruta e acabou.
— Mas se pomo é fruta em geral, — interveio Pedrinho, — que fruta são os tais pomos do jardim das Hespérides? E, antes de mais nada, quem são essas tais Hespérides?

O Visconde sabia. Não havia o que ele não soubesse. Contou que se tratava das filhas do gigante Atlas com a ninfa Hespéris.
— São quatro, Egle, Eritia, Aretusa e Hestia, cada qual mais encantadora. O jardim das Hespérides é uma pura maravilha que vive tentando os homens e os deuses. Em nenhum outro existem as árvores dos pomos de ouro. Aquilo é um encanto e as quatro irmãs são verdadeiras fadas. Cantam como sereias, dançam como zéfiros e sabem tomar todas as formas. Quando os argonautas lá estiveram e, quase mortos de sede, lhes pediram que indicassem uma fonte, elas se transformaram em areia. E como eles continuassem a pedir água, a areia se tronsformou em árvore.
— Eu me transformaria em torneira para salvar os coitados — disse Emília. — Que adianta areia ou árvore para quem está morrendo de sede?
Pedrinho quis saber como era o dragão de guarda ao jardim das Hespérides.
— Ah, o mais monstruoso de todos! Cem cabeças que não tiram os olhos dos pomos.

Para ler a história completa clique AQUI.
Para outros trabalhos de Hércules, procure na Biblioteca clicando AQUI.

Envie esta página para um amigo:

Efemérides

01 jan 1893: Paulo Setúbal
Escritor brasileiro nascido em Tatuí, SP. Seu nome completo é Paulo de Oliveira Leite Setúbal. Seus romances tratam de temas da história do Brasil, de forma leve e bem humorada. Talvez seu livro mais conhecido seja A marquesa de Santos. Para baixá-lo, clique AQUI. Faleceu em São Paulo, em 4 de maio de 1937.

01 jan 1894: Satyendra Nath Bose
Físico e matemático indiano, mais conhecido como o descobridor dos bósons (este termo foi cunhado em sua homenagem). Juntamente com Einstein, criou a estatística Bose-Einstein que descreve o comportamento dos bósons. Faleceu em Calcutá, em 4 de fevereiro de 1974.

03 jan 1894: Luiz de Mattos
Filósofo, escritor, comerciante português radicalizado no Brasil. Codificador do Racionalismo Cristão. Fundador do jornal "A Razão" e elaborou o primeiro "Manual de Redação" que se conhece. Abolicionista, acolheu em sua fazenda e protegeu escravos que fugiam de seus cativeiros. Seus eloquentes e corajosos artigos publicados no jornal que fundou causaram muita perplexidade e despertaram enorme interesse dos seus leitores. O "A Razão" passou a ser o diário mais procurado e lido na ocasião. Faleceu no Rio de Janeiro, em 15 de janeiro de 1926. Para ler uma minibiografia, clique AQUI. Há uma biografia mais extensa: Luiz de Mattos, sua vida, sua obra, de Galdino Rodrigues de Andrade.

04 jan 1643: Isaac Newton
Cientista inglês (físico, matemático, astrônomo, alquimista e filósofo), nascido em Woolsthorpe. Em seu livro Philosophiae Naturalis Principia Mathematica, também conhecido como Principia, descreve sua famosa lei da gravitação universal e apresenta suas três leis em que se apoia a mecânica clássica. Faleceu em Londres, em 31 de março de 1727. Ver edição de dezembro deste Almanaque.

04 jan 1839: Casimiro de Abreu
Poeta brasileiro, nascido em Barra de São João, RJ. Seu nome completo é José Marques Casimiro de Abreu. Sua obra lírica está reunida no volume As primaveras, publicado em 1859. Faleceu em Nova Friburgo. em 18 de outubro de 1860.

21 jan 1929: Martin Luther King
Ativista político norte-americano, nascido em Atlanta, Geórgia. Batalhou pelos direitos civis, principalmente dos negros e mulheres. Seu discurso mais famoso é "Eu tenho um sonho". Recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1964. Foi assassinado em Memphis, Tenessee, em 4 de abril de 1968.

22 jan 1775: André-Marie Ampère
Matemático e físico francês, nascido em Polémieux-au-Mont-d'Or. Seus trabalhos em física mais importantes foram no campo do eletromagnetismo. Em sua homenagem, a unidade de intensidade de corrente elétrica no sistema SI se diz ampère, símbolo A. Faleceu em Marselha, em 10 de junho de 1836.

22 jan 1908: Lev Davidovich Landau
Físico russo, nascido em Baku. É considerado um dos maiores físicos do século XX. Deu importantes contribuições para o desenvolvimento de diversos campos da Física, como, Baixas Temperaturas, Estado Sólido, Atômica, Nuclear, Plasma e Energia Estelar. Muitos termos físicos levam o seu nome. Faleceu em Moscou, em 1 de abril de 1968.

23 jan 1862: David Hilbert
Matemático alemão, nascido em Königsberg. Seus trabalhos em Geometria são considerados os mais importantes desde Euclides. Propôs uma série de problemas que vêm estimulando o trabalho dos matemáticos. Faleceu em Göttingen, em 14 de fevereiro de 1943.

23 jan 1907: Hideki Yukawa
Físico japonês, nascido em Tóquio. Foi homenageado com o prêmio Nobel de Física em 1949 pelos seus trabalhos sobre partículas elementares. Com base em cálculos inteiramente teóricos, previu a existência de mésons. Foi o primeiro físico japonês com formação totalmente feita no Japão a receber o prêmio Nobel de Física. Faleceu em Kyoto, em 8 de setembro de 1981.

25 jan 1736: Joseph Louis Lagrange
Matemático italiano, nascido em Turim, distinguiu-se em todos os ramos da Análise, Teoria dos Números, Mecânica Analítica e Mecânica Celeste. Seu Mécanique Analytique, publicado em 1788, sintetiza todos os trabalhos no campo da Mecânica desde os dias de Newton. Faleceu em Paris, em 10 de abril de 1813.

Almanaque - Edição 62 - Fevereiro de 2013

Para pensar e praticar

Nesta seção do Almanaque, apresentamos textos retirados de obras do Racionalismo Cristão e de pesquisadores atuais e do passado.

O valor

O valor, que todos possuem em maior ou menor dimensão, é um dos ângulos marcantes da personalidade humana.

Quanto mais o caráter se consolida no rigor do trabalho cotidiano e na luta voltada para a prática do bem, mais o ser humano sente a necessidade de pôr à prova o seu valor, a fim de que os resultados correspondam aos esforços empregados. Sempre que alguém, ao definir-se por uma conduta, tiver de apelar ao próprio valor e dele se socorrer para traçar a diretriz a seguir, ganha o seu acervo mais um reforço, mais um estímulo, mais uma parcela de enriquecimento. Não há quem não tenha a oportunidade de externá-lo, a cada passo, por algum feito, por repousar nele o verdadeiro bem-estar íntimo que satisfaz a consciência, alegra o semblante e, como recompensa maior, transmite à pessoa o agradável sentimento do dever cumprido.

O exercício fortalece e revigora os atributos e as faculdades do espírito. Ele é tão necessário à mente, quanto ao corpo. O exercício da mente consiste na prática habitual de atos e pensamentos de valor, que precisam ser estimulados desde a infância. Esses atos e pensamentos podem ser revelados no lar, quando o adolescente assume a responsabilidade das suas faltas, quando se solidariza com as dificuldades e sofrimentos dos pais e irmãos, quando é capaz de um gesto de desprendimento e renúncia em favor do próximo.

Os atos de valor revelam-se também na escola, quando o estudante sabe ganhar e perder nas atividades esportivas, quando proceed com dignidade no estudo e nos exames, quando reconhece os esforços dos pais e tudo faz para tornar-se merecedor do sacrifício deles. Exercitados pelo adolescente esses altos atributos espirituais, entrará ele na segunda fase da juventude com um preparo moral em que se refletirão, nitidamente, os traços de valor de que é dotado. Isso o habilitará a resistir às tentações próprias da idade, a viver com método e disciplina, a encarar o trabalho como um bem necessário ao progresso, dispensando ao semelhante o mesmo respeito que exige para si.

Na idade madura, em que o espírito conserva o precioso tesouro representado pelos ensinamentos colhidos na adolescência e na juventude, o ser humano precisa contar com esse bom cabedal, para não ser influenciado pelos erros e vícios que se encontram no meio ambiente.

RACIONALISMO CRISTÃO, 44ª edição, p. 123. 2010.

Passatempo

Piquenique

Várias pessoas se juntaram para fazer um piquenique no campo e prepararam carroças para levá-las. Cada carroça leva exatamente o mesmo número de pessoas. Na metade do caminho, 10 carroças quebram e cada uma das demais teve de levar uma pessoa a mais.

Na hora de voltar, descobriram que mais 15 carroças não tinham condições para a viagem. Assim, foi necessário colocar três pessoas a mais em cada carroça restante do que havia no início da viagem.

Quantas pessoas participaram do piquenique?

Respostas na próxima edição.

Resposta da edição anterior:
6, 19 e 25

Humor



– Descobri uma forma de ganhar dinheiro fácil.
– É? Como você faz?
– Chego para um adulto e digo apenas isso 'Eu sei de tudo'.
– Só isso?
– Só isso.
O garoto chega em casa e diz para o pai.
– Pai, eu sei de tudo.
– Sabe mesmo? Olhe toma estas dez pratas, mas não diga a ninguém, tá?
Feliz com o que ganhou, vai até a mãe e diz:
– Mãe, eu sei de tudo.
– O que? Não importa, tome estas 10 pratas, mas não diga nada a ninguém.
Pensando consigo mesmo: 'Não é que funciona?! Vou lá fora ver se encontro mais algum trouxa.
Encontra com o carteiro, se aproxima e diz
– Eu sei de tudo.
– Sabe mesmo?
– Sim.
– Então vem cá para um abraço, filhão.



Duas amigas estavam vendo na televisão um indivíduo ameaçando atirar-se do topo de um edifício.
– Aposto que ele se atira, disse a morena.
– Aposto que não, disse a loira.
Nisso o indivíduo salta.
– Não vou cobrar a aposta, disse a morena, porque eu já havia visto este noticiário de manhã.
– Eu também o vi, disse a loira.
– Então, por que apostou que não ia se atirar?
– Por que achei que ele não iria fazer a mesma besteira duas vezes.

Melhore seu vocabulário em inglês

Continuamos apresentando algumas histórias que poderão ser verdadeiras ou falsas. Na edição seguinte à sua publicação, informaremos se a história é verdadeiras ou não. Aproveite para rever seu vocabulário. Coloque o mouse sobre as palavras em vermelho para ver a tradução.

Pet shop

Cody and his sister April decide they want a dog. They head down to the local pet store and have a look around.
It is a very small pet store that doesn't have many animals.
The owner of the shop is a nice old man named Mr. Smith. He walks over and greets Cody and April.
" How can I help you?" he asks.
"We would like to buy a dog," April responds.
"Ah, well, we are not a big pet shop," Mr. Smith tells her. "So we only have two dogs to choose from."
They ask Mr. Smith to show them the dogs.

      




Mr. Smith leads them to the back of store where the two dogs are. One of them is a very big bulldog named Buster. The other is a very tiny chihuahua named Teacup.
April wants Teacup. Cody wants Buster. They walk outside to discuss.
They can’t agree on a dog. April suggests they race home for it. The winner of the race chooses the dog.
Cody agrees, then tells April her shoelace is untied. When April looks down, he runs off and gets a head start.
Cody runs as hard as he can. He really wants that bulldog. He looks back. April is so far behind he can’t even see her.
Cody finally gets home . He is tired but he is happy. He knows he is the winner.
April arrives a few minutes after Cody. She congratulates him. They return to the pet store to purchase Buster the bulldog.
However, when they arrive they only see Teacup the chihuahua.
They ask Mr. Smith where Buster is.
Mr. Smith gives the details. He explains that a few minutes after April and Cody leave , two boys walk in and buy the bulldog.
Cody looks at April, and she holds back a smile. Cody sighs . He turns back to Mr. Smith.
"Sometimes you win the race, but not the prize!" Cody smiles sadly. " We’ll take the chihuahua, please."

http://www.really-learn-english.com/english-short-stories.html

A história anterior, Toothache, é ficção. E a de hoje?

Para mais histórias, acesse a Biblioteca clicando AQUI.

Os doze trabalhos de Hércules

Monteiro Lobato

12 - Hércules e Cérbero

Hércules já realizara onze grandes Trabalhos, saindo plenamente vitorioso. Estava agora incumbido do último e o mais difícil. Tinha de descer ao sombrio reino de Hades, e trazer de lá o famoso Cérbero.
— Que é esse reino? — quis saber Pedrinho; e o mensageiro de Palas explicou:
— É o reino subterrâneo para onde vão as sombras dos mortos. À entrada está Cérbero, o horrível mastim de três cabeças e cauda de dragão — três cabeças diferentes. A missão de Cérbero é impedir que os heróis penetrem nos domínios de Hades. Só isso. Porque os heróis se atrevem às maiores loucuras até a se baterem com os deuses, como no caso de Héracles e Ares. Os deuses, pois, têm que tomar precauções.
Emília quis saber pormenores do deus Hades. Minervino contou.
— É irmão de Zeus e Posseidon, de Hera e Deméter. Filho do velhíssimo deus Cronos, que é o Tempo. Na repartição do mundo coube-lhe o reino dos infernos subterrâneos, de onde só saiu uma vez para raptar Perséfone, filha de Deméter, com a qual se casou.
— Está aí uma coisa que não compreendo — disse Pedrinho. — Como é que a filha duma deusa do Olimpo se conforma em deixar a beleza do céu para ir morar na feiúra do inferno? Maior mau gosto nunca vi...
— É que ela não foi morar lá por gosto. Hades raptou-a — e foi o rapto mais célebre do mundo.
— Conte, conte...

Para ler a história completa clique AQUI.
Para outros trabalhos de Hércules, procure na Biblioteca clicando AQUI.

Cantinho infanto-juvenil

Esta seção do Almanaque é dedicada a crianças e jovens. Nesta edição oferecemos uma atividade com experiências que podem ser feitas em casa. Aguardamos sua avaliação e sugestões enviando um email para

              

Um sopro de magia


Clique na imagem para baixar a atividade.

Envie esta página para um amigo:

Efemérides

06 fev 1608: Padre Antonio Vieira
Jesuíta, escritor e orador português, nascido em Lisboa. Condenado e preso pela Inquisição por desenvolver campanha em defesa dos índios. Sua obra mais famosa é Os sermões. Seu trabalho De profecia e inquisição, que é uma defesa do livro intitulado Quinto império, está disponível na Biblioteca deste site. Faleceu em Salvador, BA, em 18 de julho de 1697.

11 fev 1839: Josiah Willard Gibbs
Físico e químico norte-americano, nascido em New Haven, Connecticut, considerado o maior cientista nascido nos Estados Unidos da América. As suas aplicações da termodinâmica aos processos físicos levou à criação da Mecânica Estatística e, mais tarde, essa sua abordagem foi estendida à Mecânica Quântica. Faleceu em New Haven, em 28 de abril de 1903.

12 fev 1809: Charles Darwin
Naturalista inglês, nascido em Shrewsbury. A seleção natural, da luta pela sobrevivência dos mais aptos, é a base central da sua teoria evolucionista. Sua obra mais conhecida é A origem das espécies que tinha originalmente por título "Sobre a origem das espécies por meio da seleção natural ou a conservação das raças favorecidas na luta pela vida. Faleceu em Downe, em 19 de abril de 1882.

