Valdir Aguilera
 Físico e pesquisador

 

 

Ajudar a quem precisa é dizer não ao egoísmo

Humberto Rodrigues

Na circunstância de espíritos em evolução, os seres humanos têm brilho próprio estampado na seriação de cores dos respectivos campos áuricos, revelando, conforme os registros existentes no corpo fluídico, o nível de adiantamento individual decorrente das experiências pelas quais passaram em existências anteriores e segundo o uso que fizeram e fazem do livre-arbítrio.

É importante ressaltar que nem sempre as pessoas de alto nível evolutivo conquistam notoriedade, têm projeção nos meios de comunicação. Há espíritos de elevadíssimo grau de evolução que, de posse de um corpo humano, optam por existências em ambientes adversos aos próprios processos de crescimento.

Pessoas com elevado quilate evolutivo possuem grande capacidade de adaptação a este mundo físico, porque seus corpos fluídicos já se desprenderam da matéria densa que satisfaz os sentidos puramente instintivos.

Os seres humanos já desligados da volúpia que a materialidade exacerbada provoca conseguem levar uma vida construtiva de trabalho voltada para o bem comum. Procuram dar solução aos problemas vivenciados por comunidades carentes nas sociedades envolvidas em crises de valores éticos e morais. Por se conhecerem como espíritos em contínua evolução, trabalham não só em benefício de si mesmos, mas, sobretudo, em favor da humanidade como um todo espiritual que evolui em conjunto.

Os exemplos de desprendimento em favor do próximo revelam o processo contínuo de aprimoramento dos atributos inatos e de faculdades espirituais escolhidas nos campos de estágio para essa finalidade aperfeiçoadora do caráter em sucessivas existências no plano físico. Sendo assim, ninguém é inferior ou superior a quem quer que seja, porque todos possuem qualidades espirituais a serem postas em ação em benefício próprio e dos semelhantes.

Logo, todos devem observar as pessoas ao redor, não para fazer críticas infundadas a alguém, mostrar inveja em relação ao que diz e faz ou cobiçar o que possui, mas para estender as mãos acolhedoras a quem delas precisar. É atitude que revela ausência de vaidade, inveja e cobiça, que diz não ao egoísmo ou a qualquer outro ato que denote individualismo.

As pessoas em geral alcançarão maior progresso material exercendo com zelo e competência suas atividades profissionais, usando com eficácia os conhecimentos intelectuais, artísticos e científicos adquiridos. Todavia, níveis mais elevados de evolução espiritual somente serão atingidos com o conhecimento da espiritualidade.

O crescimento espiritual do ser humano obedece, como o intelectual, a uma complexidade de experiências cumprindo etapas em sucessivas existências, nas quais o aprimoramento dos atributos espirituais, como a inteligência, o raciocínio e a vontade, entre tantos outros, e das faculdades espirituais, como a do livre-arbítrio, das vocações e das habilidades são parte absolutamente necessárias ao processo evolucional.

Ter pensamentos elevados e disciplina no viver, bem assim conhecer e fazer bom uso das transcendentes leis evolutivas muito auxiliam as pessoas na vida cotidiana no mundo de escolaridade que é a Terra.

Por isso, é fundamental que todos estudem a espiritualidade que o Racionalismo Cristão defende, divulga e pratica nas casas racionalistas cristãs em âmbito mundial.

De "Ajudar a quem precisa é dizer não ao egoísmo" para outros artigos

Copyright©2008 valdiraguilera.net. All Rights Reserved