Valdir Aguilera
 Físico e pesquisador

 

 

O que é o livre-arbítrio?

Valdir Aguilera

A filosofia espiritualista Racionalismo Cristão faz frequentes referências ao livre-arbítrio. Entender esse conceito é fundamental para bem compreender e assimilar os ensinamentos divulgados por aquela filosofia. Agora, você sabe o que é o livre-arbítrio? Sabe, mas gostaria de recapitular? Vamos lá.

Entendimentos Alguns entendem que livre-arbítrio é o direito que temos de fazer o que quisermos, tanto para o bem quanto para o mal. Outros, que é a liberdade de escolher entre os caminhos disponíveis a percorrer em nossa jornada terrena. Outros, ainda, que o livre-arbítrio depende do grau de espiritualidade alcançado. Todos esses conceitos têm uma certa dose de verdade. Como assim? Veremos ainda neste artigo. Há também, porém, aqueles que não acreditam que existe um livre-arbítrio; que somos simplesmente levados pela maré dos acontecimentos. Vamos deixá-los de lado, pois não pretendemos entrar em discussões. Eles têm o direito de pensar assim, e devemos respeitar.

Então, afinal o que é livre-arbítrio?

Explicação Fundamentalmente, livre-arbítrio é uma faculdade do espírito, de todo espírito. É essa faculdade que lhe permite fazer escolhas e planejar ações. Essas escolhas e planejamentos dependem, isto sim, do grau de evolução do espírito. Como assim? você pode perguntar. Respondemos que o acerto de uma escolha, o êxito de um planejamento dependem da maior ou menor capacidade para raciocinar, pois é este atributo (raciocínio) que precede essas ações. Em poucas palavras, livre-arbítrio todo espírito tem, mas a capacidade para raciocinar pode ser maior para alguns do que para outros.

Espíritos no começo de sua trajetória evolutiva, devido à sua baixa capacidade para raciocinar, dependem de orientações de espíritos mais evoluídos para escolher e planejar a vida que irão ter em um mundo-escola.

Espíritos do Astral Superior interferem, assim, no livre-arbítrio de outros espíritos? Não, respondemos e explicamos. Os espíritos no começo de sua caminhada espiritual recebem orientações e encaminhamentos, pois não têm ainda capacidade para compreender a situação em que se encontram. Assim agem também os pais que encaminham seus filhos às escolas apropriadas quando estes atingem a idade escolar. Fora isso, espíritos tomam por conta própria suas decisões e sabem que estão sujeitos a todas as consequências decorrentes.

E os animais, eles têm livre-arbítrio? Do exposto, é imediato concluir que animais não têm livre-arbítrio, pois para usá-lo é necessário raciocinar, e o raciocínio é um atributo que surge apenas quando a Força atinge o grau de evolução que lhe permita atuar em um corpo humano. Animais não são, portanto, responsáveis pelos seus atos. Há uma situação em que um espírito tem seu livre-arbítrio cerceado momentaneamente. Isso ocorre quando ele é arrebatado do astral inferior pelas redes fluídicas organizadas pelas casas racionalistas cristãs e conduzido ao seu campo de estágio. Uma vez lá, recupera imediatamente seu livre-arbítrio.

Espiritualidade. Como usar bem o livre-arbítrio? você pode estar interessado em saber, pois o bom uso dele é muito importante para se obter êxito em nossa jornada espiritual. O melhor caminho, para não dizer único é estudar constantemente sobre a vida espiritual para adquirir mais e mais conhecimentos e aumentar, assim, nosso poder de raciocinar.

Então, vamos estudar a espiritualidade?

Publicado na edição de agosto de 2022 do jornal A Razão

De "O que é o livre-arbitrio" para "Artigos"

Copyright©2008 valdiraguilera.net. All Rights Reserved