12 fev 1918: Julian S. Schwinger
Físico norte-americano. Abiscoitou o Prêmio Nobel de Física em 1965 pelos trabalhos fundamentais em Eletrodinâmica Quântica, com profundas implicações na Física de partículas. Faleceu em 16 de julho de 1994.

14 fev 1564: Galileo Galilei
Físico, matemático e astrônomo italiano, nascido em Pisa, é considerado o fundador do método experimental. Entrou em conflito com a Igreja devido ao seu apoio explícito às idéias de Copérnico. Quase foi conduzido à fogueira por isso. Pressionado pelo temor, renegou suas idéias, mas teve de viver o resto de sua vida em prisão domiciliar. Apenas recentemente a Igreja Católica o perdoou. Foi o primeiro a usar a Matemática para descrever os fenômenos físicos. Propôs o uso de pêndulo para relógios e desenvolveu o telescópio com o qual descobriu as crateras lunares, as manchas solares, os satélites de Júpiter e as fases de Mercúrio. Faleceu em Arcetri, nas proximidades de Florença, em 8 de janeiro de 1642.

15 fev 1850: Sonja (ou Sofia) Kowalewski
Matemática russa, nascida em Moscou. Notabilizou-se por suas valiosas contribuições para a teoria das equações diferenciais. Em 1888 ganhou o prêmio Borodin, da Academia de Ciências da Suécia, por seu trabalho sobre a rotação de um corpo rígido em torno de um ponto. Esse trabalho foi tão notável que dobraram o valor do prêmio. Faleceu em Estocolmo, em 10 de fevereiro de 1891.

18 fev 1745: Alessandro Volta
Físico italiano, conhecido especialmente pela invenção da bateria. Mais tarde, viria a receber o título de conde. Faleceu em Como em 5 de março de 1827.

19 fev 1473: Nicolaus Copérnico
Astrônomo polonês, nascido em Torun. Numa época em que a Terra era tida como o centro do universo, Copérnico revolucionou o mundo intelectual propondo o sistema heliocêntrico. Ele afirmou que a Terra girava em torno de si própria e transladava em torno do Sol. Faleceu em Frauenburg, Prússia, hoje cidade polonesa chamada Frembork, em 24 de maio de 1543.

20 fev 1844: Ludwig Eduard Boltzmann
Físico austríaco, nascido em Viena. Sua contribuição mais importante foi para o desenvolvimento da Mecânica Estatística. Foi um dos primeiros a reconhecer a teoria eletromagnética de Maxwell. Derivou a lei geral que rege a distribuição de energia num sistema e enunciou o teorema da equipartição de energia. Foi muito mal compreendido pelos seus contemporâneos que não perceberam a natureza estatística da sua abordagem dos problemas. Os ataques constantes dos colegas à sua teoria finalmente deixaram-no muito cansado e, em profunda depressão, acabou suicidando-se, em Duino, Itália, em 5 de setembro de 1906.

22 fev 1843: Visconde de Taunay
Engenheiro militar, professor e romancista brasileiro, nascido Alfredo D'Escragnolle Taunay no Rio de Janeiro. Autor de A retirada da Laguna (disponível na Biblioteca deste site) e Inocência, um dos livros mais lidos da literatura brasileira. Foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras. Faleceu no Rio de Janeiro, em 25 de janeiro de 1899.

Almanaque - Edição 63 - Março de 2013

Para pensar e praticar

Nesta seção do Almanaque, apresentamos textos retirados de obras do Racionalismo Cristão e de pesquisadores atuais e do passado.

Os pensamentos

Os pensamentos ficam ligados `sua fonte de origem, enquanto permanecer o sentimento que os gerou. Criam condições proporcionadoras de saúde ou de enfermidade, de alegria ou de tristeza, de triunfo ou de fracasso, de bem ou de mal-estar.

Formando correntes que se cruzam em todas as direções, os pensamentos têm como fonte alimentadora os próprios seres humanos e os espíritos desencarnados que os emitem. Muitas dessas correntes são, além de doentias, bem avassaladoras. Com frequência, chegam mesmo a exercer acentuada predominância sobre as benéficas, pela inferioridade de pensamentos e sentimentos de que está saturada a atmosfera fluídica da Terra. Pensando mal, o ser humano não só transmite, mas também capta na mesma intensidade, queira ou não,  pensamentos afins, e sofre efeitos dos pensamentos maléficos. Essas correntes produzem os mais sérios danos em distúrbios psíquicos e físicos.

Portanto, a educação e o fortalecimento da vontade têm importância fundamental na ação de governar os pensamentos. Aprendendo a fortalecer-se com sentimentos repletos de valor, a pessoa criará em torno de si uma barreira fluídica de tamanha rigidez que os pensamentos  maléficos dos espíritos obsessores não terão força para quebrar.

Temores e indecisões conduzem ao fracasso. Ânimo resoluto para pensar e deliberar é condição que se impõe. O pensamento racionalmente otimista deve prevalecer, sempre e sempre, porque, quando aliado á ação, se constitui numa força capaz de demolir os mais sérios  obstáculos. Pensamentos de valor e coragem, de firmeza e decisão, atraem vibrações de outros pensamentos de formação idêntica, produzindo ambiente de confiança capaz de conduzir ao sucesso.

A pessoa não se deve deixar abater, jamais. Um revés nada mais significa do que um incidente passageiro.

RACIONALISMO CRISTÃO, 44ª edição, p. 52

Passatempo

As três noivas

Rico comerciante anunciou que daria, como dote, o peso de cada uma das três filhas em ouro para quem se casasse com elas. Os peso das três juntas era de 210 quilos, mas Norma pesava 10 kg a mais do que Cátia; e Miriam pesava 10 kg a mais do que Norma.

Todas se casaram no mesmo dia. Um dos noivos, João Barros, pesava o mesmo que sua noiva; Wilson Gonçalves pesava a metade a mais que o peso de sua noiva; e Carlos Rodrigues pesava o dobro de sua noiva. As noivas e os noivos pesavam, juntamente, 535 kg.

Qual o peso de cada noiva e com quem se casaram, ou seja, qual o nome de casada de cada uma delas?

Respostas na próxima edição.

Resposta da edição anterior:
900 pessoas participaram do piquenique em 100 carroças, 9 pessoas por carroça no início.

Humor

  – Me aconteceu uma coisa incrível. Aqui perto, na estrada meu carro pifou.
– Falta de sorte, né?
– É mesmo. Levantei o capô e não encontrei nenhum defeito. Aí, um cavalo perto de uma cerca me disse:
– Olha o cabo da bobina.
– Fiquei espantado e não fiz nada. Aí, ele insistiu:
– Olhe o cabo da bobina, mas cuidado com ele
– E, você, consertou o cabo, né?
– Sim, e o problema sumiu. Você acredita?
– O cavalo era branco ou preto?
– Era branco.
– Sorte sua, porque o preto não entende nada de carro.



Baile de Carnaval

Dois amigos se encontram:
– Você sabia que o Arnaldo está hospitalizado? - comenta um deles - O cara tá mal, parece que nem dá pra reconhecer direito...
– Não pode ser! - disse o outro, aflito - Ainda ontem eu vi o Arnaldo num baile de carnaval, dançando com uma loira deliciosa!
– Pois é, a mulher dele também viu!

Melhore seu vocabulário em inglês

Aproveite para rever seu vocabulário. Coloque o mouse sobre as palavras em vermelho para ver a tradução.

Anniversary Day


Chloe and Kevin enjoy going out to Italian restaurants.
They love to eat pasta, share a desert, and have espresso.
Chloe and Kevin’s anniversary is coming up. Kevin wants to plan a night out at an Italian restaurant in town. He calls a restaurant to make a reservation but they have no tables available. He calls another restaurant, but they have no availability either.
Kevin thinks and paces around the house. He knows that Chloe loves Italian food more than anything else. He knows that nothing makes her happier. But the only two Italian places in town are too busy.
Kevin has an idea. What if he cooks Chloe a homemade Italian meal? Kevin pictures it: he puts down a fancy tablecloth, lights some candles, and plays romantic Italian music. Chloe loves when Kevin makes an effort.
There's only one thing. Kevin isn't a good cook.
In fact, Kevin is a terrible cook. When he tries to make breakfast he burns the eggs, when he tries to make lunch he screws up the salad, when he tries to make dinner even the neighbors smell how bad it is.
Kevin has another idea: if he calls up one of the restaurants before Chloe gets home and orders take-out, he can serve that food instead of his bad cooking!
The day arrives. Chloe is still at work while Kevin orders the food, picks it up, and brings it back home.
As he lays down the place settings, lights the candles and puts the music on, Chloe walks in.
"Happy Anniversary!" Kevin tells Chloe. He shows off their romantic dinner setting, smiling.
Chloe looks confused. "Our anniversary is tomorrow, Kevin."
Kevin pauses, looks at the calendar and realizes she's right. He looks back at her.
"I guess it's always good to practice!" He says.


http://www.really-learn-english.com/english-short-stories.html

A história anterior, Pet shop, é ficção.

Para mais histórias, acesse a Biblioteca clicando AQUI.

Efemérides

03 mar 1845: Georg Ferdinand Ludwig Philipp Cantor
Matemático russo, nascido em São Petersburg. Fundador da Teoria dos Conjuntos. Introduziu o conceito de números transfinitos. Faleceu em Halle, Alemanha, em 6 de janeiro de 1918.

14 mar 1847: Castro Alves
Poeta brasileiro nascido em Curralinho-BA (hoje Castro Alves). Considerado um dos mais expressivos representantes do Romantismo brasileiro, ao lado de Gonçalves Dias. Seu livro Espumas flutuantes (disponível na Biblioteca deste site) consagrou-o para sempre. Seus poemas são lidos e admirados ainda hoje, especialmente aqueles em que denuncia a iniquidade da escravidão. Faleceu em Salvador-BA, em 6 de julho de 1871.

14 mar 1879: Albert Einstein
Físico alemão, nascido em Ulm. Considerado um dos gênios do século e mais conhecido pela sua Teoria da Relatividade Restrita. Criou também a Teoria da Relatividade Geral, ou mais apropriadamente, Teoria da Gravitação. Entretanto, o prêmio Nobel de Física que ganhou foi em razão da explicação que deu do efeito fotoelétrico e, genericamente, por seus trabalhos em Física Teórica. A partir de 1933, passou a residir em Princeton, Nova Jersey, onde trabalhou pelo resto de sua vida dedicando-se, principalmente, a encontrar uma teoria de unificação das leis físicas. Nunca aceitou a interpretação estatística da Mecânica Quântica. Neste sentido, é sua a famosa frase: "Por acaso Deus joga dados?" Um áudio, com sua voz inconfundível, explicando a famosa fórmula E = mc2 está disponível na na Biblioteca deste site. Quando visitou o Brasil, teria dito que é impossível citar os maiores físicos teóricos do mundo sem incluir o brasileiro Mario Schenberg. Faleceu em Princeton, em 18 de abril de 1955.

16 mar 1825: Camilo Castelo Branco
Escritor português, nascido em Lisboa. Foi uma das maiores figuras literárias de Portugal do século 19. Suas numerosas obras literárias incluem desde melodramas românticos até trabalhos que seguem a estética realista. Um dos maiores conhecedores do idioma português. Seu romance Amor de perdição está disponível na Biblioteca deste site. Faleceu em Seide, em 1 de junho de 1890.

21 mar 1768: Jean-Baptiste-Joseph Fourier
Matemático francês, nascido em Auxerre. Também egiptologista. Teve grande influência no desenvolvimento da física matemática em consequência do seu livro Théorie analytique de la chaleur, publicado em 1822. Contribuiu significativamente para o desenvolvimento da teoria das funções de uma variável real. Faleceu em Paris, em 16 de maio de 1830.

23 mar 1749: Pierre-Simon de Laplace
Matemático, astrônomo e físico francês, nascido em Beaumont-en-Auge. Seus trabalhos mais notáveis foram sobre Mecânica Celeste e Teoria Analítica das Probabilidades. Faleceu em Paris, em 5 de março de 1827.

23 mar 1882: (Amalie) Emmy Noether
Matemática alemã, nascida em Erlangen. Por suas importantes contribuições para o desenvolvimento da Álgebra Superior foi reconhecida como a algebrista mais criativa dos tempos modernos. Faleceu em Bryn Mawr, E.U.A., em 14 de abril de 1935.

27 mar 1845: Wilhelm Conrad Roentgen
Físico prussiano, nascido em Lennep. Por sua descoberta dos raios X, recebeu o primeiro prêmio Nobel de Física, em 1901. Faleceu em Munique, em 10 de fevereiro de 1923.

31 mar 1596: René Descartes
Matemático e filósofo francês, nascido em La Haye. Tem sido considerado o pai da filosofia moderna. Sua obra mais conhecida talvez seja o Discurso do método (disponível na Biblioteca deste site), onde aparece a famosa afirmação "Penso, logo existo". Faleceu em Estocolmo, em 1 de fevereiro de 1650.

31 mar 1906: Shin'ichiro Tomonaga
Físico japonês, nascido em Kyoto. Juntamente com Feynman e Schwinger, recebeu, em 1965, o prêmio Nobel de Física, pelos trabalhos que conduziram ao casamento (consistência) da Eletrodinâmica Quântica com a Teoria da Relatividade Restrita. Faleceu em Tokio, em 8 de julho de 1979.

Almanaque - Edição 64 - Abril de 2013

Para pensar e praticar

Nesta seção do Almanaque, apresentamos textos retirados de obras do Racionalismo Cristão e de pesquisadores atuais e do passado.

A mulher e o homem

A mulher e o homem se completam no lar como duas medidas de compensação, sendo necessário que haja esforço permanente para desempenharem bem o seu papel. Unidos, irão cumprir a árdua e dignificante tarefa; distanciados, semearão discórdia e desentendimento, e a obra ficará por fazer. Assim, os que se unem pelo casamento têm o dever de auxiliar-se mutuamente, sob a influência das vibrações harmônicas do entendimento e da compreensão.

Uma das mais nobres e elevadas missões dos casais é a educação dos filhos. Na obra de edificação espiritual da humanidade desempenha ela um papel da maior relevância, no cumprimento da qual precisam esforçar-se por orientar os filhos nos moldes de uma conduta moral impregnada de virtudes.

As crianças possuem subconsciente amoldável, o que as torna sensíveis a receber a influência da orientação que lhes for ministrada - educação que deve ser pautada nos princípios de honestidade, de amor ao trabalho e à verdade - para se tornarem, no futuro, bons cidadãos.

Aos componentes de um lar jamais deverão faltar a serenidade e o bom humor, cujo cultivo é da maior necessidade. Inconciliável com o pessimismo, o bom humor abre caminho ao triunfo, já que desarma os pensamentos derrotistas e os receios infundados, afastando o nervosismo. A pessoa bem-humorada reflete alegria no semblante, confiança em si mesma e dispõe do essencial para gozar boa saúde.

O lar exige dos seus integrantes desprendimento e tolerância, para haver entre eles harmonia e entendimento, e não se enfraquecerem os laços de amizade que os devem unir cada vez mais solidamente.

Tenha-se sempre em vista que todos são imperfeitos, suscetíveis de incorrerem em erros. Assim sendo, possíveis falhas não devem ser encaradas com indignação ou revolta, mas com calma e compreensão, para o que é necessário dominar o temperamento impulsivo, violento ou intempestivo.

RACIONALISMO CRISTÃO, 44ª edição, 2010, p.137

Passatempo

Quatro homens eram suspeitos de cometer um crime. Sabia-se que um deles era culpado. Quando interrogados pela polícia, responderam:
Artur:  Foi o Davi.
Davi:  Foi o Antônio.
Gustavo:  Eu não fui.
Antônio:  Davi mentiu quando disse que fui eu.

a) Se somente um destes quatro depoimentos é verdadeiro, quem é o culpado? Por outro lado, b) se somente um destes quatro depoimentos é falso, quem é o culpado?

Respostas na próxima edição.

Resposta da edição anterior: Cátia Barros (60kg); Norma Gonçalves (70kg);
Miriam Rodrigues (80kg)

Humor



– Querido, você viu o meu xampu?
– Não, não vi. Você vai tomar banho agora?
– Não, estou indo ao aeroporto pegar um voo para Salvador para fazer uma entrega e preciso do xampu. Onde está, pensa bem.
– Qual o problema? Chegando lá você compra um.
– Eu preciso do xampu antes de embarcar.
– Por que?
– Para minha proteção, oras! Meu xampu é anti-queda.



Na escola

– Joãozinho, o que queres ser quando crescer?
– Multimilionário, fessora. Quero dar à minha namorada muitas jóias, vestidos, um belo carro e um apartamento em Paris.
– Não estás exagerando? Mas, OK. E tu, Mariazinha o que queres ser?
– Eu? Eu quero ser a namorada dele.

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Coloque o mouse sobre as palavras em vermelho para ver a tradução.

A história abaixo é verdadeira ou não?

Sharp Reply

PAINTERS, musicians, actors, and other artists are sometimes excitable people, whose feelings are easily hurt. Some actresses, especially, show uncontrollable dislike for certain people.

A certain great actress ( let us call her Mrs. X) and a certain great actor (we will call him Mr. Y) disliked each other so much that finally they refused to converse off the stage. On the stage, when they were acting together, they had to speak their parts; but they never said a word to each other in private.

If one had something to tell the other, the information had to be sent by letter. But the letters which they wrote were not those commonly written by friends. Their letters were written as if from a third person.

At one time Mr. Y heard that Mrs. X used to laugh at him on the stage when his back was turned. This made him angry, but even now it was impossible for him to speak to her. He therefore wrote her a short note about it, saying, `Mr. Y begs Mrs. X not to laugh at him on the stage.'

The reply came quickly. It said, `Mrs. X never laughs at Mr. Y on the stage. She waits till she gets home.'

Para mais histórias, acesse a Biblioteca clicando AQUI.

Efemérides

09 abr 1869: Élie-Joseph Cartan
Matemático francês, nascido em Dolomieu. Desenvolveu a teoria dos grupos de Lie e contribuiu para a teoria das subálgebras. Faleceu em Paris em 6 de maio de 1951.

15 abr 1707: Leonard Euler
Físico e matemático suíço, nascido em Basilea. É considerado o pai da geometria analítica moderna. Introduziu o uso do cálculo infinitesimal para desenvolver a Mecânica. Também desenvolveu uma teoria para explicar os movimentos da lua (problema de três corpos) e foi pioneiro na ciência da Hidrodinâmica. Faleceu em São Petersburgo em 18 de setembro de 1783.

16 abr 1845: Julio Ribeiro
Escritor e gramático brasileiro, nascido em Sabará, MG. Não há acordo sobre o dia em que nasceu. Alguns biógrafos apontam como sendo 10 de abril. Criador da bandeira do estado de São Paulo, concebida em 1888 para ser a bandeira da República. Foi membro da Academia Brasileira de Letras. Anticlerical e ardoroso representante do Naturalismo, movimento fundado pelo francês Émile Zola. A Carne, publicado em 1888, é seu romance mais conhecido, possivelmente a sua obra-prima, e está disponível na Biblioteca deste site. Faleceu em Santos em 01 de novembro de 1890.

18 abr 1882: Monteiro Lobato
Escritor brasileiro nascido em Taubaté, SP. Dotado de grande poder de expressão e domínio de linguagem. Revolucionou a indústria e a comercialização de livros. Fundador da moderna literatura infanto-juvenil brasileira, criou personalidades antológicas, como Jeca Tatu, Visconde de Sabugosa, a boneca Emília e Dona Benta, proprietária do Sítio do Picapau Amarelo. De suas obras para adultos, destacam-se Urupês e A onda verde. Faleceu em São Paulo. em 4 de julho de 1948. (Os livros Reinações de Narizinho, O Sítio do Pica-pau Amarelo e Os doze trabalhos de Hércules estão disponíveis na Biblioteca deste site.)

19 abr 1883: Getúlio Dorneles Vargas
Nascido em São Borja, RS, foi presidente do Brasil duas vezes: 1930-1945 e 1951-1954. Após ter sido derrotado como candidato à presidência em 1930 (na época governador do estado do Rio Grande do Sul), conduziu uma revolução que o levou ao poder. Manteve a Assembleia Constituinte até 1937, quando decidiu governar por si mesmo, criando o Estado Novo. Durante seu segundo mandato, diante dos sucessivos escândalos que abalaram o seu governo, suicidou-se no Rio de Janeiro em 24 de agosto de 1954.

20 abr 1884: Augusto dos Anjos
Poeta brasileiro nascido em Cruz do Espírito Santo, PB, famoso por sua linguagem de expressão científica. Sua obra mais conhecida é Eu ("A mais abstrusa das mesclas de lirismo espiritual e de rudeza materialista", Agripino Griecco.)  Está disponível na Biblioteca deste site. Faleceu em Leopoldina, MG, em 12 de novembro de 1914.

21 abr 1792: Execução e morte de Joaquim José da Silva Xavier
Nascido em Pombal, MG, em 16 de agosto de 1746 ou 12 de novembro de 1748, é mais conhecido como Tiradentes, por ter sido dentista. Grande patriota e mártir, organizou e liderou a primeira grande insurreição contra o governo português no Brasil. Considerado herói nacional, é também lembrado como um dos precursores dos movimentos de independência na América Latina. A execução se deu no Rio de Janeiro.

23 abr 1858: Max Karl Ernst Ludwig Planck
Físico alemão nascido em Kiel. Sua teoria quântica e a teoria da relatividade, de Einstein, inauguraram a era moderna da Física. Seus primeiros trabalhos, influenciados por Clausius, foram em termodinâmica. Depois dedicou-se ao estudo das propriedades físicas do corpo negro. Foi nessa ocasião que ele introduziu a ideia revolucionária da quantização da energia. Demorou muito para Planck acreditar nos quantos que ele mesmo descobriu, apesar dos trabalhos de Einstein (efeito foto-elétrico) e de Bohr (modelo atômico). Recebeu o prêmio Nobel de Física em 1918. Faleceu em Gotemburgo em 4 de outubro de 1947.

25 abr 1900: Wolfgang Pauli
Físico austríaco nascido em Viena. Passou a maior parte de sua vida em Zurique. Uma de suas contribuições mais importantes à Física Moderna é o descobrimento do Princípio de Exclusão de Pauli. Foi ele quem por primeira vez propôs a existência do neutrino (descoberto apenas 30 anos depois). Recebeu o prêmio Nobel de Física em 1945. Faleceu em Zurique em 15 de dezembro de 1958.

29 abr 1854: Henri Jules Poincaré
Matemático, cosmólogo e filósofo da ciência francês, nascido em Nancy, Lorena. Mais conhecido pelas suas inúmeras contribuições para a Matemática (pura e aplicada) e Mecânica Celeste. Considerado por muitos como o último universalista. Faleceu em Paris em 17 de julho de 1912.

30 abr 1777: Johann Karl Friederich Gauss
Matemático alemão nascido em Brunswick num pobre casebre. Inventou o método conhecido como mínimos quadrados e fez muitas contribuições para a Teoria dos Números. Descobriu uma geometria não euclidiana. Tornou-se célebre quando mostrou como redescobrir o asteroide Ceres, cujas coordenadas haviam sido perdidas. Mais tarde interessou-se pelo estudo do magnetismo, em particular do magnetismo terrestre. Também é lembrado pelas suas contribuições à Estatística e ao Cálculo Infinitesimal. Faleceu em Gotemburgo em 23 de fevereiro de 1855.

Almanaque - Edição 65 - Maio de 2013

Para pensar e praticar

Nesta seção do Almanaque, apresentamos textos retirados de obras do Racionalismo Cristão e de pesquisadores atuais e do passado.

O trabalho

O trabalho é uma dádiva da natureza que habilita o ser a praticar o bem, a beneficiar o próximo, a concorrer para o progresso. O trabalho fortalece o espírito e o engrandece. É por meio dele que as criaturas produzem, amparam, constroem. A missão ou a tarefa é bem cumprida quando o trabalho é bem feito. Ele traz satisfação, alegria, contentamento. Enquanto se trabalha, a mente se concentra e a concentração é dom que se desenvolve.

É pelo trabalho que se adquire experiência, disciplina, senso de responsabilidade e se desperta a noção dos deveres. Ele nos dá paciência, tolerância, o conceito da transigência pela necessidade de harmonizar, acomodar interesses, de atender às conveniências de terceiros.

Quem trabalha, frutifica, dá exemplos, ensina e prepara novos trabalhadores. É quem produz a riqueza, o conforto, o bem-estar, as facilidades de comunicação entre os seres, para fins culturais, para os intercâmbios, para as regalias terrenas.

Os que não trabalham são parasitas sociais, são elementos nocivos, automaticamente espúrios da ordem geral. Sofrem de insatisfação, de tédio, de ceticismo, provocados pelo vazio interior. Não ajudam a puxar o carro da vida, são arrastados como peso morto. Não colaboram com a coletividade, apenas servem-se dela. É uma condição penosa, que se mantém pela falta de esclarecimento, de compreensão de espiritualidade.

O trabalho honesto é sempre honroso, seja de que natureza for. Ele é necessário e útil para a comunidade e ela precisa que cada um se coloque no seu posto, conscientemente, na certeza de que está cumprindo tarefa de valor.

Ref.: Ao encontro de uma nova era, de Luiz de Souza

Passatempo

Ana é uma inveterada colecionadora de objetos valiosos e acaba de escrever seu testamento. Cinco de seus objetos preferidos vão ser deixados para diferentes membros de sua família. A partir das dicas dadas a seguir, descobrir o nome de cada parente, qual o item que vai herdar e quanto dinheiro vai receber.

1. A prataria e a quantia de R$ 2.000,00 não foram deixadas para a irmã Sara.

2. A coleção de moedas vai para Artur, mas ele não recebeu R$ 1.500,00.

3. R$ 750,00 é o quanto vai juntamente com um dos objetos para sua sobrinha.

4. Ao irmão de Ana não foram doados R$ 1.000,00.

5. Pedro vai herdar a soma de R$ 500,00.

6. As estatuetas de porcelana não foram doadas para o primo; quem vai recebê-las herdará uma quantia menor do que o parente que vai herdar o velho barômetro.

Parentes: Irmão, irmã, sobrinho, sobrinha, primo.
Valores: 500,00; 750,00; 1.000,00; 1.500,00; 2.000,00.
Nomes: Artur; Mariana; Pedro; Ronaldo; Sara.
Objetos: Velho barômetro; cômoda; estatuetas de porcelana; prataria; coleção de moedas.

Para dicas sobre como montar um esquema para resolver este tipo de problema, clique AQUI.

Respostas na próxima edição.

Resposta da edição anterior: a) Gustavo; b) Davi.

Humor


O bêbado:
–  Eu preciso de uma informação, poderia me dar?
–  Sim, claro. O que quer saber?
–  Olhe com cuidado e me diga quantos galos tenho em minha cabeça.
–  Um, dois, três. Você tem três galos. Por que quer saber?
–  Ah, agora sei que faltam apenas dois postes para eu chegar em casa.

–  Você sabia que em sua cidade há três mulheres para cada homem?
–  É mesmo? Então alguém deve estar com seis, porque eu não tenho nenhuma.

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Coloque o mouse sobre as palavras em vermelho para ver a tradução.

A história abaixo é verdadeira ou não? A anterior - Sharp Reply - é verdadeira.

Town and Country

WILFRED HOOKER was a young Londoner who knew how to enjoy himself . He had a good flat ; he often went to the theatre and to parties ; his car was one of the best . He had plenty of money and one day bought an aeroplane. He learnt to fly , and flying became one of his chief amusements .

One day about thirty years ago he set out in his small aeroplane on a short pleasure trip over England. At first everything went well, but when he was over the eastern part of the country the engine of the little machine failed.

Luckily he was flying at a good height when this misfortune happened, and he had time to look for a place to land . Below him he could see a number of fields which looked flat enough to land on, and he succeeded in bringing his machine down on one of them. It was not as flat as it had looked from the air, but he landed safely and jumped out to look round , wondering where he was.
He saw a few trees and one or two cows and horses quietly eating the grass in the fields. Along one of the roads a man was walking , and this person stopped when he saw the aeroplane.

Hooker looked at him with interest because he could probably tell him where he was and how he could get back to London. He was clearly a countryman , and had the appearance of a farm-worker . He was wearing a dirty old hat and a coat that had seen better days . In his hand was a stick made out of part of a tree, and in his mouth a long piece of grass . Hooker walked across the field towards this man.

`Where does that road go to ?' Hooker asked.
`I don't know ,' said the countryman without removing the grass from his mouth.
`Well, where does that other road lead to?'
`Don't know,' was the reply again .
`What's the name of the nearest village ?'
`Don't know.'
`Where's the nearest railway station ?'
`Don't know.'
`Which is the way to King's Lynn?'
`Don't know.'
`How can I get to Norwich?'
`Don't know.'
`Where's the nearest garage ?'
`Don't know.'
`Well, where can I get a car ?'
`Don't know.'
`You don't seem to know much , do you?'
`I know more than you do ,' said the countryman.
`Nonsense .'
`I know where I am, and you don't .'

Para mais histórias, acesse a Biblioteca clicando AQUI.

Envie esta página para um amigo:

Efemérides

01 maio 1829: José de Alencar
Romancista brasileiro nascido em Mecejana, CE. Foi um dos fundadores do romance brasileiro. Entre suas obras mais famosas, encontram-se O guarani e Iracema. Juntamente com Ubirajara formam a trilogia indianista do autor. Como curiosidade, mencionamos que ele era apreciador de palavras cruzadas e quebra-cabeças e cunhou o nome Iracema fazendo um anagrama com a palavra América. Sua obra Iracema está disponível na Biblioteca deste site. Faleceu no Rio de Janeiro, em 12 de dezembro de 1877.

10 maio 1746: Gaspard Monge
Matemático e acadêmico francês, conde de Péluse, nascido em Beaune. Foi um dos fundadores da famosa e tradicional École Polytechnique, de Paris. Inventor da Geometria Descritiva. Fez parte da comissão de cientistas que acompanhou Napoleão ao Egito. Fez contribuições importantes à Teoria das Equações Diferenciais Parciais. Faleceu em Paris, em 28 de julho de 1818.

11 maio 1918: Richard P. Feynman
Nasceu em Nova York. Certamente o mais notável físico norte-americano de toda a história, foi um dos pioneiros da eletrodinâmica quântica. Ganhou o Prêmio Nobel de Física de 1965. Seu curso Lectures on Physics (3 volumes) está disponível na Biblioteca deste site.Faleceu em Los Angeles, em 15 de fevereiro de 1988.

15 maio 1859: Pierre Curie
Físico francês nascido em Paris. Notabilizou-se por seus trabalhos em cristalografia, radioatividade, pizoeletricidade e magnetismo. Juntamente com sua mulher, Marie (Madame) Curie, ganhou o prêmio Nobel de Física de 1903. Faleceu em Paris, em 19 de abril de 1906.

18 maio 1883: Eurico Gaspar Dutra
Marechal do exército brasileiro, nascido em Cuiabá. Foi Presidente da República de 31 de janeiro de 1946 a 31 de janeiro de 1951. Durante seu governo, foi redigida uma nova constituição, foi abolido o jogo no país, foi inaugurada a Companhia Siderúrgica de Volta Redonda, cancelou-se o registro do partido comunista, romperam-se as relações diplomáticas com a Rússia, encampou-se a Estrada de Ferro Leopoldina. Após o seu mandato, recolheu-se à vida privada. Faleceu no Rio de Janeiro, em 11 de junho de 1974.

21 maio 1921: Andrei Dimitrievich Sakharov
Físico soviético nascido em Moscou. Desempenhou papel fundamental no desenvolvimento da primeira bomba de hidrogênio soviética. Mais tarde, pregou o desarmamento nuclear internacional. Tornou-se o líder dos dissidentes soviéticos. Em 1975, foi agraciado com o Prêmio Nobel da Paz. Faleceu em Moscou, em 14 de dezembro de 1989.

Almanaque - Edição 66 - Junho de 2013

Para pensar e praticar

Nesta seção do Almanaque, apresentamos textos retirados de obras do Racionalismo Cristão e de pesquisadores atuais e do passado.

Ação espiritual

"[...] o espírito vibra com a intensidade correspondente ao seu grau de progresso. Quanto maior for essa intensidade, mais acentuado é o conheciumento da vida, mais evidente o poder de ação espiritual, mais seguro o controle dos atos humanos e mais apurado o uso do livre-arbítrio.

A evolução - nunca é demais repetir -, é regida por leis naturais que jamais se alteram no tempo e no espaço. Às suas normas imperativas ninguém se pode esquivar. Essas leis colocam todos em rigoroso nível de igualdade no tocante aos meios de que cada qual dispõe para fazer uso, com toda a liberdade, do patrimônio espiritual que for conquistando, de maneira mais rápida ou mais lenta, conforme a direção que tenha dado ao livre-arbítrio.

A evolução pode ser retardada pela indolência, displicência ou negligência do ser humano. Essa situação de indiferença, de relaxamento e abandono dos deveres que a vida impõe é muitas vezes atribuída a suposta predestinação ou ao jugo de destino inexorável e cruel, contra os quais muitas pessoas pensam que seria inútil lutar. Esse modo infundado de encarar coisas tão sérias quase sempre resulta em danos morais ou materiais. O ser humano tem suficiente poder para mudar, em qualquer tempo, os rumos da vida, manejando, corretamente, o livre-arbítrio. Do seu futuro bom ou mal, do triunfo ou insucesso, é ele o artífice.

A pessoa espiritualmente esclarecida prepara hoje o dia de amanhã. Isso significa que o futuro será o que estiver sendo projetado e trabalhado no presente. Como há muito que fazer, cumpre-lhe estar sempre atenta aos deveres, procurando utilizar o livre-arbítrio em ações que preservem o seu futuro de consequências prejudiciais e lhe facilitem a jornada."
Obra: Racionalismo Cristão.

Passatempo

1. Há cinco casas, uma ao lado da outra;
2. O inglês mora na casa vermelha;
3. O espanhol tem um cachorro;
4. Na casa verde bebe-se café;
5. O francês bebe chá;
6. A casa verde está imediatamente á direita da casa marrom;
7. Bebe-se leite na casa do meio;
8. O português mora na primeira casa;
9. Fuma-se Continental na casa amarela;
10. O fumante de Luiz XV tem gatos;
11. Fuma-se Continental na casa ao lado da que tem um cavalo;
12. Fuma-se Hollywood na casa ao lado da que tem uma vaca;
13. O japonês fuma Minister;
14. O português mora ao lado da casa azul;
15. O fumante de Columbia bebe laranjada.

(a) Quem tem galinha? (b) Quem bebe água?

Para dicas sobre como montar um esquema para resolver este tipo de problema, clique AQUI.

Respostas na próxima edição.

Resposta da edição anterior:
Artur, sobrinho, coleção de moedas, 1.000,00;
Mariana, sobrinha, estatuetas de porcelana, 750,00;
Pedro, primo, cômoda, 500,00;
Ronaldo, irmão, prataria, 2.000,00;
Sara, irmã, velho barômetro, 1.500,00.

Humor

Um cara muito beberrão estava num cruzeiro pelo mundo quando o barco afundou. Depois de nadar muito chegou a uma ilhazinha deserta. Logo encontrou uma garrafinha de uísque. Como estava com muita sede, abriu-a avidamente, mas, em vez de uísque encontrou um gênio que foi logo dizendo:
– Tens direito a três desejos, meu amo!
– Quero uma garrafa do melhor uísque, que nunca esvazie!!! - disse o cara sem pestanejar.
  

PLUFF - apareceu a garrafa. Só que o cara não acreditava em gênios, e começou a beber para ver se era verdade. Só que por mais que bebesse a garrafa continuava cheia.
– POXA, não acredito. E bebia e bebia mas a garrafa continuava cheia. Depois de muito provar, disse:
– Não é que é verdade? Funciona mesmo.
O gênio já cansado de esperar, diz zangado:
– Faça logo seus outros dois desejos, para que eu possa ser livre!!!
– Então me vê mais duas dessas, que é da boa...

Você sabe que está ficando velho quando:

• Tudo dói, e o que não dói não funciona;
• O brilho em seus olhos é reflexo na lente bifocal dos raios solares;
• Sente-se após uma noitada e não esteve em lugar algum;
• Ainda anda atrás de mulheres, mas não se lembra para que;
• Apaga as luzes por economia, não por razões românticas;
• Fica cansado ao fazer uma chamada de longa distância;
• Tem muito espaço no quarto, mas pouco no armário de remédios;
• A melhor parte do dia acaba quando seu despertador toca.

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Coloque o mouse sobre as palavras em vermelho para ver a tradução.

A história abaixo é verdadeira ou não? A anterior - Town and Country - é verdadeira.

Finding a Wife

LONG ago a poor young American, who had lived alone long enough, wished to get married; but no girl would listen to his proposal because he had no money, and certainly not enough money to support a wife as well as himself. It is a difficulty in which young men often find themselves, and in spite of all that he could do, the American was entirely unsuccessful in his search for someone to share his life.

He had two problems: how to get a lot of money, and how to persuade a girl to marry him. He decided to advertise in such a way that he would soon be a rich and married man. One day his advertisement appeared in an American newspaper. In its main points, it was as follows:

`A young man, of good figure and manners, but not rich, wishes to marry in the near future and needs money for this purpose. He therefore proposes the following plan.

`Six hundred numbered tickets shall be printed, and each shall be sold for fifty dollars. The buyers of the tickets shall be limited to girls and women under the age of thirty two. After all the tickets are sold, one number shall be drawn and the owner of the ticket with that number shall be the winner. The prize to be given to the lucky girl shall be the young man himself together with a share in the 30,000 dollars'.

The result of this advertisement does not seem to have been recorded.

Para mais histórias, acesse a Biblioteca clicando AQUI.

Cantinho infanto-juvenil

Esta seção do Almanaque é dedicada a crianças e jovens. Nesta edição oferecemos uma atividade com experiências que podem ser feitas em casa. Aguardamos sua avaliação e sugestões enviando um email para

              
Moinho de vento


Clique na imagem para baixar a atividade.

Envie esta página para um amigo:

Efemérides

07 jun 1848: Francisco de Paula Rodrigues Alves
Nascido em Guaratinguetá, SP, foi Presidente da República de 1902 a 1906. É considerado o presidente civil mais notável. Reconstruiu e embelezou o Rio de Janeiro. Reformou a Saúde Pública e foi durante o seu governo que a febre amarela foi erradicada do país. Seu extraordinário Ministro do Exterior, Barão do Rio Branco (José Maria da Silva Paranhos), notabilizou-se por sua eficiente diplomacia em questões de fronteiras com a Bolívia, Uruguai, Guiana Inglesa (hoje Guiana) e Guiana Holandesa (hoje Suriname). Foi governador de São Paulo nos anos 1887-1888, 1900-1902 e 1912-1916. Reelegeu-se presidente mas, antes da posse, faleceu no Rio de Janeiro, em 18 de janeiro de 1919.

13 jun 1831: James C. Maxwell
Físico escocês, nascido em Edimburgo. Suas contribuições à Física têm sido comparadas com as de Newton e Einstein. Seus trabalhos mais importantes foram em Eletromagnetismo, Termodinâmica e Mecânica Estatística. O fato de suas equações do Eletromagnetismo permanecerem invariantes por transformações de Lorentz foi a principal inspiração para o desenvolvimento da teoria da relatividade, de Einstein. Faleceu de câncer antes dos 50 anos, em Cambridge, em 5 de novembro de 1879.

13 jun 1888: Fernando Pessoa
Lisboense, Fernando Antonio Nogueira Pessoa é a maior figura da literatura portuguesa moderna. Escreveu obras literárias também em inglês. Pretendendo representar diferentes personalidades que sentia existir em si mesmo, escreveu, também, sob vários heterônimos, os mais famosos sendo Álvaro de Campos, Alberto Caeiro e Ricardo Reis. Uma coletânea de seus poemas está disponível na Biblioteca deste site. Faleceu em Lisboa, em 30 de novembro de 1935.

13 jun 1911: Luiz Álvarez
Físico experimental norte-americano, nascido em San Francisco. Um de seus trabalhos mais conhecidos foi a datação das pirâmides do Egito usando propriedades de decaimento do 14C. Foi agraciado com o Prêmio Nobel de Física em 1968. Faleceu em Berkeley, em 1 de setembro de 1988.

17 jun 1832: William Crookes
Físico e químico inglês, nascido em Londres. Descobriu o elemento químico tálio (número atômico 81), identificou a primeira amostra conhecida de hélio, inventou o radiômetro, descobriu e pesquisou os raios catódicos (feixes de elétrons usados nos dispositivos de vídeo padrão CRT, invenção dele). Também criou um dos primeiros aparelhos usados no estudo da radioatividade nuclear. O seu livro Fatos espíritas está disponível na Biblioteca deste site. Faleceu em Londres, em 4 de abril de 1919.

19 jun 1623: Blaise Pascal
Matemático, físico e filósofo francês, nascido em Clermont-Ferrand, Puy-de-Dôme. Foi o primeiro a usar os triângulos, que ficaram conhecidos como triângulos de Pascal, no estudo da teoria das probabilidades. Seus estudos da ciclóide muito contribuíram para o desenvolvimento do cálculo infinitesimal. Suas experiências (realizadas pelo seu cunhado) confirmaram que o ar tem peso. Seus estudos sobre Hidrodinâmica e Hidrostática conduziram ao descobrimento da lei de Pascal, lei básica da Hidráulica. Seu pensamento filosófico-religioso enfatiza a importância das razões do coração sobre as da própria razão. Faleceu em Paris, em 19 de agosto de 1662.

21 jun 1839: Machado de Assis
Contista, crítico, cronista, dramaturgo, ensaísta, jornalista, novelista, poeta e romancista, nascido no Rio de Janeiro. Considerado o fundador da Academia Brasileira de Letras, foi seu primeiro presidente, cargo que ocupou até sua morte. Oferecemos, para seu deleite, os livros A mão e a luva e Dom Casmurro, disponíveis na Biblioteca deste site. Faleceu no Rio de Janeiro, em 29 de setembro de 1908.

24 jun 1820: Joaquim Manuel de Macedo
Nasceu em Itaboraí (RJ). Em 1844 formou-se em Medicina no Rio de Janeiro, e no mesmo ano estreou na literatura com a publicação daquele que viria a ser seu romance mais conhecido, "A Moreninha", que lhe deu fama e fortuna imediata. Sua obra A luneta mágica está disponível na Biblioteca deste site. Além de médico, Macedo foi jornalista, professor de Geografia e História do Brasil no Colégio Pedro II, e sócio fundador, secretário e orador do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, desde 1845. Em 1849 fundou, juntamente com Gonçalves Dias e Manuel de Araújo Porto-Alegre, a revista Guanabara, que publicou grande parte do seu poema-romance A nebulosa — considerado por críticos como um dos melhores do Romantismo. Foi membro do Conselho Diretor da Instrução Pública da Corte (1866). Faleceu no Rio de Janeiro em 11 de abril de 1882.

29 jun 1810: Ernst Eduard Kummer
Matemático, nascido em Sorau, Brandeburgo, hoje Polônia. Introduziu os números ideais, que são um subgrupo especial de um anel, levando à extensão do teorema fundamental da Aritmética ao campo dos números complexos. Faleceu em Berlim, em 14 de maio de 1893.

Almanaque - Edição 67 - Julho de 2013

Para pensar e praticar

Nesta seção do Almanaque, apresentamos textos retirados de obras do Racionalismo Cristão e de pesquisadores atuais e do passado.

Construir ou destruir a felicidade

Tudo se torna mais fácil àqueles que procuram facilitar a luta pela vida. As dificuldades vencem-nas os seres que as enfrentam, agindo com bom senso e critério.

Há muita gente infeliz porque procura, justamente, a felicidade onde ela não se encontra, esquecendo-se de que é a própria criatura quem a constrói, assim como também quem a destrói.

Agindo com critério e bom senso, pisando com firmeza neste mundo, caminhando sempre para a frente, procurando vencer todos os obstáculos e transpor todas as barreiras, sem pessimismo, sem receio, sem medo, sem vacilação, as criaturas têm que chegar ao final de sua existência vitoriosas sempre.

É preciso saber viver, vimos nós afirmando sempre. Sim é preciso saber viver, e viver é uma arte que toda gente deve cultivar.

Nem tudo o que o ser humano deseja e pensa poder encontrar na sua existência. Há muita coisa contrária aos seus desejos e ao seu modo de pensar, e em vez de a criatura se revoltar, em vez de se tornar pessimista, ela deve revestir-se de resignação, moderação e paciência, procurando vencer, e tudo ver, tudo observar, solucionar da melhor maneira possível.

O que não tem remédio remediado está: mais vale prevenir do que remediar. Assim sendo, previnam-se as criaturas contra os males que as possam atacar, previnam-se contra as vicissitudes da vida."

Clássicos do Racionalismo Cristão, de Luiz de Mattos.

Passatempo

Quatro amigos estavam jantando em um restaurante quando um deles, Silva, caiu gritando:
– Fui envenenado, e morreu.
Seus companheiros foram presos e no interrogatório fizeram as seguintes declarações, das quais somente uma é falsa, em cada caso:

JOÃO: Não fui eu;
Eu estava sentado ao lado de Osvaldo;
O garçom era o de sempre.

ROGÉRIO: Eu estava sentado no lado oposto a Silva;
O garçom era novo;
Não foi o garçom.

OSVALDO: Não foi o Rogério;
Foi o garçom que envenenou o Silva;
João mentiu quando disse que o garçom era o de sempre.

Assumindo que o culpado era um dos amigos ou o garçom, dizer quem foi o assassino.

Respostas na próxima edição.

Resposta da edição anterior:
(a) japonês; (b) português
1ª casa: português; amarela; Continental; água; vaca.
2ª casa: francês; azul; Hollywood; chá; cavalo.
3ª casa: inglês; vermelha; Lui XV; leite; gato.
4ª casa: espanhol; marrom;. Columbia; laranjada; cachorro.
5ª casa: japonês; verde; minster; café; galinha.

Humor

   A sogra chega no apartamento do genro e se lamenta.
– O valor de minha aposentadoria está uma porcaria; minha saúde, uma droga. Sei que você não gosta de mim. Vou me matar.
E se dirige à janela para saltar.
Desesperado o genro pega o telefone, liga e diz:
– Venha logo, minha sogra quer se atirar da janela.
– Sinto muito amigo. Você ligou errado. Aqui não é
da polícia e sim do carpinteiro.
– Eu sei! Eu sei! É que a droga da janela emperrou.



A mulher, extremamente ciumenta, vai a uma cartomante:
– Tenho duas notícias ruins, minha senhora, diz a cartomante. O seu marido tem uma amante.
A mulher fica uma fera.
– E qual é a outra notícia?
– A senhora vai ficar viúva muito em breve!
– Ah, então vê aí se eu vou ser absolvida!

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Coloque o mouse sobre as palavras em vermelho para ver a tradução.

A história abaixo é verdadeira ou não? A anterior - Finding a Wife - é verdadeira. O anúncio foi publicado no jornal Louisiana Gazette

Easy Money

ONE morning a young woman, who had recently lost her first post , was examining the advertisements in the paper in search of other work. Suddenly she called out to her mother, who was in the kitchen.

` Listen to this, Mother!' she cried. `I've found an easy way of making money.'
`What is it?' her mother asked, coming into the room.
` Listen,' said the girl, and read the advertisement aloud: "`Do you want to make money? Send me a postal order for five pence, together with a stamped, addressed envelope. You will receive a reply showing you how to make hundreds of pounds without leaving your house." Then there's a name and address.'
` Nonsense!' said her mother. `You'll only lose five pence and the cost of a postal order and two stamps. If he knows how to do that, why doesn't he do it himself? Why does he need to advertise? You won't get an answer.'
`Well, five pence isn't much,' she said. `I can try.' She went to the post office, bought a postal order, and sent it off.
Two or three days later she received an envelope with a small piece of paper in it. On the paper were four words: ` Do as I do.'

Para mais histórias, acesse a Biblioteca clicando AQUI.

Envie esta página para um amigo:

Efemérides

1 jul 1646: Gottfried Wilhelm von Leibniz
Matemático, geólogo, jurista, historiador e filósofo alemão, descobridor do Cálculo Infinitesimal (simultânea e independentemente de Newton), nascido em Leipzig. Seu conceito do universo concebido como uma harmonia preestabelecida, sua análise do demônio, sua epistemologia, lógica e filosofia da natureza colocam-no entre os filósofos de maior estatura. Sua obra ajudou a moldar a mente dos iluministas. Faleceu em Hanover, em 14 de novembro de 1716.

2 jul 1914: Mário Schenberg
Engenheiro elétrico, físico, escritor e crítico de artes plásticas, nascido em Recife, PE. Conhecido internacionalmente principalmente por seus trabalhos em Astrofísica, em especial na formação das estrelas supernovas. Faleceu em São Paulo, em 10 de novembro de 1990.

07 jul 1848: Francisco de Paula Rodrigues Alves
Nascido em Guaratinguetá, SP, foi Presidente da República de 1902 a 1906. É considerado o presidente civil mais notável. Reconstruiu e embelezou o Rio de Janeiro. Reformou a Saúde Pública e foi durante o seu governo que a febre amarela foi erradicada do país. Seu competente Ministro do Exterior, Barão do Rio Branco (José Maria da Silva Paranhos), se notabilizou por sua eficiente diplomacia em questões de fronteiras com a Bolívia, Uruguai e Guianas Inglesa e Holandesa. Foi governador de São Paulo nos anos 1900-1902 e 1912-1916. Reelegeu-se presidente mas, antes da posse, faleceu no Rio de Janeiro, em 18 de janeiro de 1919.

11 jul 1836: Antonio Carlos Gomes
Compositor brasileiro, nascido em Campinas, SP. Recebeu apoio pessoal do imperador D. Pedro II para estudar música no Rio de Janeiro e, mais tarde, em Milão, onde recebeu o título de Maestro Compositor após apenas três anos de estudos. Suas obras mais importantes são: A Noite do Castelo, Salvador Rosa, Maria Tudor, O Guarani, Lo Schiavo e Condor. Faleceu em Belém, PA, em 16 de setembro de 1896.

11 jul 1924: Cesar Lattes
Físico nascido em Curitiba, PR. Com a idade de 23 anos, ele foi um dos fundadores do Centro Brasileiro de Pesquisas Física (CBPF), no Rio de Janeiro. Sua principal linha de pesquisa foram os raios cósmicos. Em suas experiências, descobriu o méson pi, ou píon, quando ainda tinha 24 anos. Com seu grupo, determinou a massa das denominadas bolas de fogo, um fenômeno espontâneo que ocorre durante colisões de altas-energias. Faleceu em Campinas, SP, em 8 de março de 2005.

12 de julho 1813: Claude Bernard
Médico e fisiologista nascido em Paris. Um dos mais importantes de todos os tempos, e é considerado o "pai" da moderna fisiologia experimental. Em virtude de suas descobertas e de sua influência na ciência e na medicina francesas, tornou-se ainda em vida, um dos mais premiados cientistas de seu país, lado a lado com gigantes como o seu amigo e contemporâneo, Louis Pasteur. Faleceu em Paris, em 10 de fevereiro de 1878.

16 jul 1925: Paulo Leal Ferreira
Físico nascido no Rio de Janeiro, RJ, co-fundador do Instituto de Física Teórica, da Sociedade Brasileira de Física e da Academia de Ciências do Estado de São Paulo. Suas pesquisas em Física foram direcionadas para tópicos fundamentais, com ênfase em Teoria Geral de Partículas e Campos (Equação de Dirac, potenciais confinantes, quark model, álgebras deformadas). Faleceu em São Paulo, SP, em 30 de dezembro de 2005.

18 jul 1853: Hendrik Antoon Lorentz
Físico holandês, nascido em Arnhem, conhecido pelos seus notáveis trabalhos nos campos da eletrodinâmica e mecânica clássicas. Abiscoitou o prêmio Nobel de Física em 1902, por sua teoria da radiação eletromagnética a qual, confirmada pelos trabalhos de Zeeman, deu origem à Teoria da Relatividade Especial de Einstein. Faleceu em Haarlen, em 4 de fevereiro de 1928.

28 jul 1904: Pavel Alekseyevich Cherenkov
Físico russo, nascido em Voronezh. Foi o primeiro a detectar a chamada radiação cerenkov, que é uma emanação eletromagnética emitida por uma partícula altamente energética ao passar por um meio transparente com velocidade maior do que a da luz naquele meio. Por esse trabalho, compartiu com Igor Y. Tamm e Ilya M. Frank o prêmio Nobel de Física de 1958. Faleceu em Moscou, em 6 de janeiro de 1990.

Almanaque - Edição 68 - Agosto de 2013

Para pensar e praticar

Nesta seção do Almanaque, apresentamos textos retirados de obras do Racionalismo Cristão e de pesquisadores atuais e do passado.

Grandeza espiritual

"O mal - tenha o leitor sempre em mente - jamais prevalecerá sobre o bem. O mal age em quem os pratica, e deixa na personalidade marcas difíceis de apagar. Fortalecer, pois, os atributos de valor, para resistir aos procedimentos indignos, é uma necessidade imperiosa e inabalável.

Não são poucos os egoístas e inescrupulosos que, com falsas aparências, vivem a enganar o próximo, procurando tirar proveito de todas as situações.

Indiferentes à desgraça alheia, só se comprazem com a satisfação dos seus interesses, por mais vis que sejam. Com esse desprezível procedimento, entretanto, cavam, sem se aperceber, o próprio abismo, para cujo fundo estão caminhando e do qual somente poderão sair à custa de indizíveis sofrimentos.

Os gestos de grandeza espiritual, em que reluzem os índices testificadores do valor, são os que mais enobrecem as pessoas e lhes proporcionam a almejada felicidade.

Nenhum ser consciente poderá preferir a ação negativa à positiva, o nada ao todo, o atraso ao progresso, a dúvida à certeza, o fracasso ao êxito, o medo à coragem, a escuridão à luz.

Os que fazem a troca do belo pelo horrendo, no simbolismo dessas comparações, põem de lado o bom senso e estão ao sabor de uma consciência apática, inteiramente deformada na apreciação dos valores autênticos. Em todas as suas obras, o Racionalismo Cristão propugna pela transformação desse lamentável estado de consciência da humanidade, em parte motivado por sua entrega a um obscurantismo que que entorpece o entendimento do processo evolucionário da vida e dos deveres espirituais do ser humano.

As ações boas ou más acarretam para o seu agente, como consequência, por força das leis naturais que regem o Universo, um resultado que corresponde, invariavelmente, à natureza dos pensamentos que as geraram. Enganam-se, portanto, aqueles que pensam poder escapar aos efeitos do seus atos através do perdão ou de outros expedientes. Não existem perdões no plano espiritual. Urge, então, raciocinar para bem viver. É necessário proceder com independência, valendo-se, cada qual, dos próprios recursos morais e espirituais de que dispuser. Quem fizer o mal terá que resgatá-lo, inapelavelmente, mais cedo ou mais tarde. Somente os atos de valor engrandecem a personalidade e enobrecem o caráter. Quem os pratica torna-se colaborador eficaz na obra de espiritualização da humanidade."

RACIONALISMO CRISTAO, 44ª edição.
Textos anteriores

Passatempo



Cada célula do diagrama contém um número de 1 a 20. A partir das informações fornecidas, colocar cada número em sua célula.

1. O 2 está imediatamente acima do 17 e imediatamente à direita do 13;
2. A sequência 5, 1, 14 pode ser vista numa fila horizontal do diagrama;
3. O 16 está na terceira célula acima do 20 e na mesma coluna;
4. O 4 e o 15 estão nas quatro células da parte de baixo do diagrama, mas não na mesma horizontal ou coluna;
5. A soma dos números que estão na horizontal 3 dá 58;
6. As quatro células formadas pelas colunas E e F contêm números cuja soma dá 50 e são todos pares;
7. A célula D1 contém o número 10, e o número em D2 é o dobro do que está em D3;
8. O número em C6, que é divisível por 3, é maior que o número imedatamente à sua direita;
9. O número 7 está na fila 4;
10. O número em C1 é a metade daquele que está em F3.

Dica: Comece trabalhando com os números das colunas E e F.

Respostas na próxima edição.

Resposta da edição anterior:
Osvaldo é o culpado.

Humor


– Doutor, estou com problema no meu braço esquerdo.
– Acho que o amigo errou de sala. Eu sou um profissional de Direito.
– Oh, doutor, e tem diferença entre o braço esquerdo e o direito?



Um rico industrial, durante uma festa em sua mansão, lançou um desafio aos presentes:
– Quem pular nesta piscina cheia de cobras, jacarés e aranhas muito venenosas e conseguir sair vivo vai ganhar um carro turbinado.
Ninguém se apresentou.
Então o rico disse:
– Quem quiser ganhar uma mansão, pule agora.
Mas ninguém pulou na piscina.
O rico disse novamente:
– Pois bem, quem quiser ganhar um milhão de reais pule agora.
Então um bêbado apareceu do nada, pulou na piscina e conseguiu sair de lá vivo. Então o rico diz:
– Parabéns, você acaba de ganhar um milhão de reais.
Mas o bêbado diz:
– Eu não quero dinheiro algum.
– Então você ganhou uma mansão.
– Eu não quero nenhuma mansão.
– Ora, então você ganhou um carro turbinado.
– Eu também não quero isso.
– Então o que você quer afinal?
– Eu só quero saber quem foi o desgraçado que me empurrou lá dentro.

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Coloque o mouse sobre as palavras em vermelho para ver a tradução.

A história abaixo é verdadeira ou não? A anterior - Easy Money - é verdadeira. O anúncio foi publicado no jornal Louisiana Gazette

Valuable Experience

OPENING the gate, Vernon Berry walked through the little garden with a smile on his face and a large book in one hand. Long experience had taught him how to sell books to people who did not want them. He had a fine, deep voice and could talk well. He could make people laugh. He was clean and well-dressed. He was one of those men that people like at once, and he knew it. In short, he was a success.

He rang the bell at the front door, which was opened after a short delay by a young woman with an anxious face. He was sorry to see, from the absence of a ring on her hand, that she was not married; but she might have a brother or a cousin who read serious books.

`Good morning, Madam,' he said. ` I wonder if you would be interested in buying a copy of The History of the World. I have one of the books here to show you, but there are twelve altogether. They contain excellent pictures . . .'
` I'm sorry,' the woman interrupted. ` I'm cooking, and I've no time to talk about history. I must go back to the kitchen. Good morning!' And before he had time to answer, she shut the door.

Berry was shocked to have his talk so suddenly interrupted, but refused to be driven away as easily as that. Walking round the house, he knocked at the back door. It was opened by the same woman.

`You again!' she cried.
`Well,' he said, `you told me how busy you were in the kitchen, and so I took the trouble to come round to the back. Perhaps you'll allow me to sit in the kitchen and tell you about this splendid history while you cook the dinner. It's such an important and useful book that you'll be very sorry if you miss the chance of buying a copy.' He smiled his bright smile, showing white teeth.
`Well,' she said, `you can come in and sit down if you want to. Over there,' she added, pointing to a chair. `But you'll be wasting your time. I'm not interested in history and I've no money to spend on books.'
Berry sat down, carefully placing his heavy book on the kitchen table. Every copy of the history that he sold meant more money for himself, and he felt sure that he could persuade this woman to buy one. He discussed it in his pleasant voice while she cooked, telling her all the advantages of possessing such a book, and mentioning the low price. Suddenly she interrupted him.
`Just wait a minute,' she said, and left the kitchen. He heard her opening a drawer somewhere in the house, and then she came back with a notebook and pencil in her hands. Leaving her cooking altogether, she sat down with him at the table.
`Go on, please,' she said.

He began again, and she took notes while he talked, sometimes asking him to repeat the words that he said. Berry was delighted to see how interested she was, and thought again how easy it was to persuade people to buy unnecessary things. At last he came to an end.

`Well,' he asked, closing the book, `what do you think, Madam? Don't you think it would be wise to buy a copy?'
`Oh, no,' she said with surprise. `I told you at the beginning that I'm not interested in history, and I certainly don't intend to spend a lot of money on a history book. Good morning!' She opened the back door.
`But why did you take all those notes about it?' Berry asked. `You seemed very interested.'
`Oh,' she said, `my brother's in the same line of business as you are. He visits houses, trying to sell books, but he isn't very successful. So I've written down some of the things you said. You're very clever, and I'll show the notes to my brother. Then he'll know what to say when he tries next time, and he may be able to make more money. Thank you very much for your help. I'm glad you came.'

Para mais histórias, acesse a Biblioteca clicando AQUI.

Cantinho infanto-juvenil

Esta seção do Almanaque é dedicada a crianças e jovens. Nesta edição oferecemos uma atividade com experiências que podem ser feitas em casa. Aguardamos sua avaliação e sugestões enviando um email para

              

Sons do Mundo


Clique na imagem para baixar a atividade.
Clique AQUI para ver outras atividades.

Envie esta página para um amigo:

Efemérides

03/04 ago 1805: William Rowan Hamilton
Físico e matemático irlandês, nascido à meia-noite em Dublin. No final de sua vida adotou a data de 4 de agosto para seu aniversário. Recebeu o título de Sir em 1835, ano em que foi publicado seu trabalho On a General Method in Dynamics. Nesse mesmo ano, descobriu os quaternions, um marco no desenvolvimento da Álgebra. Sua obra The Elements of Quaternions foi publicada um ano após seu falecimento. Faleceu em Dublin, em 2 de setembro de 1865.

05 ago 1802: Niels Henrik Abel
Matemático norueguês, nascido em Nedstrand. Contribuiu para o desenvolvimento de vários ramos da matemática moderna. Foi ele quem provou ser impossível resolver algebricamente a equação geral de quinto grau. Os grupos comutativos também são chamados abelianos em sua homenagem. Faleceu em Froland, em 6 de abril de 1829.

05 ago 1827: Manuel Deodoro da Fonseca
Alagoano, liderou o golpe de estado que derrubou o imperador D. Pedro II. Foi o primeiro presidente do Brasil. Faleceu no Rio de Janeiro, em 23 de agosto de 1892.

08 ago 1901: Ernest Orlando Lawrence
Físico norte-americano nascido em Canton, South Dakota, EUA. Abiscoitou o prêmio Nobel de Física de 1939 pela sua invenção do ciclotron, o primeiro acelerador de partículas a atingir altas energias. Faleceu em Palo Alto, EUA, em 27 de agosto de 1958.

08 ago 1902: Paul Adrien Maurice Dirac
Físico inglês nascido em Bristol. Desenvolveu uma teoria que prediz o spin do elétron e a existência do pósitron. Foi co-inventor da estatística de Fermi-Dirac. Juntamente com Erwin Schroedinger, ganhou o prêmio Nobel de Física em 1933. Faleceu em Tallahassee, EUA, em 20 de outubro de 1984.

10 ago 1823: Antonio Gonçalves Dias
Poeta brasileiro nascido no sítio Boa Vista, perto de Caxias, MA. Entre suas obras destacam-se I-Juca-Pirama e Canção do exílio. Ambas estão disponíveis na Biblioteca deste site. Faleceu a bordo de um navio, que naufragou nas costas do Maranhão, em 3 de novembro de 1864. O poeta foi a única vítima, aos 41 anos de idade, porque não teve forças para sair do camarote. (Agradecemos a Vanessa, de São Luís, MA, por corrigir o local de nascimento do poeta.)

10 ago 1912: Jorge Amado
Escritor brasileiro nascido em Itabuna, BA. Entre suas obras, destacam-se Terras do sem fim e Gabriela, cravo e canela. Esta última está disponível na Biblioteca deste site. É o escritor brasileiro mais popular do século passado e sua obra tem alcance internacional, estando traduzida para quase todos os idiomas. Faleceu em Salvador, BA, em 06 de agosto de 2001.

12 ago 1887: Erwin Schroedinger
Físico austríaco nascido em Viena. Contribuiu para o desenvolvimento da Mecânica Quântica descobrindo sua equação básica. Repartiu com Dirac o prêmio Nobel de Física de 1933. Faleceu em Viena, em 4 de janeiro de 1961.

20 ago 1601 (dia do batismo): Pierre de Fermat
Matemático francês nascido em Beaumont-de-Lomagne. Não se conhece o dia exato do seu nascimento. Jurista e dedicou-se muito à Matemática. Durante um século não teve quem sequer o igualasse na teoria moderna dos números. Descobriu a Geometria Analítica independentemente de Descartes. Descobriu, também, o "Princípio de Fermat de tempo mínimo", os "Números de Fermat" e vários teoremas. Faleceu em Castres, em 12 de janeiro de 1665.

21 ago 1789: Augustin-Louis Cauchy
Matemático francês nascido em Paris. Foi um dos matemáticos modernos mais brilhantes. Suas maiores contribuições encontram-se incorporadas principalmente em três trabalhos: Cours d'analyse de l'École Royale Polytechnique (1821); Résumé des leçons sur le calcul infinitésimal (1823); Leçons sur les applications du calcul infinitésimal à la géométrie (1826-28). Faleceu em Sceaux, em 23 de maio de 1857.

26 ago 1743: Antoine-Laurent de Lavoisier
Químico francês nascido em Paris. É sua a famosa frase: "Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma". Formou-se em Direito, mas sua vocação sempre foi voltada às ciências. Criador da Química Moderna. Identificou o oxigênio e mostrou que a água é formada por dois átomos de hidrogênio e um de oxigênio: H2O. Faleceu em Paris, em 8 de maio de 1794.

30 ago 1871: Ernest Rutherford
Físico da Nova Zelândia nascido em Spring Grove. Sua liderança inspirou duas gerações de físicos. Sua influência sobre o pensamento científico pode ser comparada às de Faraday e Newton. Recebeu o prêmio Nobel de Química em 1908. Faleceu em Cambridge, em 19 de outubro de 1937.

31 ago 1821: Herman L. F. von Helmholtz
Cientista alemão nascido em Potsdam. Dedicou-se, com brilhantismo, à Fisiologia, Óptica, Eletrodinâmica, Matemática e Meteorologia. Sua preocupação com a percepção sensorial está manifesta em seus dois trabalhos maiores: On the Sensations of Tone as a Physiological Basis for the Theory of Music (traduzido ao inglês em 1875); e, Handbook of Physiological Optics (1867). No Sensations, há uma curiosa nota de rodapé onde Helmholtz associa cores a cada uma das notas musicais. Faleceu em Berlim, em 8 de setembro de 1894.

Almanaque - Edição 69 - Setembro de 2013

Para pensar e praticar

Nesta seção do Almanaque, apresentamos textos retirados de obras do Racionalismo Cristão e de pesquisadores atuais e do passado.

Quem irradia bom humor areja o próprio ambiente

Quem irradia bom humor favorece o ambiente em que vive. Sempre que possível, mantenham contato com a natureza. São fatores muito importantes para o equilíbrio psíquico. Assim fazendo, cresce o entusiasmo pela vida. O entusiasmo não só é útil como benéfico, pois com ele o ser humano se envolve em esperança e dá novo impulso ao viver. Todos querem progredir, mas, em certos momentos, muitos se queixam, dizendo que tudo está difícil, que tudo está cada vez pior. A culpa dos obstáculos que surgem por toda parte é dos próprios seres, que constroem dificuldades, semeiam ilusões, erguem barreiras com a incompreensão recíproca.

Nem todos querem analisar seus pensamentos e atos, procurar corrigir maus hábitos, melhorar procedimentos. Por outro lado, há os que ainda não têm discernimento para perceber a mentira, a falsidade, os sentimentos inferiores de pessoas com quem são obrigados a conviver. Infelizmente, bem poucos procuram olhar para dentro de si ou sabem raciocinar no momento preciso.

Nossas Casas estão abertas para que os seres humanos aprendam a viver e tenham condições de afastar de si a má assistência espiritual. Queremos que cada um se esclareça sem fanatismo. Os que se deixam fanatizar demonstram não só pouca inteligência como dão mau exemplo. Os racionalistas cristãos jamais se permitem tão evidente falta de raciocínio, porque a Doutrina torna clara a importância de encararem com racionalidade tudo que acontece. Trabalha-se pelo bem espiritual da humanidade, porém nunca, em nenhum momento, deixa-se de respeitar o ponto de vista do semelhante. O mundo é uma escola na qual todos são alunos. Estudem as lições contidas em nossos livros e sigam os bons exemplos. Os espiritualmente esclarecidos têm vontade forte, sabem pensar, usam a inteligência ao raciocinar
Textos anteriores

Passatempo

Quatro amigos, Alves, Barros, Gomes e Silva, estavam falando a respeito dos filhos deles. Entre as seguintes informações que eles deram, algumas são falsas e outras verdadeiras. A única certeza é que a afirmação que cada um deles faz a respeito do próprio filho é correta.

Barros: Alberto vai se formar no próximo mês.
Carlos não teve mais férias desde que começou a trabalhar dois anos atrás.
A mulher do Roberto não consegue convencê-lo a fazer qualquer tipo de exercício físico.

Alves: Roberto vai se casar na próxima primavera.
Ricardo está namorando minha filha.
Neste ano, Alberto e Carlos jogaram no time de vôlei da escola.

Gomes: Alberto vai fazer nove anos amanhã.
Roberto é mais jovem do que Alberto.
Carlos e Ricardo estarão voltando de viagem amanhã.

Silva: Roberto e Gomes ganharam o torneio "Pais e Filhos" de bilhar.
Ricardo me disse ontem havia muito tempo que não via Carlos.
Alberto e Carlos cursaram a mesma faculdade no ano passado.

Respostas na próxima edição.

Resposta da edição anterior:


Humor


– Somos da Associação de Amparo aos Idosos. O senhor teria algo que pudesse doar?
– Tenho, sim. Um momento que vou buscar minha sogra.



   O policial do 190 atendeu o telefone e foi anotando o pedido de socorro:
- Por favor, mandem alguém urgente, entrou um gato em casa !!
- Mas como assim? Um gato em casa?
- Um gato!!! Ele invadiu minha casa e está caminhando em minha direção!!!
- Mas como assim? Você quer dizer um ladrão?
- NÃO! Estou falando de um gato mesmo, desses que fazem 'miau, miau', e ele está vindo em minha direção!!! Vocês têm que vir agora !!!!
- Mas o que tem de mais um gato ir na sua direção?
- Ele vai me matar!!! E vocês serão os culpados!!!
- Quem está falando?
- O papagaio, oras bolas!!!

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Coloque o mouse sobre as palavras em vermelho para ver a tradução.

A história abaixo é verdadeira ou não? A anterior - Valuable Experience - não é verdadeira.


  (Protágoras, c. 490 aC - 420aC)

Argument

AMONG the great teachers of ancient Athens was one named Protagoras, who was born more than twenty-four centuries ago. He wrote books and taught many subjects, including the laws of argument and the right use of language. It is said that he was the first teacher to accept money for his services, and that he was once paid about four hundred pounds for teaching one student. He was a man of great ability; and at one time, when some new laws were needed, Protagoras was the man chosen to make them.

A certain student, Evalthus, heard of this famous teacher and asked him to give him lessons. Evalthus did not want to pay for his lessons at once, and after some discussion it was finally agreed between them that Evalthus should pay only if he won his first case in the law courts. For if he won, he had been taught well.

The lessons began and Evalthus proved himself to be a clever student. He worked hard, and a time came when he had reached the end of his studies. He then refused to pay Protagoras anything whatever.

Protagoras therefore took Evalthus to court and told the judges that he wanted his money. He explained that he must be paid whether he won or lost the case. ` Whatever you decide,' he declared to the judges, `I must be paid. For if you decide in my favour, then I win the case, and so I must be paid. But if you decide against me, then Evalthus has won his first case in the law courts; therefore, according to our agreement, he must pay me for his lessons. Therefore I shall get my money whatever happens.'

After considering this argument, the Athenian judges found no fault in it. But they asked Evalthus to reply.

`It is quite clear,' said Evalthus, `that I must not pay. For either the judges will decide in my favour, or they will decide against me. If they decide in my favour, then I have won the case, and I must not pay. But if Protagoras wins, then I have lost my first case in the law courts. Therefore, according to our agreement, I do not have to pay him for the lessons. So I need not pay in any event.'

As both these arguments appeared to be faultless, the judges were unable to come to a decision. They therefore ordered the two men to appear before them again a hundred years later.

Para mais textos em inglês, acesse a Biblioteca clicando AQUI.

Cantinho infanto-juvenil

Esta seção do Almanaque é dedicada a crianças e jovens. Nesta edição oferecemos uma atividade com experiências que podem ser feitas em casa. Aguardamos sua avaliação e sugestões enviando um email para               

Água e azeite. Será que se misturam?


Clique na imagem para baixar a atividade.
Clique AQUI para ver outras atividades.

Envie esta página para um amigo:

Efemérides

17 set 1826: Georg Friedrich Bernhard Riemann
Matemático alemão nascido em Hannover. Foi um dos matemáticos mais criativos do século 19. Suas ideias relativas à geometria do espaço tiveram profunda influência no desenvolvimento da física teórica moderna e proporcionou os fundamentos para os conceitos e métodos usados posteriormente na teoria da relatividade. Faleceu em Selasca, Itália, em 20 de julho de 1866.

20 set 1900: Humberto de Alencar Castelo Branco
Nascido em Fortaleza. Foi presidente (militar) do Brasil de 15 de abril de 1964 a 15 de março de 1967. Faleceu em Fortaleza, em 18 de julho de 1967.

22 set 1791: Michael Faraday
Físico e químico inglês, nascido em Newington, foi um dos maiores cientistas experimentais de todos os tempos. Descobriu o princípio do motor elétrico e construiu um; descobriu o fenômeno da indução eletro-magnética. Foi o primeiro a liquifazer o cloro. Fabricou o primeiro dínamo, estabeleceu as leis da eletrólise, descobriu que um campo magnético gira o plano de polarização da luz, etc. Faleceu em Hampton Court, Inglaterra, em 25 de agosto de 1867.

29 set 1901: Enrico Fermi
Físico italiano nascido em Roma. Foi um dos cientistas que inauguraram a chamada era nuclear. Ganhou o prêmio Nobel de Física de 1938 pelo seu descobrimento das reações nucleares induzidas por nêutrons. Conseguiu realizar a primeira fissão nuclear controlada em Chicago e trabalhou no projeto da bomba atômica em Los Alamos. Desenvolveu a matemática estatística necessária para esclarecer vários fenômenos subatômicos (estatística de Fermi-Dirac). Faleceu em Chicago, em 28 de novembro de 1954.

30 set 1870: Jean Baptiste Perrin
Físico francês nascido em Lille. Estudou o movimento browniano e confirmou a natureza atômica da matéria. Por esse trabalho, ganhou o prêmio Nobel de Física de 1926. Foi capaz de estimar o tamanho dos átomos e moléculas assim como sua quantidade em um dado volume. Faleceu em New York, em 17 de abril de 1942.

Almanaque - Edição 70 - Outubro de 2013

Para pensar e praticar

Nesta seção do Almanaque, apresentamos textos retirados de obras do Racionalismo Cristão e de pesquisadores atuais e do passado.

A pessoa esclarecida

"Se não fossem os princípios religiosos a impedir as criaturas de raciocinarem, de estudarem, de discernirem, de buscarem a verdade, estamos certos de que a maioria seria, hoje, esclarecida.

Há muitos espíritos revoltados, sequiosos de algo fazerem diferente daquilo que está feito, mas os princípios religiosos, estéreis que são, impedem que rompam os preconceitos, quebrem as cadeias e possam livremente estudar, perscrutar aquilo que seus espíritos buscam.

É do esclarecimento espiritual que depende a felicidade do ser humano.

Uma criatura esclarecida é feliz, passa a compreender a vida com naturalidade, enfrenta os problemas da vida, por mais difíceis, por mais árduos, por mais pesados que sejam, com serenidade. Tudo estuda para resolver dentro da razão e do bom senso, possuirá sempre lucidez, razão esclarecida, não se amedrontará, não terá receio de coisa alguma, porque sabe que cada um é aquilo que quer ser e quem bem faz para si o faz. Enfrenta as dificuldades, vence pelo pensamento bem irradiado, possui uma vontade férrea e bem educada, sabe que, como esclarecida, tem por dever saber lutar e dessa luta sair vitoriosa.

Quem é esclarecido tem possibilidade de resolver os mais intrigados problemas da vida.

O pior, porém, é que há muita gente que não quer ser esclarecida, e não o quer ser porque não lhe convém abdicar dos seus vícios, de sua pusilanimidade, de sua indolência espiritual, de sua preguiça mental.

Não quer fazer esforço para raciocinar, não quer modificar os pensamentos, continua entregue ao seu eu, á sua vontade, não quer aceitar a verdade nem reconhece a necessidade de procurar emendar-se, enveredando por caminho mais direito mais correto, que lhe poderá trazer, as vezes, sacrifício, mas também maiores vantagens.

Alguns desses, ainda presos à lei do mínimo esforço, preferem continuar errados, ignorantes, e portanto, infelizes, porque não encontram em seus espíritos, nos pensamentos e na vontade, a resistência para os males e as misérias que os podem acometer durante uma existência inglória e infeliz.

Eis o que o Racionalismo Cristão deseja, eis o que pretendemos da humanidade. Não queremos adeptos nem crentes, mas, sim esclarecidos e fortes de vontade para seu bem próprio."

Obra: "Clássicos do Racionalismo Cristão", de Luiz de Mattos.
Textos anteriores

Passatempo



Quatro vacas pretas e três malhadas dão tanto leite em cinco dias quanto três vacas pretas e cinco malhadas dão em quatro dias.

Qual tipo de vaca produz mais leite, as pretas ou as malhadas?

Respostas na próxima edição.

Resposta da edição anterior:

Ricardo Barros; Roberto Alves; Carlos Gomes; Alberto Silva

Humor



– Terezinha, case comigo.
– Só quando você ficar rico, agora você não tem nem onde cair morto.
– A gente pode trabalhar, economizar e juntar algum dinheiro.
– Trabalhar? Nem sonhar.
– E como vamos criar os filhos?
– Filhos? Que filhos?
– Terezinha, você está grávida?
– Grávida? Tem certeza de que sou a mãe?



- Tenho a vista tão fraca, que sou obrigado a trabalhar o tempo todo.
- Esta não! Você está brincando!
- Não estou não! Acontece que, da minha mesa, não posso ver se o chefe está me vigiando ou não, e por via das dúvidas, trabalho sem parar.

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Coloque o mouse sobre as palavras em vermelho para ver a tradução.

A história abaixo é verdadeira ou não? A anterior - Argument - provavelmente verdadeira, mas muito antiga.

A Message from the Battle

MESSAGES, and indeed music and pictures, can be sent quickly over great distances by radio at the present time, but fifty years ago this was not usually possible. It was therefore difficult for a general in the first world war to get news of a battle quickly; the telephone was useful if the armies remained in one place, but in an attack this instrument was left behind.

A certain general who was planning an attack had met this difficulty before and discussed it with his officers. He said that it was absolutely necessary for him to know without delay whether the attack was succeeding or not, and he asked them to arrange for him to get news quickly.

It is well known that certain birds can find their way home from places far away; many of them, indeed, find their way over the sea to distant countries every year. One kind of bird (the pigeon) can be trained to return home when it is set free anywhere else. The general was reminded of this fact, and he was told that a good pigeon could be provided for his use. He agreed, and the bird arrived.

It was trained to return to the general's camp; and just before the attack, it was given to a soldier who was going to take part in the coming battle. The soldier was ordered to carry the bird with him (rather difficult in a battle) and to keep near one of his officers. The officer was ordered to write news of the success or failure of the attack on a small piece of paper, fix the paper to the bird's leg, and so send the message that the general wanted.

The attack began and the general waited for news. No bird appeared. The general walked up and down impatiently, and the eyes of the officers were fixed on the sky. No pigeon could be seen. The general's face grew serious: he had to know whether the attack was succeeding or not, and no one could tell him.

Suddenly a cry was heard: `The pigeon!'

Every eye looked up into the sky; every eye saw the bird. It arrived. It had done its duty nobly. Fastened round one leg there was indeed a piece of paper.

`Bring me that message,' roared the general.

The message was removed from the bird's leg and brought to him in a hurry. He opened it anxiously and read it.

The words on the paper were as follows: `I absolutely refuse to carry this stupid bird about France any longer.'

Para mais textos em inglês, acesse a Biblioteca clicando AQUI.

Cantinho infanto-juvenil

Esta seção do Almanaque é dedicada a crianças e jovens. Nesta edição oferecemos uma atividade com experiências que podem ser feitas em casa. Aguardamos sua avaliação e sugestões enviando um email para

              

A medição do tempo


Clique na imagem para baixar a atividade.
Clique AQUI para ver outras atividades.

Envie esta página para um amigo:

Efemérides

07 out 1885: Niels Henrik David Bohr
Físico dinamarquês nascido em Copenhagen. Enquanto trabalhava com Rutherford, em Manchester, criou em 1913 o modelo do átomo de hidrogênio que leva o seu nome. De acordo com esse modelo, o átomo de hidrogênio era formado por um elétron girando, com energia quantizada, em torno de um próton central, numa órbita circular. Em 1922 recebeu o prêmio Nobel de Física em reconhecimento por suas contribuições à Física Atômica. Em 1927, Bohr propôs o princípio da complementaridade para explicar os paradoxos aparentes que surgiam no comportamento onda-partícula das partículas subatômicas. Em 1943 conseguiu fugir de Copenhagen indo à Inglaterra. Mais tarde foi aos Estados Unidos da América, onde colaborou no desenvolvimento da bomba atômica, mas esteve sempre profundamente preocupado com as implicações decorrentes desse desenvolvimento. Faleceu em Copenhagen, em 18 de novembro de 1962.

09 out 1893: Mario de Andrade
Escritor nascido em São Paulo. Desempenhou papel importante no Movimento Modernista de 1922. Talvez sua obra mais famosa seja Macunaíma (1928). Faleceu em São Paulo, em 25 de fevereiro de 1945.

19 out 1913: Vinicius de Moraes
Poeta, músico e dramaturgo nascido no Rio de Janeiro. Entre suas obras, destacam-se "Samba de Orly" e "Garota de Ipanema", em parceria com Antônio Carlos Jobim. Faleceu no Rio de Janeiro, em 9 de julho de 1980.

23 out 1908: Ilya Mikhaylovich Frank
Físico russo nascido em Leningrado, hoje S. Petersburgo. Juntamente com Pavel A. Cherenkov e Igor Y. Tamm, ganhou o prêmio Nobel de Física de 1958 pela explicação teórica do efeito Cerenkov. Faleceu em Moscou, em 22 de junho de 1990.

25 out 1811: Évariste Galois
Matemático francês nascido em Paris. Tornou-se famoso pelas suas importantes contribuições à teoria dos grupos. Em praticamente uma noite (véspera do estúpido duelo que ceifou sua curtíssima vida), botou no papel sua famosa teoria que resolveu muitos problemas que permaneceram insolúveis por muito tempo. Faleceu em Paris, em 31 de maio de 1832.

26 out 1869: Washington Luís Pereira de Sousa
Nascido em Macaé, RJ, foi presidente da República de 1927 a 1930, quando foi deposto por um golpe de estado militar liderado por Getúlio Vargas. Foi o último presidente de Velha República. Faleceu em São Paulo, em 4 de agosto de 1947, um ano após o seu retorno do exílio, que durou 16 anos.

27 out 1892: Graciliano Ramos
Escritor nascido em Quebrangulo, AL. Autor de vários romances entre os quais Caetés (1933), Vidas secas (1938) e Memórias do cárcere (1953). Estes dois últimos foram adaptados para o cinema. Faleceu no Rio de Janeiro, em 20 de março de 1953.

31 out 1815: Karl Theodor Wilhelm Weierstrass
Matemático alemão nascido em Ostenfelde, considerado um dos fundadores da teoria moderna das funções. Sua preocupação com o rigor matemático pode ser ilustrado pela sua construção de uma função contínua que não tem derivada em nenhum ponto. Muitos de seus estudantes tornaram-se matemáticos criativos,como Sofia Kovalevskaya. Faleceu em Berlim, em 19 de fevereiro de 1897.

Almanaque - Edição 71 - Novembro de 2013

Para pensar e praticar

Nesta seção do Almanaque, apresentamos textos retirados de obras do Racionalismo Cristão e de pesquisadores atuais e do passado.

O que é o Racionalismo Cristão

O Racionalismo Cristão não é o racionalismo de Descartes, Kant e outros filósofos. A doutrina racionalista cristã, codificada por Luiz de Mattos, não é um culto prestado a uma divindade; podemos, porém, classificá-la como doutrina que religa a criatura ao Criador, ensinando o ser a usar o livre-arbítrio para o bem e a pensar com elevação.

O Racionalismo Cristão é uma doutrina que analisa com equanimidade a razão das coisas e a lógica dos fatos, sem crendices e sem intolerância, porque é raciocinando livre, ponderada e esclarecidamente que se chega à realidade.

Como a Força espiritual, que é Luz e Inteligência, é o agente que dá vida, aciona e transforma a matéria, o Racionalismo Cristão investiga esse elemento primordial da nossa existência.

Dessas investigações, conclui a doutrina racionalista cristã que apenas dois elementos essenciais existem no Universo: Força e Matéria. Sendo a Matéria inerte por si mesma, temos que estudar e analisar a Força que a incita e movimenta, motivo por que o Racionalismo Cristão procura ajustar-se à espiritualidade do Poder Criador e à evolução que se processa na vida de todos os seres.

O Racionalismo Cristão não manda a criatura crer e ter fé; aconselha-a sim a investigar a Verdade e ter confiança em si mesma, fazendo bom uso do seu livre-arbítrio e do poder da vontade, para vencer os obstáculos e livrar-se da mentira convencionada.

Como vemos, o Racionalismo Cristão não é um credo religioso; é uma doutrina filosófica, da mais pura espiritualidade, sem nenhum dogmatismo, porque a razão, que esclarece, deve suplantar a fé em estado de misticismo ou de paixão incontrolada. O fanático não raciocina, não pondera, não deduz, crê cegamente em qualquer tabu, ao passo que o racionalista cristão pensa, estuda, analisa e reflete bem para encontrar a verdade das coisas que observa e julga.

A força mental, que se irradia pelo pensamento, quando vibrada com otimismo, confiança e alegria, é a alavanca que ergue a criatura pessimista, desanimada e triste.

Eis aí uma pequena síntese do Racionalismo Cristão. Saber Viver, de Pompeu Cantarelli

Passatempo

Quem é o assassino?

Três homens (Barros, Jeferson e Sousa) foram presos por um crime cometido certamente por um deles. No primeiro interrogatório soube-se que um deles era um juiz respeitável, o outro um cidadão comum e o terceiro um conhecido traficante. As declarações deles foram:

Barros:
Não fui eu.
Não foi o Jeferson.

Jeferson:
Não foi o Barros.
Foi o Sousa.

Sousa:
Eu não fui.
Foi o Barros.

Mais tarde descobriu-se que as duas declarações do juiz eram verdadeiras, as duas feitas pelo traficante eram falsas e uma das do cidadão comum era verdadeira e a outra falsa.

Quem era o juiz, o cidadão comum e o traficante? E quem cometeu o crime?

Respostas na próxima edição.

Resposta da edição anterior: As malhadas

Humor

Questionário feminista

1. Como se chama uma mulher que tem tudo que você sempre quis?
Sua ex-mulher
2. Como se chama um homem inteligente, sensível e bonito?
Boato
3. Por que Moisés ficou 40 anos no deserto com o povo de Israel?
Porque era homem, e homem não gosta de perguntar o caminho.
4. Qual a diferença entre as nuvens escuras e o homem?
É que quando vão embora, o dia fica bem melhor.
5. Qual o ponto comum entre os homens que frequentam casas noturnas para solteiros?
Todos são casados.
6. Como saber se um homem está mentindo?
Seus lábios se mexem.
7. Qual a semelhança entre o homem e os golfinhos?
Dizem que ambos são inteligentes, mas nunca se provou.
8. Qual a semelhança entre o homem e o pão de forma?
Ambos são quadrados, têm casca grossa e miolo mole.



Uma pessoa gorda consulta um médico:
– Doutor, quero emagrecer. O que devo fazer?
– Muito fácil. Tome dois destes comprimidos às refeições.
– Antes ou depois das refeições?
– Em vez de ...

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Coloque o mouse sobre as palavras em vermelho para ver a tradução.

A história abaixo é verdadeira ou não? A anterior - A Message from the Battle - provavelmente é verdadeira.

A Surprised Taxpayer

IT is often difficult for a man to be quite sure what tax he ought to pay to the Government because it depends on so many different things: whether the man is married; how many children he has; whether he supports any relations; how much he earns; how much interest he receives; how much he has spent on his house during the year; and so on. All this makes it difficult to decide exactly how much the tax is. But a certain artist was always very careful to pay the proper amount.

One year, after posting his cheque as usual, he began to wonder if he had paid enough, and after a lot of work with a pencil and paper, decided that he had not.

He was just writing another cheque to send to the taxcollector when the postman dropped a letter into the box at the front door. Opening it, the artist found inside it a cheque for five pounds from the tax-collector. The official explained that too much had been paid, and that therefore the difference was now returned to the taxpayer.

The artist was not only surprised: he was worried. He worked over his figures once more, but at the end he still believed that he owed the Government something. He therefore wrote to the official and said, `I thank you for your cheque for five pounds, but I think that, if you study the figures again, you will find that a mistake has been made.'

Several days later he received another cheque from the taxcollector, but this cheque was for forty-five pounds. The official said that he was sorry about the mistake, and hoped the matter was now settled.

NOTA: Na Inglaterra diz-se 'cheque', nos EUA, 'check'.

Para mais histórias, acesse a Biblioteca clicando AQUI.

Envie esta página para um amigo:

Efemérides

05 nov 1849: Rui Barbosa
Jurista brasileiro, também conhecido como a "Águia de Haia", nascido em Salvador. Foi, também, diplomata, filólogo, escritor, político e orador. Membro fundador da Academia Brasileira de Letras, da qual foi presidente de 1908 a 1919. Talvez sua obra mais conhecida seja o discurso Oração aos moços, preparado para a turma de 1920 na Faculdade de Direito de São Paulo. Não pôde proferi-lo pessoalmente por razões de saúde. Faleceu em Petrópolis, em 01 de março de 1923.

07 nov 1867: Marie Curie (Marja Sklodowska)
Física francesa, nascida em Varsóvia (Polônia). Seu nome de solteira era Marja Sklodowska. Juntamente com seu marido, Pierre Curie, foi uma das pioneiras na pesquisa da radioatividade. Descobriu os elementos radiativos polônio e rádio. Por isso, os Curie compartilharam o prêmio Nobel de Física com A. H. Becquerel. Após a morte de seu marido, Marie Curie continuou a pesquisar as propriedades químicas e aplicações médicas do rádio. Foi agraciada com o prêmio Nobel de Química em 1911. Faleceu em Sallanches, em 4 de julho de 1934, vítima de leucemia, indubitavelmente causada pela radioatividade dos materiais com que trabalhou intensamente. Seu marido Pierre e cunhado Jacques descobriram o efeito piezoelétrico. Sua filha mais velha, Irène Joliot-Curie também foi uma física notável.

07 nov 1878: Lise Meitner
Física austríaca, nascida em Viena. Bombardeando urânio com nêutrons, ela e seu sobrinho Otto Robert Frisch interpretaram corretamente os resultados obtidos como evidências de fissão nuclear e previram as reações nucleares em cadeia. Ela faleceu em Cambridge, em 27 de outubro de 1968.

19 nov 1892: Antonio Cottas
Português nascido em Sirvuzelo – Monte Alegre. Imigrou para o Brasil em 1905 e logo se revelou homem de grande visão para negócios. Tornou-se cidadão brasileiro em 8 de agosto de 1939. Sua obra mais importante foi consolidar o Racionalismo Cristão, do qual foi presidente por quase 60 anos, sucedendo a Luiz de Mattos, o fundador dessa Doutrina. Faleceu no Rio de Janeiro, em 12 de junho de 1983.

Almanaque - Edição 72 - Dezembro de 2013

Para pensar e praticar

Nesta seção do Almanaque, apresentamos textos retirados de obras do Racionalismo Cristão e de pesquisadores atuais e do passado.

Evitando fracassos

A evolução do espírito faz-se a partir dos conhecimentos que vai incorporando na medida do seu crescimento físico, do estudo processado nas escolas e também na luta pela vida.

Nenhum espírito pode evoluir sem cuidar do desenvolvimento mental. A ignorância atrofia a mente, impede o desenvolvimento da inteligência, e sem compreender, sem discernir, sem desenvolver a inteligência, o espírito não pode progredir. O seu progresso depende também do desenvolvimento intelectual. Esclarecendo as criaturas, nós desenvolvemos nelas aquelas qualidades que ativam o seu progresso.

Quando o espírito começa a discernir, a se desenvolver, a investigar, quando começa, enfim a beber conhecimento que até então desconhecia, passa a dar valor àquilo que ele próprio possuía, mas que ignorava, desconhecia.

Combater a ignorância é um dever que assiste a todos que são mais esclarecidos, porque desse combate resulta o progresso, a felicidade espiritual dos seres que vivem agrestemente, sem noção do dever, sem compreensão do que seja a vida. Sem esse conhecimento a criatura não progride, vegeta, passa por este mundo sem aproveitar o seu precioso tempo.

Há necessidade, portanto, de fazer desaparecer a ignorância, que é o maior mal da humanidade.

O Racionalismo Cristão vem há muitos anos combatendo a ignorância e é de se lamentar que muitos daqueles que frequentam as nossas Casas não queiram compreender a finalidade da Doutrina. Ela não é uma religião a alimentar sentimentos religiosos, enfermiços que tornam as criaturas covardes, desconhecendo que possuem em si mesmas o valor e a defesa contra o mal. O Racionalismo Cristão, portanto, não é uma religião, nem tem princípios doutrinários que alimentem a fraqueza humana. O Racionalismo Cristão esteia-se em Força e Matéria, tem sãs teorias de moral, ensina o homem a vencer-se a si próprio, estimula-o a estudar, a investigar, a compreender a vida, a ser forte e valoroso.

O Racionalismo Cristão quer que a criatura se defenda a si própria, que não esteja atida nem à nossa proteção, porque nós não pretendemos proteger ninguém. Esclarecemos, preparando os espíritos para a luta pela vida, dando-lhes valor e coragem, incutindo neles a disciplina dos princípios que são o seu baluarte, a sua força, a sua resistência. Quando as criaturas nos compreenderem e se dispuserem a ser aquilo que lhes ensinamos, estamos certos de que se tornarão valorosas, verdadeiramente esclarecidas. Se houvesse melhor compreensão da vida, se as criaturas se dispusessem a analisar fatos, a investigar, para poderem, então, concluir com acerto muitos fracassos seriam evitados.

Clássicos do Racionalismo Cristão, Luiz de Mattos

Passatempo

Qual a profissão?

Benedito, João e Sérgio trabalham em uma pequena cidade como bombeiro, policial e professor, não necessariamente nesta ordem. Um morador afirmou que
• Benedito e o professor são vizinhos;
• João e o professor são vizinhos;
• Benedito e Sérgio são vizinhos do bombeiro;
• O policial e o bombeiro são vizinhos de João;
• Todos eles são vizinhos um do outro.
Contudo, apenas duas destas afirmações são verdadeiras. Determinar a profissão de cada um deles.

Respostas na próxima edição.

Resposta da edição anterior: Barros era o cidadão comum; Jeferson, o traficante; Sousa, o juiz. Barros é o criminoso.

Humor

Filosofando com Groucho Marx

Groucho Marx é um dos irmãos Marx, grupo que teve muito sucesso no palco e no cinema dos Estados Unidos da América de 1905 a 1949. Na foto, Groucho Marx em sua famosa caracterização: de óculos, bigodes e sobrancelhas pintados e charuto.

Veja, também, uma divertida interpretação ao piano de "Mamãe eu quero", por outros dois dos irmãos Marx. (Na seção Áudios e Vídeos da Biblioteca).

• As noivas modernas preferem conservar os buquês e jogar seus maridos fora.

• Disseram que dei vexame bebendo champagne no sapato de Sophia Lorem. Não é verdade. Derramei quase metade porque ela se recusava a tirar o maldito pé do sapato.

• Há tantas coisas na vida mais importantes que o dinheiro. Mas, custam um dinheirão!
  

• Não entro para clubes que me aceitam como sócio.

• Para mim, a televisão é muito instrutiva. Quando alguém a liga, corro à estante e pego um bom livro para ler.

• Bebo para fazer as outras pessoas interessantes.

• Inteligência Militar é uma contradição em termos.

• Estes são os meus princípios. Se você não gosta deles, eu tenho outros.

• O matrimônio é a principal causa do divórcio.

• Só há um forma de saber se um homem é honesto... pergunte-o. Se ele disser 'sim', então você sabe que ele é corrupto.

• Eu corri atrás de uma garota por dois anos apenas para descobrir que os seus gostos eram exatamente como os meus: Nós dois éramos loucos por garotas.

• Não posso dizer que não discordo com você.

• Pretendo viver para sempre, ou morrer tentando.

• Não sou vegetariano, mas como animais que são.

• Fui casado por um juiz. Eu deveria ter pedido por um júri.

• Case-se comigo e eu nunca mais irei olhar para outro cavalo!

• Do momento em que peguei seu livro até o que larguei, eu não consegui parar de rir. Um dia, eu pretendo lê-lo.

• Um brinde a nossas esposas e namoradas: que elas nunca se encontrem!

• Inclua-me fora disso.

• Por que eu deveria me importar com a posteridade? Ela nunca fez nada por mim.

• - Vamos descobrir um tesouro naquela casa?
• - Mas não há nenhuma casa...
• - Então vamos construí-la!

• Se acredito na vida após a morte? Não sei nem se acredito na vida antes da morte! Acho que acredito na morte durante a vida.

• Egoísta é toda pessoa que pensa mais nela do que em mim.

• A sinceridade e a honestidade são as chaves do sucesso. Se puderes falsificá-las, estás garantido.

• Por detrás de todo o homem de sucesso está uma mulher, e por detrás dela está a sua esposa.

• Ficar mais velho não é problema. Tens apenas que viver o tempo suficiente.

• Nenhum homem desaparece antes do seu tempo – a não ser que o seu chefe saia primeiro.

Melhore seu vocabulário em inglês

O texto a seguir foi composto com base nas 500 palavras mais usadas em inglês. Aproveite para rever seu vocabulário. Coloque o mouse sobre as palavras em vermelho para ver a tradução.

A história abaixo é verdadeira ou não? A anterior - A Surprised Taxpayer - não é verdadeira.

Thank you

THE manager of an office in Shelford was a hard-working man. who never arrived late and never left early. He was honest, clean, well-dressed , and clever . But one very important quality in men of good position he had never learnt , and that quality was politeness . He never took the trouble to be polite; he never considered the feelings of his staff. If he wanted something done, he did not say, `Do you mind doing this?' He gave an order: `Do this and be quick about it.' When he failed to hear a question he was asked, he never said, `I beg your pardon ?' He just shouted , `What?' The words `Please' and `Thank you' formed no part of his conversation.

If he had spoken gently, the work of the office would have been done just as well, and probably better; for the staff was a good one. But one after another they left and found work elsewhere. No one could explain to him why they did not stay. It is difficult to go to the manager and tell him that he ought to speak more politely . So he never understood the cause of the frequent changes in the office staff, and probably did not know how impolite he was.

Even his chief clerk , Hollis, who had been with him for many years, was getting tired of his rough way of speaking . The secretaries, the typists , and even the office-boy, had often complained to Hollis, and begged him to tell the manager about it; but he never had the courage to do this until one Friday evening, when he suddenly took his opportunity.

Hollis had worked hard for several nights on some difficult papers that the manager wanted on Friday. It had needed a great effort to get them finished, but Hollis had succeeded .

With great satisfaction he brought them into the manager's office and laid them on his desk , thinking that this time he might receive a . The manager looked at them and said nothing .

As the chief clerk reached the door on his way out of the office, he turned round and said, `I beg your pardon , sir??'
'I didn't speak ,' said the manager shortly.
`Oh!' said Hollis. `I thought you said "Thank you".

Para mais histórias, acesse a Biblioteca clicando AQUI.

Envie esta página para um amigo:

Efemérides

05 dez 1868: Arnold Johannes Wilhelm Sommerfeld
Físico russo nascido em Königsburg. Seu modelo atômico permitiu explicar as linhas espectrais de estrutura fina. Em seus trabalhos sobre espectros atômicos, sugeriu substituir as órbitas circulares de Bohr por elípticas. Desta idéia postulou o número quântico azimutal e, mais tarde, introduziu, também, o número quântico magnético. Sua teoria dos elétrons em metais mostrou-se fecunda no estudo da termoeletricidade e da condução metálica. Faleceu em Munique, em 26 de abril de 1951.

05 dez 1901: Werner Karl Heisenberg
Físico e filósofo alemão nascido em Würzburg. Considerado, geralmente, o pai da Mecânica Quântica. Como conseqüência da sua rejeição por qualquer tipo de modelo para o átomo, usou matrizes para descrever suas propriedades. Por esse trabalho ganhou o prêmio Nobel de Física em 1932. Seu famoso princípio da incerteza (1927) transcendeu os limites da Física. Faleceu em Munique, em 1 de fevereiro de 1976.

07 dez 1823: Leopold Kronecker
Matemático prussiano, nascido em Liegnitz. Suas contribuições mais importantes foram para a Teoria dos Números, Teoria das Equações Algébricas e Álgebra Superior. A função delta de Kronecker tem esse nome em sua homenagem. Faleceu em Berlim, em 29 de dezembro de 1891.

10 dez 1920: Clarice Lispector
Nasceu em Tchetchelnik (Ucrânia). Veio ainda menina para o Brasil e morou no Recife, PE. Autora de Perto do coração selvagem; A maçã no escuro e A hora da estrela, entre outras obras, inclusive para crianças. Seu livro Um sopro de vida está disponível na Biblioteca deste site. A autora é considerada uma das maiores escritoras brasileiras. Faleceu no Rio de Janeiro, em 09 de dezembro de 1977.

10 dez 1804: Carl Gustav Jacob Jacobi
Matemático alemão, nascido em Postdam. Foi um dos fundadores da teoria das funções elípticas (com o norueguês Niels Henrik Abel). De suas contribuições pioneiras à teoria dos determinantes surgiu o determinante funcional que hoje leva o seu nome (nosso conhecido jacobiano). Faleceu em Berlim, em 18 de fevereiro de 1851.

11 dez 1893: Alceu Amoroso Lima (Tristão de Athayde)
Escritor brasileiro, nascido no Rio de Janeiro. Até sua morte, exerceu uma poderosa influência na vida cultural brasileira. Sua obra é imensa e atinge os mais diversos campos: crítica literária, sociologia, direito, filosofia, religião, etc. Faleceu em Petrópolis, em 14 de agosto de 1983.

16 dez 1865: Olavo Bilac
Poeta brasileiro nascido no Rio de Janeiro. Além de poeta foi cronista, jornalista e conferencista. Contudo, é mais conhecido pela sua obra poética. Bilac é o mais típico dos nossos parnasianos, estilo que ele mesmo chegou a codificar no soneto "Profissão de fé" – para ler esse soneto clique AQUI. Faleceu no Rio de Janeiro, em 28 de dezembro de 1918.

24 dez 1822: Charles Hermite
Matemático francês nascido em Dieuze. Seu trabalho em teoria das funções inclui a aplicação das funções elípticas para encontrar a primeira solução da equação geral do quinto grau (equação quíntica). Publicou a primeira prova de que e é um número transcendental. Deu importantes contribuições para o desenvolvimento da teoria das formas algébricas, e teoria das funções elípticas e abelianas. Faleceu em Paris, em 14 de janeiro de 1901.

25 dez 1642: Isaac Newton
Filósofo e matemático inglês nascido em Woolsthorpe. Descobriu o cálculo infinitesimal e é o autor da teoria clássica universal da gravitação. Por seus trabalhos em óptica, foi eleito membro da Royal Society em 1672. Em Cambridge, Newton dedicou muito tempo a experiências alquímicas. Abandonou sua cátedra na universidade para entrar no Parlamento em 1701, e dois anos mais tarde assumiu a presidência da Royal Society, permanecendo neste cargo até a sua morte. Toda sua vida foi marcada por intensas atividades em Matemática, Óptica, Cronologia, Química, Teologia, Mecânica, Dinâmica e Ocultismo. Entre suas mais notáveis contribuições científicas estão o cálculo infinitesimal, a teoria clássica da gravitação universal e sua derivação das leis de Kepler, formulação do conceito de força expresso nas suas três leis do movimento, a teoria corpuscular da luz. Sua obra está compilada em seus dois maiores trabalhos: Philosophiae Naturalis Principia Mathematica, o famoso Principia (1687) (há tradução para o português, da Edusp), e Opticks (1704). Faleceu em Londres, em 20 de março de 1727. As datas mencionadas referem-se ao calendário juliano. A Inglaterra somente adotou o atual calendário gregoriano muito tempo depois do nascimento de Newton. No calendário gregoriano as datas de nascimento e morte de Newton são 4 de janeiro de 1643 e 31 de março de 1727.

28 dez 1882: Arthur Stanley Eddington
Astrônomo e astrofísico inglês, nascido em Kendal. Foi pioneiro dos estudos teóricos do interior das estrelas. Seu trabalho Mathematical Theory of Relativity (1923) muito ajudou para introduzir em idioma inglês as teorias de Einstein. Um de seus livros, Fundamental theory – em que pretende unificar a teoria quântica, a relatividade e a teoria da gravitação de Einstein –, é controvertido e, possivelmente, ainda não compreendido. Faleceu em Cambridge, em 22 de novembro de 1944.

28 dez 1903: John von Neumann
Matemático húngaro nascido em Budapeste. Suas contribuições foram importantes para o desenvolvimento da Mecânica Quântica, Lógica, Meteorologia e dos computadores. Enunciou o teorema mini-max, pedra angular da teoria dos jogos. Em 1956 abiscoitou o Prêmio Enrico Fermi. Faleceu em Washington, em 8 de fevereiro de 1957.